Auxílio Gás passa a ser R$120: Saiba quem possui direito!

Veja neste artigo quem possui o direito de receber o auxílio gás e saiba mais novidades sobre os novos valores!

Anúncios

Atualmente o valor de um botijão de gás pode variar, de acordo com a localidade do país, entre  R$110 e R$160 reais. Isso significa quase 10% de um salário mínimo, o que acaba se tornando completamente inviável para boa parte da população.

Como uma forma de amenizar o impacto que essa demanda tem na vida da população de baixa renda, o governo criou um plano de apoio que inclui a distribuição do Auxílio Gás.

O valor, que era equivalente a quase metade do preço cheio de um botijão, teve seu aumento determinado por uma PEC aprovada nos últimos meses na Câmara dos Deputados.

Desta forma, o auxílio gás que girava entre os R$60, agora será reajustado para R$120, proporcionando maior autonomia aos brasileiros para conseguirem proporcionar às suas famílias uma melhor condição de alimentação.

Como funciona o pagamento de auxílio gás no Brasil?

Para que o beneficiário receba essa ajuda de auxílio gás do Governo é necessário primeiramente que ele observe e respeite todos os requisitos de cadastro para o programa.

É muito importante que não se inscrevam pessoas com poder de compra elevado, nem que sejam forjadas circunstâncias que não sejam condizentes com a realidade para fins de receber um valor extra.

Se você fez o cadastro, passou por todas as etapas e alcançou o direito de receber o benefício, saiba que terá pago, a cada dois meses, o valor de R$120. Para isso, é necessário que você mantenha uma conta:

·         Poupança Social Digital;

·         Poupança Caixa Fácil;

·         Plataforma Social – o saque pode acontecer via cartão social do usuário.

É importante que o beneficiado mantenha seus dados, inclusive os bancários, sempre com a atualização em dia para que, assim, não perca o acesso a esse programa, que faz tanta diferença na vida de milhares de pessoas.

Veja quem são os brasileiros que possuem esse direito atualmente

Apenas os brasileiros cadastrados no CadÚnico poderão ser contemplados pelo programa de auxílio gás. Mas isso não significa que todo usuário, só por estar com o cadastro ativo, seja obrigatoriamente um beneficiário.

Na prática, o primeiro requisito é esse. Mas o segundo, tão importante quanto, é ter uma renda familiar que atinja no máximo um salário mínimo por pessoa.

Ou seja, qualquer família que receba um total de mais de R$1.212 por integrante não tem direito de desfrutar do auxílio gás.

Alguns outros critérios, principalmente quanto à ordem, precisam ser respeitados para que o programa seja aplicado com cautela e parcimônia. Segundo a Caixa, são eles:

·         Estar cadastrado no CadÚnico com alguma atualização em até 24 meses;

·         Ter menor renda por pessoa;

·         Famílias mais numerosas;

·         Cidadãos que já recebem o Auxílio Brasil;

·         Cadastros já aprovados e em lista de espera, quando abrirem novas vagas.

Além desses pontos, ainda é levado em consideração o fato de a mulher ter sido vítima de violência doméstica ou ainda estar sob cuidados de uma medida protetiva para fins de prioridade na fila.

O auxílio gás é um direito de muitos cidadãos do nosso Brasil.

Se você é um deles, não perca tempo: inscreva-se no Cadastro Único, atualize todas as informações sobre a sua família, dirija-se até um posto de atendimento e aguarde a sua vez de receber seu benefício.

Dúvidas sobre o auxílio gás? Deixe abaixo nos comentários!

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…