Golpes nos endividados: como os cartórios estão agindo para evitar problema

O serviço contra golpes lançado pelos cartórios é o Avise-me!, que se trata de uma forma de avisar a pessoa

Os golpes são fatos que sempre aconteceram e ainda existem de diversas maneiras. No entanto, outro tipo de golpe que vem crescendo é sobre pessoas endividadas.

Então, pessoas que já possuem algum tipo de dívida e estão tentando resolver, acabam tendo um prejuízo ainda maior. E um problema que, muitas vezes, já era grande, se torna pior.

Assim, para tentar minimizar esses casos, os cartórios de protestos no Brasil estão criando possibilidades de trabalhar com a tecnologia. E a ideia é alertar o cidadão antes de ele ser, realmente, lesado.

CONHEÇA MAIS BENEFÍCIOS:

DINHEIRO ESQUECIDO

Cartórios lançam serviço contra golpe

Desta maneira, o serviço contra golpes lançado pelos cartórios é o Avise-me!, que se trata de uma forma de avisar a pessoa sobre o pagamento de uma dívida.

Isso funciona da seguinte forma: sempre que uma dívida for lançada no CPF ou CNPJ daquela pessoa ou empreendimento, o Avise-me notifica empresas e cidadãos. Mas, para isso, é importante cadastrar o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) na plataforma. Assim, haverá um maior controle do assunto.

Essa notificação acontece pelo SMS ou pelo email previamente cadastrado. E vale para os mais de 3.760 cartórios de protestos existentes atualmente no Brasil. Isso, de certa forma, poderá ajudar a ter um controle melhor.

E, para que a pessoa tenha ainda mais segurança, é obrigatório também assinar um termo. E esse termo precisa, necessariamente, da assinatura digital Gov.br. Ou seja, apenas para pessoas que têm nível de segurança prata ou ouro.

“A intenção é prevenir golpes e fazer com que as empresas e pessoas físicas saibam que está sendo lançada uma dívida e possam quitar essa pendência antes que passem a ter restrições no crédito. A iniciativa visa proteger as pessoas em um cenário de constantes vazamentos de dados na internet, golpes e fraudes”, informou o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil.

Onde de golpes crescente

Nos últimos anos, o número de golpes virtuais têm acontecido de forma sistemática no país. Muitas pessoas têm prejuízos, principalmente com a popularização do PIX. Embora o sistema de transferência de dinheiro instantâneo seja mais prático, também tem sido alvo de emboscadas e até sequestros.

Então, o poder público também precisa tomar medidas para bloquear o problema e minimizar a situação, para que os golpes não atinjam ainda mais pessoas, que podem ter um prejuízo para o resto da vida em algumas situações.

 

Saiba mais: Veja novas empresas que participam do Desenrola.