Concurso do Senado: tire dúvidas sobre os editais para 1.002 vagas

A corrida para o Senado custa até R$ 33,4 mil, e analistas, advogados, consultores e policiais legislativos têm a oportunidade de participar. O processo seletivo foi organizado pela Fundação Getúlio Vargas (FVG)

Anúncios

O anúncio da campanha do Senado para diversas funções de Brasília (DF) foi publicado na edição do Diário Oficial da União nesta terça-feira (23).

Inicialmente, a opção oferecia 1.014 vagas (entre imediatas e pré-matrículas), que foram reduzidas para 1.002 após a correção das vagas.

Esta é a primeira competição da agência em 11 anos – a última seleção ocorreu em 2011 para preencher 246 vagas.

Em uma série de perguntas e respostas, a JC Concursos esclareceu algumas dúvidas importantes sobre o novo processo seletivo. Verificar:

Quantas vagas de emprego existem?

No total, são 1.002 vagas distribuídas em cinco editais: 22 oportunidades para recrutamento imediato e 980 oportunidades para formação de Cadastro de Reserva (CR).

Que empregos estão disponíveis?

Há oportunidades para analistas (12 vagas imediatas + 688 CR), advogados (1 + 19 CR), consultores (2 + 100 CR) e policiais legislativos (7 + 173 CR). Dividido por região da seguinte forma:

 

  • analista legislativo — administração (2 vagas imediatas + 248 CR);
  • analista legislativo — arquivologia (1 + 14 CR);
  • analista legislativo — assistência social (1 + 9 CR);
  • analista legislativo — contabilidade (1 + 19 CR);
  • analista legislativo — enfermagem (1 + 19 CR);
  • analista legislativo — engenharia eletrônica e telecomunicações (1 + 9 CR);
  • analista legislativo — engenharia do trabalho (1 + 4 CR);
  • analista legislativo — processo legislativo (1 + 249 CR);
  • analista legislativo — informática/análise de sistemas (1 + 59 CR);
  • analista legislativo — informática/análise de suporte de sistemas (1 + 39 CR);
  • analista legislativo — registro e redação parlamentar (1 + 19 CR);
  • advogado (1 + 19 CR);
  • consultor legislativo — orçamento e direito financeiro (1 + 9 CR);
  • consultor legislativo — orçamento e análise econômica (10 CR);
  • consultor legislativo — assessoramento legislativo/agricultura (4 CR);
  • consultor legislativo — comunicações e tecnologia da informação (4 CR);
  • consultor legislativo — desporto e cultura (3 CR);
  • consultor legislativo — direito civil, processual civil e agrário (4 CR);
  • consultor legislativo — direito constitucional, administrativo, eleitoral e processo legislativo (5 CR);
  • consultor legislativo — direito do trabalho e direito previdenciário (1 + 3 CR);
  • consultor legislativo — direito econômico e regulação, direito empresarial e do consumidor (3 CR);
  • consultor legislativo — direito internacional público, relações internacionais e defesa nacional (3 CR);
  • consultor legislativo — direito penal, processual penal, penitenciário e segurança pública (4 CR);
  • consultor legislativo — direito tributário e direito financeiro (5 CR);
  • consultor legislativo — direitos humanos e cidadania (4 CR);
  • consultor legislativo — economia do trabalho, renda e previdência (3 CR);
  • consultor legislativo — economia regional e políticas de desenvolvimento urbano (3 CR);
  • consultor legislativo — educação (4 CR);
  • consultor legislativo — meio ambiente (4 CR);
  • consultor legislativo — minas e energia (4 CR);
  • consultor legislativo — política econômica e finanças públicas (4 CR);
  • consultor legislativo — política econômica e sistema financeiro (3 CR);
  • consultor legislativo — políticas microeconômicas (3 CR);
  • consultor legislativo — pronunciamentos (3 CR);
  • consultor legislativo — saúde (4 CR);
  • consultor legislativo — transportes (4 CR).
  • policial legislativo (7 + 173 CR).

Quem pode concorrer ao Senado?

Os cargos de assessores, policiais legislativos e analistas (profissionais em administração, processo legislativo e registro e redação parlamentar) podem ser contestados por profissionais de alto nível em qualquer área.

Outras funções de analista exigem graduação em áreas específicas (arquivo, serviço social, contabilidade, enfermagem, informática e engenharia). O trabalho de um advogado é para graduados em direito.

Quanto ganham os funcionários do Senado?

Os salários iniciais da agência são de R$ 19.427,79 (polícia legislativa), R$ 25.897,76 (analistas) e R$ 33.461,68 (advogados e consultores).

Há espaço para negros e deficientes?

Por lei, o concurso reserva 5% das vagas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos que se identificam como negros.

Quando as inscrições estão abertas?

Os interessados ​​podem se inscrever pelo site www.conhecimento.fgv.br das 16h do dia 23 de agosto às 16h do dia 21 de setembro. Ainda tem dúvidas? Aqui está um guia passo a passo sobre como se inscrever.

Qual é a taxa de inscrição?

Os honorários são fixados em R$ 55 (polícia legislativa), R$ 73 (analistas) e R$ 94 (advogados e consultores). Quem quiser ser isento deve se inscrever até 25 de agosto.

Quando e onde será a prova?

A avaliação objetiva e expositiva está marcada para o dia 6 de novembro – apenas para candidatos a advogado e advogado, com uma segunda prova no mesmo mês, no dia 27. O exame estará disponível em todas as capitais do Brasil.

O que devo estudar para o exame do Senado?

De acordo com o programa, as questões abrangerão o seguinte:

 

  • língua portuguesa;
  • língua inglesa;
  • raciocínio lógico matemático;
  • legislação;
  • conhecimentos em direito;
  • conhecimentos específicos.

Qual o prazo de validade do concurso?

A seleção terá validade de dois anos, a contar da homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do Senado, conforme estabelecem os editais.

Como posso esclarecer outras dúvidas?

A Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca que organiza a seleção, pode ser contatada pelo telefone 0800 283 4628, além do e-mail [email protected] No site da empresa, os candidatos também têm à disposição a seção “Fale Conosco” (clique aqui para abrir).

Baixe os editais do concurso do Senado

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…