6 golpes mais comuns relacionados a cartão de crédito

 6 golpes mais comuns relacionados a cartão de crédito. Fique atento! Se você usa cartão de crédito frequentemente, veja situações que podem te colocar em cilada

Anúncios

Pela segurança histórica do cartão de crédito, achamos que ele nos deixa livre de qualquer problema financeiro, como clonagens de dados, por exemplo. Infelizmente, não é bem assim. Com avanço da tecnologia, hackers cada vez mais especializados, nosso cartão de crédito ainda é usado em compras que não são nossas.

O problema é que somos ludibriados sem perceber: 6 golpes mais comuns  um deles pode ser pelo telefone, por correio, pelos e-mails e até mesmo bater na sua porta. Muitas vezes, estão nas máquinas de cartão. Se não são seguras, o momento de passar o chip pela máquina já rouba seus dados.

Infelizmente, com uso frequente, em diversos lugares, não estamos 100% seguros. Porém, existem maneiras para se proteger desses golpes tendo cautela e também conhecendo os métodos dos bandidos, que agem em todo país. Quantas vezes não vimos compras em diversas cidades, onde nunca estivemos? Sinal de golpe.

Prioritariamente, você precisa conferir seu fatura com frequência para saber se tudo o que gastou está lá e principalmente, o que não gastou. Caso não tenha ideia do que seja, entre em contato imediatamente com a emissora do cartão de crédito e comece a revisar tudo. Assim, você percebe se caiu em uma cilada antes do estrago ser maior.

Os golpes mais comuns com cartões de crédito!

6 golpes mais comuns
Os golpes mais comuns de cartão de crédito!

Mas não é só isso. Neste post, traremos dicas e  6 tipos de golpes para você não cair em nenhuma mentira financeira e ficar ainda mais cauteloso. Siga nossas dicas 6 dicas e repasse para os outros!

1 – Não clique em qualquer e-mail

Quem nunca falou pra mãe: não clica aí! é vírus! Pois é. É assim que os hackers invadem seus dados, pedindo informações por e-mail em nome dos bancos. Depois que você cai no golpe, os danos são quase imediatos, ou seja, as movimentações financeiras mais estranhas aparecem no seu extrato.

Saiba que dificilmente bancos ou contas digitais encaminham e-mails pedindo dados. O golpe pode ser percebido só de olhar o assunto do e-mail, por isso, nem clique, já que alguns já invadem seu computador ou celular só na abertura da mensagem. Apague tudo, caso seu e-mail não mande automaticamente para o spam e entre em contato com seu banco.

2 – Observe as ligações que recebe

Seja em telefone fixo ou celular, o golpista sabe muito bem chegar até você. Nesse caso, as histórias variam: tem casos onde o falsário fala que é do banco e que precisa do cartão de crédito em mãos para dar algum benefício ao cliente, ou fala que é de alguma empresa com oferta imperdível e pede os dados, até mesmo diz que é uma manutenção bancária e pede o número do cartão.

Os golpistas costumam agir com essas mentiras principalmente com idosos, que não entendem muito bem as tecnologias. Para se livrar desse tipo de golpe, nunca passe seus dados por telefone ou por nenhum canal que não esteja frente a frente com o banco.

3 – Informar dados em sites sem segurança

Esse é um dos mais comuns e vem se atualizando com o passar dos anos. Anúncios fraudulentos aparecem principalmente se o seu computador já está com algum vírus ou invadido por algum hacker. A partir daí, promoções inimagináveis e ofertas incríveis aparecem em todos os rodapés de site. Você, animado, clica.

O próximo passo é dizer que a compra é feita apenas por cartão de crédito ou débito. Ao informar seus dados, o golpe está feito. Para você não perceber, poucos valores são gastos, seja mensalmente ou diariamente. Quando você perceber, está pagando compras para outras pessoas.

Nesse caso, observe sempre no canto da barra de endereços do computador, se ela tem o famoso cadeado de segurança. Assim, você está protegido contra qualquer fraude através do cartão de crédito. Até o layout do site entrega se é de confiança ou não. Fique atento!

4 – Utilizar o cartão de crédito sem atenção

Às vezes, as empresas podem parecer de confiança e você está pagando com cartão de crédito ou débito normalmente. Só que escondido nessa atitude que você tem sempre, um golpe pode estar escondido. Se você não é alguém muito ligado na tecnologia das máquinas de cartão de crédito, por exemplo, pode ser facilmente ludibriado.

Isso porque o golpista pode pedir para você digitar a senha num campo de valor, por exemplo e anotar suas informações. Mesmo não tendo o cartão físico, ele pode usar seus dados por compras na internet. Então, quando estiver passando uma compra, não desgrude o olho até o final da transação.

Aqui vale a dica de não comprar em qualquer lugar com cartão. Deixe sempre um dinheiro vivo de emergência, para quando desconfiar.

5 – Atenção em caixas eletrônicos

Sempre que for até o banco, olhe em volta. Algumas vezes, observando se você tem alguma dificuldade, alguém pode se aproximar com uma atitude serena, querendo te ajudar. Não aceite. Muitas vezes, essa pessoa pode reter seu cartão e te dar um falso sem você perceber.

Em bancos, nunca aceite ajuda de pessoas não identificadas, ou seja, estagiários ou funcionários. Se tem dificuldades, não peça ajuda a clientes do banco, tenha paciência e solicite algum funcionário. Uma pessoa que costuma ter problemas para mexer em caixas eletrônicos precisa ir nesses locais apenas em expediente bancário, para não tem problema.

6 – Chupa-cabra

O nome é feio, antigo, mas é exatamente assim que o 6 golpes mais comuns funciona. De uma maneira astuta, os bandidos acoplam no caixa eletrônico um equipamento no mesmo local onde o cliente insere o cartão. Sem perceber, você digita todos seus dados e essa tecnologia hacker copia tudo.

Depois, o golpista retira e rouba informações de muitos clientes. Até o banco perceber já é tarde. Atualmente, grandes banco desenvolveram sistemas de segurança modernos para não cair mais nesse golpe, mas instituições financeiras menores ainda correm riscos, então, tome cuidado!

O cartão de crédito é um aliado de todos nós, mas os golpistas usam nossas necessidades para cometer crimes. Então, fique sempre de olho quando utilizar seu cartão e siga nossas dicas para não ter dor de cabeça. Atualmente, os golpes ainda são comuns, mas com cuidado você nunca precisará cancelar um cartão por causa de golpes.

Gostou deste conteúdo?

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo