B3 – Bolsa de Valores do Brasil – Descubra o que ela é para investir

Antes de começar a investir no mercado financeiro, é fundamental saber e entender o que é a B3, a Bolsa de Valores do Brasil.

Anúncios

Portanto, se você deseja iniciar nesse mercado, fique comigo até o final, pois esse post foi feito exclusivamente para você.

Boa leitura!

Anúncios

O que é a B3 – Bolsa de Valores do Brasil?

A B3, que significa Brasil, Bolsa, Balcão é o nome atual da Bolsa de Valores no Brasil.

Anúncios

Para que possa chegar à empresa que é hoje, ou seja, entre as maiores empresas de capital financeira do mundo, foi necessário percorrer um longo caminho.

Em a895 foi criada a Bolsa de Fundos Públicos de São Paulo, que depois de muitas décadas seria conhecida como Bovespa.

Nos anos 2000, essa instituição e a Bolsa do Rio de Janeiro comandavam quase que completamente o Mercado de Ações brasileiro.

Anúncios
Anúncios

No mesmo período, a Bovespa passou a se concentrar toda a negociação do Mercado de Ações no Brasil.

Paralelo à Bovespa, existia outra bolsa de comércio brasileiro, focada principalmente em commodities e derivativos para pagamento futuro, chamada de Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F).

Em 2008, a Bovespa decidiu se juntar a BM&F, tornando então a BM&F Bovespa criando uma das empresas mais importantes da América Latina.

Em 2017, uma nova empresa se fundiu ao grupo, chama de Centra de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos, tornando-se a 5ª maior empresa de comercialização de ativos financeiros do mundo, com um patrimônio contabilizado em 13 bilhões de dólares.

Como a Bolsa de Valores funciona no Brasil?

Se você tem uma empresa que deseja comercializar as suas ações na Bolsa de Valores, você precisa abrir seu capital e assim começar a vender suas ações para captar os recursos.

A primeira coisa que precisa ser feita é chamada de capital ou IPO, a sigla em inglês utilizada para designar o termo Oferta Pública Inicial.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Nesse caso, isso significa que ela cresceu e que precisa obter recursos de terceiros para poder continuar o seu desenvolvimento no mercado em que atua.

Depois disso, é necessário a comercialização das ações no mercado primário, ou seja, que elas sejam vendidas pela empresa e compradas pelos investidores.

A partir disso, elas passam a serem negociadas entre os investidores, formando o mercado secundário.

Para que você possa investir na Bolsa de Valores do Brasil – B3, uma pessoa precisa contar com uma corretora de valores como intermediadora.

Isso acontece porque ninguém consegue investir de maneira direta na B3.

Atualmente no país, existem dezenas de empresas que conseguem oferecer os benefícios variados e assim, escolher a que mais lhe agrada.

Assim, quem deseja investir na B3 irá encontrar diversas opções à mão, podendo escolher uma corretora que ofereça as melhores opções e, principalmente custos operacionais acessíveis.

Entretanto, é fundamental saber que ao escolher uma corretora, não leve em consideração somente o preço ok?

Na verdade, você deve colocar na balança alguns prós e contra de cada corretora que lhe interessam escolhendo aquelas que oferece o melhor custo-benefício, de acordo com as suas necessidades.

Depois disso, é hora de começar a investir. Aqui mesmo no site, tenho algumas opções de investimentos para você.

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima