Criptomoedas pode ser uma boa? Saiba como investir

Criptomoedas é uma espécie de dinheiro virtual.

As criptomoedas são uma espécie de dinheiro virtual, ou seja, as não possuem uma versão física. Neste caso, apenas podem ser comercializadas virtualmente, assim como as ações de empresas na Bolsa de Valores.

Até por conta disso, muita gente tem um ‘pé atrás’ com as criptomoedas, que ainda inda parecem longe de serem populares no Brasil. No entanto, essa versão do dinheiro tem leis e regras específicas, com garantias para os consumidores.

Quais são os riscos de investir em criptomoedas?

No entanto, as criptomoedas também possuem muitos riscos, como a falta de uma regulamentação específica em caso de roubos. Por exemplo, não teria a quem recorrer caso perca dinheiro desta maneira. Assim, quando for investir em criptomoeda, o cenário ideal é evitar aplicar tudo nelas.

Outra questão também é a volatilidade do produto, ou seja, ela pode aumentar ou perder o valor de repente. Inclusive, no ano passado, as criptomoedas perderam muito valor. Assim, para quem já vinha investindo, houve prejuízo.

Então, as criptomoedas são um investimento de risco, para pessoas menos conservadores. E, em alguns países, inclusive, nem é permitido o uso desse produto, que não é emitido pelos bancos de nenhum país, se tratando de um dinheiro universal.

Quanto vale 1 criptomoeda e Real?

Agora, o que também muita gente não sabe, é o real valor da criptomoeda. Até porque ela pode ter uma grande variação de preço. Mas, nas cotações mais recentes, uma criptomoeda valia R$ 113 mil.

Desta maneira, o consumidor teria que praticamente pagar o valor de um carro zero quilômetro para ter uma unidade das criptomoedas. No entanto, uma notícia positiva é que não se precisa, necessariamente, comprar tudo isso.

Logo, quem deseja começar a investir em criptomoedas, pode começar também comprando apenas uma fração. Inclusive, é possível comprar uma fração a partir de R$ 1. Neste caso, é um valor praticamente simbólico.

Atualmente, muitos bancos digitais, como o Nubank, oferecem o serviço de moedas digitais. Assim, é possível, pelo próprio aplicativo do telefone celular, adquirir uma ou algumas frações do produto.

Além disso, através do próprio aplicativo do celular, o investidor pode acompanhar o volume diário do crescimento ou da queda do valor das criptomoedas. Desta maneira, vai conseguir controlar melhor os rendimentos e saber a melhor hora até mesmo de vender as criptomoedas. E isso é possível de se fazer até mesmo pelo próprio aplicativo do banco, sem precisar nem mesmo sair de casa.

 

Saiba também: Banco Inter tem modalidade de conta Kids.

Keila Andrade

Jornalista especializada em textos em SEO.