Jovem Aprendiz: Entenda como funciona o programa

Considerando o fato de que conseguir a primeira oportunidade de emprego é um enorme desafio, o programa Jovem Aprendiz que possui sustentação previsão legal tem o propósito de tornar esse processo muito mais fácil para os jovens brasileiros.

Publicidade

O principal objetivo do programa é exercer a função de contribuir no crescimento profissional da juventude de nosso país.

Publicidade
Publicidade

Quem optar por fazer parte do programa jovem aprendiz 2021 estará dando um importante passo para uma trajetória de sucesso dentro do mercado de trabalho, mas, você sabe como funciona esse programa?

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
 
CARTÃO SEM ANUIDADE

Não há complexidade nenhuma para entender quais são as vantagens, os requisitos e o funcionamento desse programa que ajuda diversos brasileiros a ingressar no mercado de trabalho.

Publicidade

Ficou curioso para conhecer melhor sobre esse assunto, não é mesmo? Continue acompanhando esse artigo com bastante atenção e entenda tudo sobre esse tema.

Boa leitura!

Tudo que você sempre desejou saber sobre o programa Jovem Aprendiz

Saiba que o contratado na modalidade Jovem Aprendiz consegue aproveitar vários benefícios que serão fornecidos por uma empresa, mas não é todo mundo que cumpre os requisitos desse programa.

Ou seja, há uma série de coisas que precisam ser cumpridas para conseguir acessar todas vantagens de trabalhar exercendo esse tipo de função.

Quais são os requisitos para ser Jovem Aprendiz? Descubra!

Só consegue preencher uma vaga como Jovem Aprendiz o indivíduo que se enquadra nos requisitos a seguir:

Veja também:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
OUTROS CARTÕES
   
  • Ter entre 14 e 24 anos de idade;
  • Estar cursando ou terminando os estudos em uma instituição de ensino;
  • Possuir ótimo rendimento escolar;
  • Ser portador de deficiência, nesse caso, a idade máxima não é levada em consideração.

Segundo o que é definido no Artigo 429 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a empresa, independentemente da categoria, que tenha no mínimo sete empregados, possui a obrigatoriedade em contratar, assim como também de matricular jovens aprendizes em algum curso de aprendizagem.

Toda empresa deve destinar para esse público de 5% a 15% de suas vagas.

Os microempresários e os empresários de pequeno porte não são obrigados a contratar Jovem Aprendiz.

Pode ser Jovem Aprendiz quem estiver no ensino superior? Descubra!

Sim, é possível fazer parte desse programa e cursar o ensino superior, o indivíduo não poderá ser impedido de conseguir o contrato com a empresa por causa disso.

Contudo, ainda é necessário que a pessoa esteja cumprindo outras exigências estabelecidas pelo Jovem Aprendiz, ou seja, que tenha ente 14 e 24 anos de idade.

Lembrando, para portadores de deficiência não há limite de idade estipulada para o programa.

Quanto tempo pode trabalhar como Jovem Aprendiz?

Você sabia que há um tempo limite para exercer a função de Jovem Aprendiz? Sim, a pessoa que faz parte do programa não poderá ultrapassar o limite de dois anos como aprendiz em uma única empresa.

Sendo assim, é importante que haja responsabilidade sobre esse período.

O cidadão, se desejar, poderá trabalhar durante um ano em uma empresa e mais um ano em uma segunda empresa.

A Lei da Aprendizagem

Há a Lei da Aprendizagem que define que o aprendiz é aquele jovem que está estudando e trabalhando ao mesmo tempo, que receberá formação profissional, teórica e renda financeira.

É a pessoa que encara uma jornada dupla e que contará com alguns benefícios por isso.

Além disso, a Lei da Aprendizagem também indica que esse indivíduo é aquele que deve cursar em escolar regular ou em uma instituição de ensino técnico ou superior que esteja associada a uma empresa.

Os principais benefícios em ser contratado como Jovem Aprendiz

Muitos benefícios são concedidos para quem faz parte do programa Jovem Aprendiz, essas vantagens acabam indo além da renda financeira que é fornecida mensalmente.

Veja só que benefícios são esses:

  1. Formação profissional no setor desejado;
  2. Experiências relevantes para o currículo facilitando encontrar outros empregos;
  3. Salário mensal para ajudar com as despesas;
  4. Vale refeição, férias, vale transporte, INSS;
  5. Possibilidade de crescer dentro da empresa.

Ótimo benefícios, não é mesmo? Mesmo que esse contrato não ultrapasse o período de dois anos.

Esse momento é todo seu!

Agora você conseguiu entender melhor a importância desse programa, chegou a hora de buscar por uma boa vaga!

Então se você cumpre todos os requisitos definidos por lei, aproveite esta oportunidade e os benefícios que o programa Jovem Aprendiz pode propiciar! Não deixe de dar esse importante passo para sua formação!