O Auxílio Emergencial pode voltar?

O Auxílio Emergencial foi essencial nos primeiros meses da pandemia, servindo como uma fonte de renda durante a quarentena.

Anúncios

É inquestionável o fato da pandemia ter causado prejuízos financeiros para boa parte dos brasileiros, principalmente os de renda baixa. No começo da pandemia do novo Coronavírus, foi aprovado um auxílio de R$600,00.

Para conseguir esse benefício, era necessário se enquadrar em uma série de requisitos. Entretanto, o tempo passou e o auxílio foi parando de ser pago. Hoje em dia, muitas pessoas discutem se o Auxílio Emergencial pode voltar. Confira a seguir se essa discussão faz sentido.

Imagem: Pixabay

O Auxílio Emergencial pode voltar?

Analisando a crise atual no Brasil, discutir o retorno do Auxílio Emergencial tem sim seu valor. Agora, é necessário conferir se tem lógica. Afinal de contas, existe essa possibilidade?

A verdade é que hoje, o Auxílio Emergencial no valor de R$600,00 não se encontra dentro dos planos do governo. Já foi declarado pelo Governo Federal que esse assunto está encerrado, ou seja, não temos previsão para uma nova rodada de pagamentos desse benefício.

Entretanto, alguns parlamentares vêm se movimentando para colocar em pauta um novo debate sobre esse tema. Afinal de contas, muitas famílias precisam ainda deste auxílio ou amparo do governo.

Para se ter uma noção, o Auxílio Emergencial beneficiou cerca de 39 milhões de pessoas no ano de 2021. Porém, o seu pagamento foi encerrado no mês de outubro de 2021, pois o Ministério da Cidadania decidiu não prorrogar este benefício novamente.

Para alguns deputados, o retorno do Auxílio Emergencial de R$600,00 é de extrema necessidade, como aponta o Deputado Federal pelo PSB-PE, Renildo Calheiros.

De acordo com o parlamentar, “o auxílio é essencial para milhões de brasileiros que acabaram ficando totalmente desassistidos durante a pandemia, que ainda persiste. Muitos nem foram incluídos no novo Auxílio Brasil, e isso tem causado um enorme sofrimento para uma grande parcela da nossa população”.

O que diz o governo sobre o Auxílio Emergencial?

De acordo com o MInistério da Cidadania, depois do encerramento do auxílio emergencial no mês de outubro de 2021, praticamente 25 milhões de pessoas acabaram ficando sem renda alguma.

O próprio ministro da Cidadania, João Roma, informou que isso viria a acontecer quando o benefício acabasse. Uma parte dessas pessoas conseguiram ser incluídas no novo programa do governo, o Auxílio Brasil, em janeiro desse ano.

O programa contemplou cerca de 3 milhões de pessoas na época, o que é insuficiente ao analisarmos a quantidade de pessoas em situações vulneráveis. Uma boa parcela da população que recebia o Auxílio Emergencial acabou ficando sem nenhum tipo de renda fixa.

Como estamos em ano eleitoral, muito dificilmente o Auxílio Emergencial no valor de R$600,00 vai voltar a ser pago, mesmo que muitos parlamentares tenham interesse nesse programa.

Esse benefício começou em abril de 2020, depois de ser aprovado no Congresso Nacional. Naquela época, cerca de 70 milhões de cidadãos foram beneficiados pelo programa. Em dezembro do mesmo ano, o benefício teve o seu fim.

Entretanto, o governo foi pressionado para liberar uma nova rodada de pagamentos desse auxílio, que voltou a ser pago em abril de 2021. Nessa época, muitas pessoas ficaram de fora e as parcelas foram diminuídas.

Cerca de 39 milhões de pessoas foram beneficiadas pelo Auxílio Emergencial, recebendo valores de R$150 e R$375,00.

Gostou deste conteúdo?

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo