4 dicas para começar a investir ainda hoje

Hoje, vamos falar sobre como começar a investir e fazer uma grana extra.

Publicidade

Afinal, existem muitas pessoas que sonham em ganhar mais, mas não sabem por onde começar.

Publicidade

A opção de investimento é muito válida para conseguir um pouco mais de dinheiro, e quem sabe até render mais.

Se você pensar em começar a investir, mas não sabe por onde começar, fique com a gente até o final desse post e confira as nossas principais dicas para aprender mais sobre investimentos.

1 – Defina metas e objetivos

começar a investir

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

Antes de tudo, é importante definir objetivos para a sua vida e saber o que você realmente deseja conquistar e para quando.

Publicidade
Santander BR

Pegue uma caneta e papel e anote o que você pretende conquistar, por exemplo: uma casa, um carro, a viagem dos sonhos ou a troca de um móvel.

São inúmeras as opções de objetivos que você pode escolher alcançar na sua vida.

Logo após, anote os prazos que você pretende conquistar esses objetivos, trabalhe com metas para facilitar o seu planejamento.

Por exemplo, quero comprar 1 carro zero em 5 anos, aqui você decidiu que o seu objetivo é comprar um automóvel novo e que deseja que isso aconteça nos próximos 5 anos.

Isso ajuda muito na hora de pensar no que investir e qual o valor.

2 – Entenda quais são as principais modalidades de investimentos

Outro passo muito importante para começar a investir é estudar sobre o tema e entender quais são as principais modalidades.

Existem estilos de investimentos mais conservadores, arriscados e moderados.

Tudo depende do seu perfil e do que deseja alcançar, por isso é importante estudar a fundo sobre o tema antes de começar a investir.

Para você definir qual é o seu perfil de investidor e trabalhar com os objetivos que você listou no passo anterior.

3 – Escolha a modalidade do seu interesse para começar a investir

Veja abaixo qual o tipo de investimento que se enquadra em cada uma das categorias:

  • Conservadores: poupança, renda fixa, CDB de bancos, fundos indexados ao CDI;
  • Moderados: fundos que visam superar a rentabilidade do CDI, fundos imobiliários com ótimos imóveis também se encaixam;
  • Arriscados: ações, fundos imobiliários com imóveis regulares, fundos ou Ibovespa.

Ao estudar mais sobre investimentos, será possível definir qual dos investimentos acima tem mais a ver com o seu perfil.

4 – Procure uma corretora de valores para começar a investir

Se você ainda não possui muito conhecimento sobre a área, a melhor opção é buscar profissionais de confiança que entendam do assunto.

Portanto, busque uma corretora de valores para receber todas as dicas sobre como começar a investir e por onde.

Após abrir a sua conta e ter acesso a diversos tipos de investimentos, a corretora irá lhe aconselhar sobre os tipos de riscos e acertos.

A maioria das corretoras não cobram nenhum tipo de valor para a abertura de contas, ao contrário dos bancos que cobram valores altos.

Portanto, siga essas dicas e tenha sucesso nos investimentos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.