INSS: regras de aposentadoria terão novidades para 2023; confira quais são

O INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) terá novas regras de aposentadoria em 2023. Isso de acordo com o que já estava previsto na nova lei da Previdência Social, ativa desde 2019.

Desta maneira, para quem tem planos (e idade) de se aposentar pelo INSS em 2023, deverá ficar atento, especialmente as mulheres. Isso porque a idade mínima de aposentadoria para elas passa por uma mudança.

Conforme as novas regras para o INSS, a mulher precisa ter, ao menos, 62 anos para se aposentar por idade, enquanto o homem precisa ter 65 anos. No entanto, em ambos os casos, é obrigatório contribuir, ao menos, por 15 anos.

Contudo, ainda continua valendo a regra de ter trabalhado ao menos 35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres. Isso também faz parte da nova regra da previdência.

INSS e a transição

Agora, também é importante considerar as regras de transição do INSS, pois, quem já contribuía antes da reforma previdenciária em 2019, não vai arcar com todas as mudanças de regras. Por isso, as mudanças acontecem, mas não são tão pesadas quanto para quem está começando a contribuir agora.

Atualmente, existe a opção da aposentadoria por idade e também da chamada regras dos pontos do INSS. Nestes casos, o cenário ideal é buscar um advogado especializado em direito previdenciário para analisar o que vai compensar mais na hora de se aposentar. Isso porque os valores pode mudar.

Mas, como funciona a regra dos pontos no INSS? Neste caso, o homem precisa somar 100 pontos e a mulher, 90. Assim, se o homem tem 65 anos de idade e contribuiu por 35 anos, vai somar esses dois números e chegar 100, podendo se aposentar.

Assim como uma mulher que tem 60 anos e contribuiu por 30 anos no INSS, também poderá se aposentar. Por fim, para pedir a aposentadoria, o beneficiário precisa entrar no site do Meu INSS e entrar com o pedido online, acompanhando posteriormente. Isso pode levar até 45 dias para a análise.

CAIXA TEM - INFORMAÇÕES: