PIS/Pasep: saiba quem já pode receber o abono em maio

É importante sempre ficar atento ao regulamento do PIS/Pasep e, principalmente, às datas para pagamento.

O PIS/Pasep é um bônus que os trabalhadores recebem do Governo Federal todos os anos. No entanto, o pagamento depende também da renda daquele trabalhador e a data depende da data de aniversário.

Desta maneira, é importante sempre ficar atento ao regulamento do PIS/Pasep e, principalmente, às datas para pagamento. Então, nem todos os trabalhadores terão direito a essa bonificação, que pode chegar aos R$ 1.320, ou seja, o equivalente a um salário mínimo.

Agora, também vale lembrar que há uma diferença entre o PIS e o Pasep. Assim, o PIS é voltado para os trabalhadores da iniciativa privada.

Enquanto isso, o Pasep é voltado aos servidores públicos. Na prática, as regras são as mesmas. Assim como os valores, que são os mesmos também.

Quem tem direito a receber o PIS/Pasep

Para receber o valor do PIS/Pasep, o trabalhador primeiramente precisa ter cinco anos de trabalho com carteira assinada. Além disso, no ano anterior, tem que ter trabalhado por, pelo menos, 30 dias.

Outra questão importante é que a média salarial nesse ano anterior tem que ser de, no máximo, dois salários mínimos. Desta maneira, mesmo que em alguns meses tenha recebido mais que esse valor, o que vale para o cálculo final é a media de dois salários mínimos.

Além disso, o valor a receber é proporcional ao tempo trabalhado. Ou seja, se trabalhou os 12 meses, vai receber o salário integral. Mas, se trabalhou apenas um mês, vai receber apenas o proporcional de 30 dias trabalhados.

No entanto, o valor do PIS/Pasep não tira o direito do 13º salário do trabalhador. Assim, essa bônus, na prática, é como se fosse uma espécie de 14º salário, o que ajuda bastante esses trabalhadores que ganham um salário mais baixo durante o ano.

Quando receber em maio

Agora, de acordo com o calendário de pagamentos do PIS/Pasep, os pagamentos em maio começaram a ser feitos no dia 15 e vão até o dia 28 de dezembro. Neste caso, para o caso do PIS, vale para os trabalhadores que nasceram nos meses de julho e agosto.

No caso do Pasep, é um pouco diferente, embora as datas sejam as mesmas. Mas, neste caso, vale pelo número de inscrição do servidor no Banco do Brasil. Por exemplo, em maio, vai ter direito a receber quem tem números de finais 4 e 5. Então, deve se programar e precisa tirar o dinheiro até o final do ano, para não perder o direito.

Veja também: Veja quando vai receber o auxílio gás. 

 

 

Keila Andrade

Jornalista especializada em textos em SEO.