5 motivos para ter planilhas financeiras

Organização e planejamento podem salvar sua vida financeira

Anúncios

O ano de 2019 terminou com uma redução de pouco menos de 1% no número de famílias endividadas , segundo o CNC. Ainda sim, o percentual ultrapassa os 64%, o que é um número alto, ou seja, mais da metade das famílias brasileiras sofrem com dívidas. Quando falamos que sofrem, é porque é um quadro financeiro que nos deixa impotentes.

Como essas famílias chegaram nessa situação? Gastaram mais do que ganharam, exageraram nas compras, não receberam o dinheiro que imaginavam? Diversos motivos podem ter levado essas famílias chegarem a esse quadro, mas uma das certezas é que faltou planejamento.

Anúncios

Quando chegamos no endividamento, parece que jamais vamos sair dessa situação sem abrir mão de várias coisas, como gastos com diversão, por exemplo. Infelizmente o primeiro sacrifício é feito com os chamados “luxos”, tv a cabo, serviços de streaming, comer fora, etc. Aí, começa a perca de qualidade de vida.

Anúncios

Só que embora pareça a decisão certa, tudo começa a ir mal. Com pouca diversão, os membros da família começam a ficar estressados e até separações acontecem. Tudo por causa de uma dívida, afinal, esse foi o primeiro motivo de estresse. E aí surge a pergunta, como recomeçar?

A primeira coisa é saber quais os seus principais gastos e como a sua renda pode te ajudar a sair do buraco das dívidas. Para entender bem, além de tirar todos os extratos, você precisa ter tudo anotado de forma organizada. Para isso, criar planilhas é uma maneira de deixar tudo bem claro.

Separamos alguns motivos para você dar o pontapé e criar suas planilhas financeiras, para saber o que entra, o que sai e como sai. Além disso, fazer uma planilha do quanto pode guardar todos os meses, para finalmente sair das dívidas que tanto incomodam. Quem sabe você não pode conseguir uma nova renda? Vamos as dicas!

Anúncios
Anúncios

 

1 – Controle de gastos

O primeiro e mais importante motivo é mudar como você gasta dinheiro, saber realmente como e com o que gasta. Com a planilha, você pode lançar, todos os dias, toda saída de dinheiro que faz, sabendo uma média de gastos. Assim, você conseguirá cortar o que não precisa e finalmente, disciplinas seu bolso controlando os gastos.

 

2 – Pensar em alternativas de renda

Se o seu problema são as dívidas, a planilha vai te trazer clareza para mudar o que está errado. Talvez não esteja conseguindo sair delas porque o que ganha não está sendo suficiente. Com a planilha, você descobrirá onde falta dinheiro e quanto falta, para procurar o emprego ou o ofício certo que possa te dar o valor que falta mensalmente, nem que seja o valor para uma reserva de grana.

 

3 – Calma para tomar decisões

Com tudo no papel, você saberá exatamente as “batalhas” que pode lutar, ou seja, se pode ou  não gastar aquele dinheiro. Assim que visualizar suas finanças, saberá o que entra e o que sai, então não tomará decisões precipitadas. Dinheiro, muitas vezes, vai como água, porque vamos gastando como uma fonte inesgotável e quando percebemos, já é tarde. Tome as decisões certas tendo controle de gastos.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

 

4 – Novos objetivos

Com a planilha financeira, com gastos e ganhos separados e devidamente lançados, você pode voltar a fazer planos á longo prazo. Quem tem dívidas não é obrigado a carregar essa cruz a vida toda, você pode e deve fazer novos planos e definir metas quando tudo isso acabar.

Para ter certeza se poderá ou não, precisa estar muito focado na sua organização financeira, ficando sempre de olho em extratos bancários, notas fiscais e claro, na sua planilha. Não deixe que ela seja preenchida nem por um dia, assim, poderá traçar seus objetivos que envolvem dinheiro.

 

5 – Agregar conhecimento

Quando você adquire um novo hábito, que é o de se planejar financeiramente, você passa a ter mais sede por conhecimento no mundo das finanças. Quando se compromete em lançar seus gastos a fim de saber exatamente quais são, quer aprender novas técnicas para, até mesmo, facilitar o processo, ou seja, deixar essa tarefa cada vez mais prazerosa.

Após aprender, é importante passar o conhecimento para outras pessoas. Entender de finanças pode ser para qualquer um, desde que ajude a si mesmo. Já que agora sabe como se organizar, compartilhe a sua planilha e mude a vida financeira de seus conhecidos. Conhecimento nunca é demais.

 

Como fazer a minha planilha financeira?

Se você já entende de excel, já meio caminho andado, porque aí você consegue separar os campos. Coloque o objetivo que tem em mente, quanto pretende guardar para chegar nele, também quanto gasta e qual sua renda mensal. Você precisará configurar para o excel fazer a soma ou a subtração de valores.

Caso não seja seu forte criar a planilha, vários sites de educação financeira oferecem, de graça, a planilha financeira, para você preencher os campos. Elas já vem com os macetes do excel prontos, de soma e subtração. Uma das mais fáceis é oferecida pelo site InfoMoney e pode ser baixada, desde que você informe seu e-mail.

 

Como saber que o planejamento financeiro deu certo?

Após alguns meses é que o resultado aparece. Isso porque não é só lançar tudo na planilha, é preciso mudar a mentalidade, abrir mão de certos hábitos. Quando você sentir que o dinheiro está sobrando, não se empolgue tanto ao ponto de gastar tudo em comemoração. Claro que você pode se dar alguns luxos, mas sempre com cautela.

A planilha é o primeiro passo, depois, você precisa mudar todos os seus hábitos com o dinheiro. Pensar se aquele gasto é necessário e como pode até ter aqueles luxos, mas ganhando mais para isso.

 

Quero aprender sobre finanças. Como começar?

Procure por cursos gratuitos na internet, ou textos em blogs de finanças. Indicamos o nosso conteúdo, mas também do site Dinheirama. Lá mesmo você poderá descobrir cursos rápidos para aprender a melhorar seu relacionamento com o dinheiro e outros conhecimentos importantes. Comece agora e lá na frente, já estará preparado.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima