Como fugir dos juros do rotativo do cartão de crédito? Veja essas dicas incríveis

É importante pagar em dia a fatura do cartão de crédito, para evitar o rotativo.

Os juros do rotativo do cartão de crédito são um perigo e merecem muita atenção. Afinal de contas, são as taxas mais altas do mercado formal e isso pode atrapalhar as finanças no final do mês.

Por exemplo, de acordo com os dados divulgados pelo Banco Central, 2022 fechou o ano com taxa de 409,3% sobre o rotativo. Basicamente, se uma pessoa devia R$ 1.000 em janeiro de 2022 e não pagou, essa dívida passou para R$ 4.009,30 no final do ano, por conta dos juros do rotativo.

Desta maneira, é importante pagar em dia a fatura do cartão de crédito, para evitar o rotativo. Além disso, ainda há o juro do parcelamento da fatura, que as operadoras de cartão oferecem.

ANÚNCIOS

Neste caso, os juros do rotativo ficam em cerca de 180% ao ano. Ainda assim, é um valor muito alto e muito acima da inflação. Em 2022, o índice inflacionário ficou em 5,93%, segundo o Banco Central.

Como evitar os juros do rotativo?

Primeiramente, como já dito, é importante pagar as contas do cartão de crédito em dia. Desta maneira, não vai ter nenhum tipo de juro e ainda terá muitas vantagens.

Isso porque, com o cartão de crédito, é possível parcelar uma compra em dez vezes ou mais, sem juros. Então, se pagar dentro do prazo, o preço do produto vai ficar até mais barato, considerando a depreciação do bem, que não terá os juros do rotativo.

Agora, se pagar a fatura mínima do cartão, algo também oferecido pelo banco, já será um mau negócio. Isso porque vai cair no rotativo e vai pagar juros altos. Então, como os especialistas em finanças sempre alertam, quem não tem disciplina financeira nem deve ter cartão de crédito.

ANÚNCIOS

Alternativas para o juro

No entanto, se eventualmente não tiver condições de pagar em dia a conta do cartão de crédito, uma dica é fazer um empréstimo consignado ou um empréstimo no seu banco.

Assim, vai poder quitar a dívida do cartão e não vai precisar pagar os juros do rotativo. Desta maneira, vai apenas pagar o juro do empréstimo, que também é caro, mas bem menor, ficando em 2,5% a 3,5% ao mês.

Além disso, também é importante ter apenas um cartão de crédito. Isso porque, para manter dois, fica mais difícil ainda para conseguir controlar e evitar os juros do rotativo.

 

Leia também: SUS oferece tratamento ortodôntico grátis.