Descubra como comprar motos baratas em leilão!

Veja neste artigo como comprar motos baratas em leilão e evitar possíveis problemas como golpes e falta de pagamento com segurança!

Anúncios

Todo mundo já quis participar de leilões, não é mesmo? Especialmente os de automóveis.

Famosos por disponibilizarem veículos a preços baixíssimos, sempre despertam o interesse popular e também a curiosidade de todos. O que realmente não é de se espantar, já que a oferta é de produtos a preços abaixo do mercado.

Mas, assim como em qualquer outro tipo de compra, é necessário entender o funcionamento e aprender como e quando dar o seu lance.

Compreendendo isso, você certamente poderá comprar motos baratas em leilão e ter uma nova na garagem quase a preço de banana.

Como funciona um leilão de motos?

Para saber como dar um lance, vamos entender como é o funcionamento de um leilão. O primeiro passo necessário para participar é fazer o seu cadastro no site do leilão. Ninguém pode participar sem passar por essa etapa.

Requerendo informações simples como dados pessoais e apresentação de documentos, após o cadastro ser validado você precisará acompanhar o calendário e aproveitar a agenda.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

Ao encontrar um item que seja o que você procura, o conselho que damos é que você analise corretamente todas as informações disponíveis sobre ele.

Se for condizente com o que você busca, na data prevista você poderá dar um ou mais lances no pregão.

É nesse momento que ocorre uma disputa onde quem der o melhor lance, poderá ter a maior chance de comprar motos baratas em leilões.

Qual a origem das motos disponíveis em leilões?

As motos ofertadas estão lá em decorrência de apreensões ocorridas por inúmeros motivos e que não têm sua devolução reclamada por seus donos.

Após um período, o proprietário perde o direito de reaver seu veículo, proporcionando a quem está ligado nos editais essa chance de comprar motos baratas em leilão.

Elas são categorizadas entre as que voltarão a circular e as que não poderão mais encarar as ruas.

Isso acontece porque muitos dos veículos não se encontram mais em condições de uso, sendo úteis apenas para retirar peças, enquanto outros estão em pleno funcionamento.

É sempre importante observar bem as motos antes de dar seu lance. Avalie todos os detalhes, cheque os documentos e, se possível, conte com o auxílio de um mecânico para saber se realmente vale a pena fazer aquela compra.

Se não contar com uma averiguação minuciosa, comprar motos baratas em leilão pode ser um grande tiro no pé. Porém, com a cautela necessária para analisar os pontos necessários, trata-se de um excelente negócio.

Como regularizar a moto comprada em leilão?

Se o seu lance for aceito e você arrematar a moto, é importante que ela seja regularizada antes de ganhar as ruas. Isso, claro, se você não escolheu uma do grupo das sucatas – estas não poderão, de forma alguma, voltar a circular.

As autorizadas precisam ter sua documentação toda feita em até 30 dias da data da compra, assim como acontece com qualquer outro veículo.

Isso deve ocorrer no Detran, com todos os documentos do comprador e os do antigo proprietário (não se preocupe, estes serão fornecidos no leilão após a compra ser fechada).

Os débitos referentes a multas e dívidas anteriores à data da compra são de responsabilidade do dono anterior. Já o IPVA e tudo que acontecer deste dia em diante, são totalmente de obrigação do comprador.

O fato de você conseguir comprar motos baratas em leilão não o deixa livre da incumbência de mantê-la em dia com seus documentos e revisões.

É de sua completa responsabilidade manter tudo dentro da mais devida ordem legal requerida pelas Leis de Trânsito do Brasil.

Dúvidas sobre como comprar motos baratas em leilão? Deixe abaixo nos comentários!

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo