Bolsa Empreendedor: Entenda como funciona o programa e saiba como ganhar R$1000

O Governo do Estado de São Paulo lançou o programa Bolsa Empreendedor, que visa ajudar futuros empreendedores a aprenderem mais sobre o assunto e receberem um valor de R$1000.

Desse modo, o projeto surgiu por meio de uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico,que irá oferecer o total de 1809 bolsas para o programa Bolsa do Povo Empreendedor.

Essa é uma iniciativa que visa ajudar todos os autônomos em situação de vulnerabilidade social. 

As inscrições já estão abertas desde o dia 19 de setembro, para se inscrever, clique aqui!

Quer saber mais sobre como funciona o Bolsa Empreendedor? Então leia este artigo até o final e fique por dentro das novidades!

Como funciona o Bolsa Empreendedor?

Antes de tudo, vamos explicar para você como funciona o Bolsa Empreendedor e quais são os requisitos para participar e receber R$1000.

Dessa maneira, as bolsas serão pagas em 2 parcelas de R$500, totalizando R$1000.

Para receber esse valor, os autônomos precisam cumpri alguns requsiitos, que são:

  • Fazer parte de um curso gratuito de empreendedorismo que pertence ao programa Empreenda Rápido;
  • Possuir uma frequência mínima de 80%;
  • Se tornar MEI (Microempreendedor Individual) durante o programa;
  • Ou possuir alguma natureza jurídica.

Se você atende aos requisitos que citamos acima, basta acessar o site do programa e efetuar o seu cadastro até o dia 19 de setembro.

Sendo assim, o estado de São Paulo pretende investir R$100 milhões no projeto com prioridades para mulheres, jovens, pretos, pardos e indígenas. 

Além disso, pessoas com deficiência também poderão fazer parte do programa e se formalizar no mercado.

Qual é o objetivo do programa?

O principal objetivo do programa Bolsa Empreendedor é incentivar pequenos empreendedores a saírem da informalidade.

Além disso, é uma maneira de ensinar mais sobre empreendedorismo para que os autônomos consigam rentabilizar ainda mais.

Desse modo, o programa visa beneficiar mais de 400 mil pessoas de forma direta e indireta.

A iniciativa é realizada em parceria com a Secretaria de Governo e Sebrae-SP (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em São Paulo), com operacionalização da Prodesp, empresa de tecnologia da informação do Governo do Estado.

O programa irá receber inscrições dos 645 municípios paulistas, principalmente de pessoas que estão desempregadas, trabalham de forma informal ou que não possuem CNPJ.

Para saber mais, entre em contato com o CadÚnico da sua cidade e saiba como efetuar a inscrição ainda hoje!

Gostou do nosso artigo sobre o Bolsa Empreendedor? Então compartilhe com os seus amigos e familiares que são autônomos informais!

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Bruna Cezario

Estudante de Administração pela Universidade de São Paulo, atuo como redatora de conteúdo digital. Sou apaixonada por marketing, empreendedorismo e finanças. Tornar esses assuntos fáceis de serem compreendidos por você, é o meu principal propósito!