Bolsa Família: pagamentos de maio começam nesta quinta-feira (18)

A partir de hoje, 18 de maio, o governo federal disponibilizará um montante de R$ 14,2 bilhões destinado ao pagamento do Bolsa Família, beneficiando um total de 21,2 milhões de famílias em todo o território nacional. Segundo a Caixa Econômica Federal, cada família receberá um valor mínimo de R$ 600.

Adicionalmente, será concedido o Benefício Primeira Infância, que consiste em um acréscimo de R$ 150 por criança de até 6 anos, seguindo a mesma medida implementada nos meses de março e abril. Essa iniciativa contemplará aproximadamente 7,3 milhões de famílias, abrangendo cerca de 9 milhões de crianças.

No entanto, neste mês, quem é beneficiado do Bolsa Família não vai ter acesso ao Auxílio Gás, o qual é pago a cada dois meses e terá sua próxima parcela liberada somente em junho, de acordo com informações fornecidas pela Caixa. Para receber esse benefício, é necessário estar cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico) e atender aos critérios estabelecidos pelo programa. No mês de abril, o Auxílio Gás, no valor de R$ 110, foi disponibilizado para um total de 5,69 milhões de famílias, totalizando um custo de R$ 626,2 milhões.

Mudanças no Bolsa Família?

A partir de hoje, 18 de maio, os beneficiários com o último dígito do NIS (Número de Identificação Social) igual a 1 iniciarão o recebimento do benefício. Os pagamentos ocorrerão de forma sequencial, seguindo a ordem dos dígitos finais do NIS, até alcançar os beneficiários com o último dígito igual a zero.

A partir do mês de junho, o governo também dará início ao pagamento de um adicional para cada membro da família com idade entre 7 e 18 anos incompletos, além das gestantes.

Para ter direito ao Bolsa Família, é necessário que a família possua uma renda mensal de até R$ 218 por pessoa. A inscrição no programa deve ser realizada nos postos de atendimento do Cadastro Único e do Bolsa Família nos municípios. É de extrema importância estar inscrito no CadÚnico e manter os dados sempre atualizados.

O objetivo desse programa é auxiliar as famílias de baixa renda, fornecendo um suporte financeiro para garantir o acesso às necessidades básicas e promover a inclusão social. O pagamento do Bolsa Família é uma iniciativa crucial do governo para combater a pobreza e reduzir as desigualdades sociais no país.

Edson

Iniciando o primeiro período na faculdade de cinema e redator. Trabalhando com a escrita desde 2018, sempre encarei os meus textos com grande responsabilidade, e escrever sobre finanças e economia não vai ser diferente. Descomplicar esses temas para o público geral com certeza é o meu maior desafio, e espero que vocês me acompanhem nessa.