Governo divulga calendário da segunda parcela do auxílio com mudanças importantes. Saiba tudo aqui!

O governo federal finalmente divulgou nesta sexta-feira (15) o calendário para o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial. O atraso gerou revolta de boa parte da população dependente do benefício, e muitos questionavam se o dinheiro seria realmente pago.

Anúncios

Nos últimos dias, explicamos aqui no site sobre o porquê da demora e revelamos que, devido à pressão popular, o calendário deveria ser divulgado em breve. Neste outro artigo, também explicamos quem teria direito ao benefício.

Agora que as datas foram publicadas, continue lendo o texto para saber quando você irá receber o dinheiro e tirar as principais dúvidas sobre a segunda parcela do auxílio emergencial.

Por que a demora na divulgação do calendário?

Inicialmente, o governo havia prometido que a segunda parcela começaria a ser paga a partir do dia 27 de abril. No dia 20 de abril, a Caixa Econômica Federal chegou inclusive a informar a antecipação do pagamento para o dia 23 do mesmo mês, porém, dois dias depois, o Ministério da Cidadania voltou atrás e disse que não seria possível o adiantamento.

Após esse acontecimento, o governo prometeu novas datas para a divulgação do calendário, mas não cumpriu. A Caixa informou que já estava pronta para começar o pagamento da segunda parcela, mas que dependia do calendário para iniciar o processo.

A justificativa dada pelo governo foi de que o número de solicitantes do auxílio emergencial foi bem maior que o esperado e que, para o pagamento da segunda parcela, seria necessário liberar um crédito suplementar para conseguir pagar.

Além disso, muita gente ainda nem havia recebido a primeira parcela, já que houve vários relatos de erros cadastrais, problemas com o aplicativo e filas nos bancos.

E quando irei finalmente receber a segunda parcela?

Depois de mais de duas semanas de atraso, o governo finalmente divulgou o calendário do pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial.

Ela começará a ser paga a partir do dia 20 de maio (quarta-feira), dependendo do mês de aniversário do beneficiário.

Vale destacar, porém, que esse calendário só vale para quem recebeu a primeira parcela do “coronavoucher” até o dia 30 de abril. Quem recebeu depois dessa data, ainda não há informações de quando receberá a segunda.

Também aconteceram algumas mudanças com relação ao recebimento e saque do auxílio. Confira:

Mudança no recebimento do auxílio

Ao contrário do que foi feito na primeira parcela, onde o dinheiro entrava diretamente na conta informada pelo cadastrante, com a segunda parcela será diferente.

Haverá uma primeira etapa, que inicia no dia 20 de maio, em que todos (independente de ter indicado conta de outro banco no cadastro) receberão o dinheiro por meio de uma conta poupança digital da Caixa, assim como acontecia com quem não informava uma conta no momento de solicitar o coronavoucher.

Até o dia 30 de maio, eles não poderão transferir ou sacar o dinheiro, mas poderão usá-lo para pagar contas, boletos ou compras por meio de cartão de débito virtual.

A partir do dia 30 de maio, porém, o saldo restante da segunda parcela que estiver na sua poupança digital poderá ser transferido para a sua outra conta, caso você tenha informado alguma quando se cadastrou. Também só será possível sacar o dinheiro em espécie nas agências bancárias a partir dessa data.

Confira o calendário completo da segunda parcela

Dia de recebimento Mês de aniversário
20 de maio janeiro e fevereiro
21 de maio março e abril
22 de maio maio e junho
23 de maio julho e agosto
25 de maio setembro e outubro
26 de maio novembro e dezembro

Mais uma vez, lembramos que essas são as datas em que o dinheiro ficará disponível na conta poupança digital da Caixa, mas não poderá ser transferido ou sacado.

Calendário para saque

Para evitar filas nos bancos, serão 12 datas diferentes para quem precisar sacar o dinheiro em espécie ou transferir para contas de outros bancos, dependendo do mês de aniversário:

Dia de saque Mês de aniversário
30 de maio janeiro
 1 de junho fevereiro
2 de junho março
3 de junho abril
4 de junho maio
5 de junho junho
6 de junho julho
8 de junho agosto
9 de junho setembro
10 de junho outubro
12 de junho novembro
13 de junho dezembro

Bolsa Família

Quem recebia o Bolsa Família e passará a receber o auxílio emergencial durante os 3 meses, terá um calendário diferente, seguindo o mesmo calendário do Bolsa Família.

O pagamento se iniciará no dia 18 de maio e a ordem dependerá do número final do NIS registrado no cartão do benefício.

Data de recebimento Número final do NIS
18 de maio 1
19 de maio 2
20 de maio 3
21 de maio 4
22 de maio 5
25 de maio 6
26 de maio 7
27 de maio 8
28 de maio 9
29 de maio 0

E a terceira parcela, vai ter mesmo?

Sim, o governo confirmou que irá fazer o pagamento da terceira parcela do auxílio emergencial. Porém, inicialmente tinha informado que iria começar a ser feito a partir do dia 26 de maio, mas, com o atraso da segunda parcela, essa data não será mais respeitada.

Ainda não foi divulgado oficialmente o calendário de pagamento da terceira parcela, mas, assim que for, nosso site trará todas as informações detalhadas.

Gostou deste conteúdo?

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo