Canal de Suez – Por que navio encalhado fará economia global piorar?

O Canal de Suez, localizado no Egito, é hoje, uma das principais travessias marítimas do mundo para que possa ocorrer o transporte seja de mercadorias ou matérias-primas.

Anúncios

Na terça-feira, a passagem acabou sendo bloqueada pelo cargueiro Ever Given, que acabou encalhando em razão de uma falha técnica.

Essa situação acabou levando uma preocupação enorme para o mundo todo, já que, o bloqueio está impedindo a passagem dos demais navios.

Segundo a agência Reuters, caso o canal permaneça bloqueado por mais três ou cinco dias, o resultado gerará movimentos na economia do mundo todo, movimentos esses, nada positivos.

Com esse assunto em alta, decidi criar um conteúdo explicativo, onde apresentarei alguns motivos que faz com que o Canal de Suez seja tão importante para o mundo.

Canal de Suez – Por que navio encalhado fará economia global piorar?

– O Canal de Suez é o elo que une Oriente e Ocidente:

O Canal de Suez é navegável em 193 quilômetros da sua extensão e ele liga o Mar Mediterrâneo com o Mar Vermelho.

Essa é, sem dúvida uma das principais áreas econômicas do mundo, já que passa por ela 12% de todo o comércio mundial.

O valor do canal está em conseguir oferecer aos navios uma rota que passa entre a Ásia, Europa e Oriente Média, sem a necessidade de precisar contornar o extremo sul da África.

Essa passo faz com que os navios consigam economizar quase 9 mil quilômetros , reduzindo a distância em quase 43% do que ela deveria ser.

– São mais de R$ 50 bilhões encalhados:

A fila de navios que estão esperando cruzar até quarta-feira, incluía mais de 40.

Alguns dos itens que são transportados são:

  • Grãos;
  • Cereais;
  • Produtos secos (cimento, por exemplo).

Além disse, existem 24 navios tanques e 8 navios transportando gados e um caminhão pipa.

De acordo com a Agência de Energia dos Estados Unidos, o canal é essencial para a segurança energética global e também no abastecimento de matérias-primeiras mercadoria.

Anualmente, mais de 19 mil navios passam pelo canal anualmente, transportando milhões de toneladas de mercadorias.

Dos navios parados no Canal nesse momento, R$ 28,2 bilhões vão para o oeste e os outros R$ 25,4 bilhões para o leste.

– Congestionamentos de portos pode ser um dos problemas:

Com muitos navios parados, esperando o momento para poderem seguirem para seus respectivos destinos, existe um medo e insegurança crescente.

O congestionamento dos portos depois da libração do espaço é um desses problemas.

A previsão atual é que o canal irá demorar, pelo menos dois dias para poder desobstruir todos os navios que já estão lá.

Como a liberação serão totais, isso irá acarretar em um pico de carregamento nos principais portos da Europa.

Através desses dados, dentro de um prazo de uma semana, será possível ver os congestionamentos nos portos europeus dentro do período de uma semana.

Isso quer fizer que o fornecimento de todos os itens que estão nas lojas europeias pode ser afetado.

E o restante dos produtos e das mercadorias?

São milhões de dólares paralisados em commodities nos outros navios e, se o canal não for aberto rapidamente, será necessário buscar novas rotas.

Buscando novas rotas, haverá mais tempo, além de mais combustíveis e claro, mais custos que serão repassados a todos os consumidores.

Segundo canais da BBC, esse era um sinal previsível se for levado em consideração as novas gerações de grandes navios, ao tentar passar por lugares tão estreitos.

 

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…