INSS concede benefícios a crianças e jovens. Veja valor e como funciona

Para esse grupo, o INSS concede BPC/Loas (benefícios continuados), que estão disponíveis tanto para idosos de baixa renda quanto para pessoas com deficiência.

Anúncios

Você sabia que crianças e jovens podem ter direito aos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)?

Para esse grupo, o INSS concede o BPC/Loas (Benefício de Prestação Continuada), tanto para idosos de baixa renda quanto para pessoas com deficiência, o que também vale para crianças e adolescentes.

O principal objetivo do BPC é ajudar cidadãos de baixa renda a pagar os benefícios do salário mínimo (atualmente R$ 1.212) por mês.

O benefício é concedido mesmo que o cidadão nunca tenha contribuído para o INSS. Isso porque é um benefício de assistência social, o que significa que pode ser concedido até mesmo para quem nunca contribuiu para o INSS.

________________
________________

Receber solicitações do BPC

Para receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC), alguns requisitos devem ser atendidos:

No caso de pessoas com deficiência, os subsídios podem ser concedidos independentemente de a deficiência ser física, mental, intelectual ou sensorial, se a deficiência tiver impedido por muito tempo a vida social do indivíduo.

Em relação a crianças e adolescentes: Quando uma deficiência impede uma criança de viver uma vida adequada à idade em igualdade de condições com o resto da sociedade.

Para conceder os benefícios, o INSS exige que a pessoa faça um exame médico para comprovar sua saúde. Nesse caso, as crianças e adolescentes serão avaliados para ver como a deficiência ou doença afeta a participação social do adolescente.

Muitas doenças acabam dificultando o aprendizado e o relacionamento com o ambiente escolar, bem como com familiares ou outros.

Prova de renda

Outra exigência do órgão está relacionada à situação financeira da pessoa. Para obter um BPC, você deve mostrar que está na condição de baixa renda.

Nesse caso, as regras exigem que as famílias ganhem 1/4 do salário de cada pessoa, ou seja, a renda média de cada pessoa deve ser em torno de 25% do salário mínimo vigente.

As condições de moradia também serão avaliadas, assim como o custo do tratamento da criança pela família.

Registre-se no Cadúnico

Para serem elegíveis ao BPC, as famílias devem estar cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federal.

Como crianças e adolescentes solicitam o BPC?

O primeiro passo para garantir o acesso ao BPC é cadastrar sua família no CadÚnico. Se você não sabe onde fica o CRAS da sua cidade, procure informações sobre o cadastro do CadÚnico na Prefeitura.

Após o cadastro no CadÚnico, você deve agendar os atendimentos no INSS por meio de um dos seguintes canais do INSS:

  • Através do site Meu INSS;
  • Pelo aplicativo Meu INSS disponível para celulares Android e iOS;
  • Pela central telefônica do INSS número 135.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo