Mercado Futuro – Descubra tudo o que precisa sobre esse investimento

Você sabe o que é o mercado futuro e para que ele serve dentro do mercado financeiro? Ainda não? Bom, esse post então é para você.

Anúncios

Aqui, falarei sobre esse modelo de negócio no mercado financeiro e claro, apresentarei os perfis de investidores aqui e quais são as vantagens.

Vamos lá? Boa leitura!

O que é o mercado futuro?

Dentro de diversos derivativos existe o mercado futuro.

O mercado futuro se classifica como um ativo financeiro que tem como objetivo representar um contrato de compra ou venda de uma mercadoria, por um preço que foi determinado anteriormente e deve ser pago em uma data pré-definida.

Os contratos futuros foram criados para se tornarem uma maneira de garantir uma proteção aos produtores, industrias, agropecuários e outros setores envolvidos em:

  • Moedas;
  • Juros;
  • Índices;
  • Commodities.

Através dessa proteção é possível evitar prejuízos decorrentes das variações de preços.

Eu já postei um conteúdo aqui falando sobre os hedge na renda variável e ele está diretamente ligado ao mercado futuro, então se você quer saber mais sobre o tema, clique aqui.

Como negociar no mercado futuro – Passo a passo

Dentro do mercado futuro você não consegue comprar arrobas de boi, dólares e sacas de café, mas sim contratos.

Cada um desses itens é vendido em lotes mínimos dentro da Bolsa de Valores através de um sistema chamado Home Broker e são sempre intermediados pelas corretoras de valores.

– Escolha uma corretora:

A primeira coisa que você vai precisar fazer é escolher uma empresa para abrir a sua conta.

Vale lembrar que você deve escolher as corretoras que sejam confiáveis e que demonstre ter um trabalho que envolva te orientar e trabalhar para os seus investimentos serem rentáveis.

Além disso, não se esqueça que cada uma delas tem um custo e isso precisa ser levado em consideração por você.

– Deposite o dinheiro dos seus investimentos:

Agora você vai precisar depositar um valor nessa conta e começar a realizar os seus investimentos.

É interessante que você tenha uma reserva, a famosa margem de garantia, para casos em que o mercado oscile para baixo.

– Escolha os contratos do mercado futuro:

Por fim, você deve escolher quais são os contratos futuros que vai aplicar o seu dinheiro, levando sempre em consideração as estratégias de mercado que você irá aplicar.

Agora, fixe o mês e o ano de vencimento dessas aplicações.

Depois disso, as definições irão gerar um código com letras e números que será utilizado na contratação dos seus investimentos.

Quais são os perfis de investidores no mercado futuro?

O mercado futuro tem dois perfis de investidores em destaques:

– Especuladores:

Os especuladores estão sempre dispostos a correrem riscos e, desta forma, conseguem lucrar mais no mercado futuro.

Ou seja, eles são extremamente agressivos e estão expostos a diversos riscos na hora da compra e venda de ativos, pois, o seu próprio perfil é o de fazer sempre muitas negociações.

Isso acontece porque o seu interesse não é utilizar o ativo, mas sim obter o lucro acima do que ele aplicou no futuro.

Mesmo que essa seja uma ação controversa, esse é um dos pontos centrais de maior liquidez no mercado financeiro.

Os ativos mais negociados pelos especuladores são ações de empresas e commodities.

– Hedgers:

A palavra Hedge, em tradução livre, significa “cerca” e é um termo que consegue descrever muito com quem é esse investidor.

Os Hedgers são investidores que apostam em estratégias de cobertura e proteção sobre os riscos de alguns investimentos.

Ou seja, eles “neutralizam” o preço de uma compra para que ele não perca dinheiro no futuro.

Portanto, é a garantia do contrato futuro cobrindo o preço com a devida segurança.

Um exemplo bem simples aqui é como se você decidisse comprar dólar hoje para a viagem que você vai fazer daqui dois meses, pois está preocupada com os valores da moeda.

Assim, essa se torna uma compra de contrato futuro de moeda.

Quais são as vantagens de atuar no mercado futuro?

– Alta liquidez:

O mercado futuro tem uma alta liquidez e permite que você saia dele a qualquer momento ao vender os seus contratos.

Vale lembrar que a liquidez é a rapidez com que uma aplicação consegue se transformar em dinheiro na sua conta e fica disponível para ser usado.

– Diversificação:

Existe uma grande variedade de ativos e índices que você pode investir, permitindo assim que você aplique seu dinheiro em diferentes mercados e aumente as suas fontes de lucro dentro do mercado de ações.

– Controle de perdas:

O controle de perda te ajuda a realizar uma avaliação diária do lucro.

Se você perceber que começou a perder dinheiro, você pode vender os seus ativos, negociar novos contratos ou mudar a sua aplicação para outro modelo de investimento.

A bolsa de valores conseguiu criar um mecanismo automático que já estabelece limites máximos para flutuação de preços nos mercados futuros e assim diminuir o risco do mercado e começar a limitar as oscilações máximas em um único dia.

– Alavancagem:

Através da alavancagem, você pode movimentar mais dinheiro do que realmente possui no momento e assim, tem a chance de aumentar rapidamente o seu capital.

Funciona da seguinte maneira: Suponhamos que você se interessou por um ativo, mas não tem o dinheiro suficiente para compra-lo.

Nesse caso, você vai pegar um “empréstimo” para  devolver em um período que será pré-determinado assim que o seu investimento tiver retorno.

Entretanto, para isso funcionar você vai precisar comprovar que tem uma garantia que pode ser feita através de outros ativos ou dinheiro.

Essa é uma ferramenta muito poderosa, mas existe cuidado, pois, se você fizer mau uso dela, as suas chances de ir para o buraco é enorme.

Quais são os maiores riscos do mercado futuro?

– Riscos de mercado:

Com as oscilações diárias do mercado e da natureza dos contratos futuros, você pode acabar em prejuízo quando o cenário que traçou não se concretiza.

Se o resultado for muito ruim, você vai precisar arcar com o valor.

Portanto, é fundamental ficar atento, não somente as novas tendencias, mas aos dados que o mercado apresenta diariamente.

Além disso, ter a reserva de emergência também é necessário, já que o mercado é passível de oscilações mesmo e elas podem ser boas ou ruins aos seus investimentos.

– Perdas com alavancagem:

Dentro do mercado futuro você tem a chance de comprar um determinado contrato por um valor acima do que tem disponível naquele momento.

Nesse caso, os investimentos são feitos com base em suas projeções de cotações, portanto, você pode acertar ou não.

Em alguns casos você pode acabar perdendo muito dinheiro, portanto, é preciso ter cautela.

– Riscos de ajustes diários:

Como mencionei anteriormente, os ajustes na bolsa de valores são feitos diariamente e é um dos principais riscos para aqueles que atuam no mercado futuro.

Isso acontece porque a todo momento você pode estar passível de resultados negativos de acordo com a variação.

Se isso acontecer você vai precisar ter caixa para poder bancar os prejuízos. Assim, é fundamental que você entre nesse mercado com um dinheiro sobrando para arcar com perdas que podem acontecer.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…