Conheça alguns dos investimentos mais indicados para 2020

Já pensou em investimentos  mais indicados para 2020? Portanto, se você cuida bem do seu dinheiro ou transformou isso em meta para o ano que vem, deve estar acompanhando as notícias sobre a economia do país. 

Anúncios

No entanto, em um cenário de queda de juros e Reforma da Previdência, investir se tornou o objetivo de muita gente, apesar das dúvidas sobre em que aplicar o dinheiro.

Por isso vamos indicar para você os melhores investimentos em renda fixa e renda variável para o ano que está por vir. Claro que a escolha vai depender das suas metas financeiras, mas aí caberá a você decidir a aplicação mais adequada aos seus sonhos. Vamos lá?

Anúncios
investimentos mais indicados para 2020
investimentos mais indicados para 2020

1. Tesouro Direto – investimentos mais indicados para 2020

A emissão de títulos públicos pelo Governo Federal é uma das melhores opções para quem está começando a investir ou a formar uma reserva de emergência. O aporte mínimo é de R$ 30.

Anúncios

No cenário atual, vale investir em: Tesouro IPCA , atrelado à inflação e com prazos mais longo, Tesouro Prefixado, com datas de vencimento próximas de 3 anos ,Tesouro Selic, pela liquidez diária.

Os dois primeiros são indicados para quem busca uma rentabilidade um pouco maior, mas ainda de forma mais segura. O último é bom para reserva de emergência.

2. CDB, LCI ou LCA

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título emitido pelos bancos e tem sua taxa de rentabilidade atrelada ao CDI. Como a sigla é ligada às variações da Taxa Selic, a recomendação é buscar prazos maiores, além de emissões prefixadas ou que acompanham a inflação.

Anúncios
Anúncios

A LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são aplicações similares ao CDB, mas com rendimento menor e isenção de Imposto de Renda.

3. Fundos Multimercado-investimentos mais indicados para 2020

Entre os investimentos para 2020, os Fundos Multimercado são indicados para perfis moderados, que aceitam correr algum risco, e contam com a ajuda de um gestor de ativos. É uma boa opção para diversificar a carteira, sem precisar de um grande aporte para começar.

4. Debêntures

Emitidas por empresas privadas, as debêntures são indicadas para quem tem uma tolerância maior a riscos também, já que não conta com a segurança do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Ou seja, se a empresa decretar falência, o valor investido é perdido.

5. Ações (Bolsa de Valores)

Com o maior ciclo de cortes de juros desde 2003 e com a Taxa Selic cada vez mais baixa, o cenário favorece o investimento em ações, um dos principais ativos da renda variável. Portanto, é uma boa aplicação para perfis arrojados, mais abertos aos riscos.

Se você já tem uma reserva de emergência e conhecimento sobre a volatilidade do mercado, por exemplo, a Bolsa de Valores pode trazer bons rendimentos em longo prazo,  ou seja, a  recomendação é investir em empresas bem geridas nos setores financeiro, de energia e varejista, principalmente.

6. Fundos Imobiliários

Contudo, entre as opções de investimentos para 2020 em renda variável, os Fundos Imobiliários (FIIs) são ativos com foco no setor de imóveis. O lucro pode vir dos aluguéis de empreendimentos (mensal) ou dos juros e dividendos recebidos pelo fundo, distribuídos entre os investidores.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

A dica é buscar imóveis de qualidade e bem localizados,ou seja,  além de ajuda especializada como um gestor de ativos, para diversificar a carteira e manter o equilíbrio dos rendimentos. Vale ressaltar que a renda fixa continua sendo uma boa opção para quem busca maior segurança na hora de investir e tem metas de longo prazo. Se você acompanha as movimentações da renda variável, o cenário é ainda melhor.

Agora que você está a par das melhores opções de investimentos para 2020, contudo, só falta escolher qual delas vai transformar seus sonhos em realidade. Quer aprender mais? Confira estratégias para investir seu dinheiro.

Anúncios
Rolar para cima