Caixa TEM: saiba como criar e usar o seu cartão de débito virtual

Você sabia que no aplicativo do Caixa TEM, usado para receber o auxílio emergencial do governo, é possível criar um cartão de débito virtual para fazer compras on-line ou transferir o dinheiro para carteiras digitais?

Publicidade

De acordo com a Caixa Econômica Federal, mais de 65 milhões de brasileiros já foram beneficiados com o “coronavoucher”. Porém, como a data de saque tem sido diferente da de depósito do auxílio, muitas pessoas estão tendo dificuldade para usar o dinheiro.

Publicidade

Gerar um cartão de débito virtual da sua conta poupança digital pode ser uma boa alternativa para quem está com pressa para usar o benefício. Confira como fazer neste artigo.

O que é um cartão virtual?

O cartão virtual é um mecanismo moderno fornecido por alguns bancos e normalmente serve como um “espelho” do cartão de crédito de plástico. Porém, algumas instituições financeiras, como o Nubank e a própria Caixa, também fornecem uma versão digital do cartão de débito, vinculada ao saldo da conta do cliente.

Isso quer dizer que, quando você usá-lo, o valor será debitado automaticamente da sua conta, de forma bem parecida com a de um cartão de débito físico.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

Qual a diferença dele para o cartão de plástico?

A diferença é que o cartão virtual, geralmente, só serve para ser usado em compras pela Internet.

Publicidade
Santander BR

Por outro lado, ele é bem mais seguro que o cartão de plástico. Isso porque a cada versão digital que você gerar, o cartão virá com um número, data de validade (normalmente de uma compra) e código de segurança diferentes. Dessa forma fica muito mais difícil clonarem ou roubarem suas informações.

Como gerar o cartão de débito virtual no app do Caixa TEM?

Como a conta poupança digital da Caixa Econômica não possui cartão físico, você pode gerar um cartão de débito virtual gratuito para fazer pagamentos on-line. Basta seguir os passos:

  1. Abra o aplicativo do Caixa TEMe faça o login
  2. No Menu Principal, clique em “Cartão de Débito Virtual”
  3. Irá aparecer uma conversa parecida com a do WhatsApp, clique em “Usar Agora meu Cartão de Débito Virtual”
  4. Você vai precisar confirmar a sua senha do Caixa TEM, por medida de segurança
  5. Logo depois, já irá aparecer uma imagem com os dados do seu cartão virtual

Lembrando que, assim como um cartão de débito normal, a versão virtual do cartão não aceita parcelamentos e o dinheiro será descontado diretamente do saldo da sua poupança digital usada para receber o auxílio emergencial.

Onde eu posso usar o cartão de débito virtual do Caixa TEM?

O cartão de débito virtual só poderá ser usado em sites ou aplicativos que aceitem cartão de débito como forma de pagamento. Ele não funciona na função crédito.

Porém, alguns aplicativos famosos como Netflix, Uber, Spotify e Ifood já aceitam o cartão de débito virtual. Para fazer a compra, basta escolher débito como forma de pagamento e digitar os dados da imagem que foi gerada no aplicativo do Caixa TEM.

Uma outra possibilidade é você usar o cartão virtual da conta poupança digital para transferir o dinheiro para outras carteiras digitais, como PicPay e Mercado Pago. Confira abaixo como fazer:

Transferir o dinheiro para o PicPay

Se você já tem uma conta no PicPay, pode usar o cartão de débito virtual para transferir o dinheiro do auxílio para o aplicativo de pagamentos.

Depois de gerado o seu cartão de débito virtual no aplicativo do Caixa TEM, siga os seguintes passos;

  • Entre no aplicativo do PicPay com a sua conta
  • Na tela inicial do app, no menu inferior, clique em “Carteira”
  • Agora aperte a opção “Adicionar”
  • Selecione “Cartão de débito virtual Caixa”
  • Digite os dados do cartão gerado no aplicativo do Caixa TEM e o valor que deseja transferir

Depois de transferido o dinheiro, você poderá usá-lo normalmente no PicPay, para transferir para outros bancos, pagar amigos, boletos, recarregar o celular, comprar Gift Cards e outros serviços. Lembrando que a carteira digital do PicPay também rende 100% do CDI ao mês.

Para conhecer mais sobre a conta do PicPay, veja este outro artigo.

Transferir o dinheiro para o Mercado Pago

Outra carteira digital que aceita o dinheiro do auxílio emergencial usando o cartão de débito virtual do Caixa TEM é a do Mercado Pago:

  1. Entre no aplicativo do Mercado Pago logando com a sua conta
  2. No menu principal do app, clique em “Adicionar Dinheiro”
  3. Selecione “Cartão virtual CAIXA”
  4. Digite o valor que deseja transferir (lembrando que você precisa ter o valor disponível no saldo da sua conta poupança digital do auxílio emergencial)
  5. Informe os dados do cartão de débito virtual criado no aplicativo do Caixa TEM

O dinheiro entra na sua conta do Mercado Pago na hora e você poderá usá-lo para pagar boletos, transferir para outros bancos, fazer compras com desconto em estabelecimentos parceiros, recarregar o celular e o cartão de transporte, pagar amigos, abastecer o carro, e muito mais.

Para saber mais sobre a conta do Mercado Pago, veja este outro artigo.

Conclusão

Para quem está recebendo o auxílio emergencial e tendo dificuldades para usar o dinheiro antes do prazo de saque, uma boa opção é gerar um cartão de débito virtual para fazer compras on-line em sites e aplicativos ou transferir o valor para carteiras digitais que permitem uma boa variedade de serviços, como o Picpay e o Mercado Pago.

Outra possibilidade é enviar o dinheiro via boleto para contas correntes de bancos digitais, como o Banco Inter, Nubank, e Next. Assim, você pode usar o cartão da conta para efetuar saques nos caixas do Banco24Horas. Para saber como fazer, veja este outro artigo.

1 comentário em “Caixa TEM: saiba como criar e usar o seu cartão de débito virtual”

  1. Eu não tou conseguindo entra no meu caixa tem só fala pr mim entra e libera ai manda msn no meu número mais nunca da serto como q eu faço pr gera um código pr compra virtual se o caixa tem não funciona

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.