Pix: Aprenda tudo sobre esse novo método de pagamento

Publicidade

Algo que está em constante evolução são os métodos de pagamentos e esse ano o Banco Central anunciou a chegada do Pix, para mexer de vez com o mercado financeiro atual.

Se você ainda não sabe o que é Pix e nem como ele vai funcionar, saiba que você está no lugar certo, pois aqui você irá aprender tudo sobre essa maneira revolucionária.

Publicidade
Publicidade

Conheça o Pix e todas as suas informações

pix
Descubra como essa ferramenta vai mudar a sua vida!

O Pix foi anunciado em fevereiro de 2020 pelo Banco Central, sendo uma modalidade de pagamento instantâneo, que permitirá a todos os seus pagamentos e transferências sejam instantâneos, estando disponível 24 horas por dia, durante os 7 dias da semana.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
       

Seu lançamento está programado para o dia 16 de novembro e desde então existe uma crescente no interesse por esse assunto, chegando a subir as pesquisas em 300% no Google.

Publicidade

Desde o dia 5 de outubro os bancos começaram a oficializar com os seus usuários as chaves de acesso que vão ser a ferramenta responsável por confirmar a identidade para assim acontecer o envio dos valores.

Qual a diferença entre o Pix e o TED ou DOC?

O TED e o DOC são serviços de transferências bancárias que possuem restrições para sua realização, como por exemplo o horário de funcionamento, sendo igual ou próximo das agências bancárias. Além disso, são cobradas taxas para que a operação seja realizada entre bancos diferentes, ainda existindo a possibilidade de cobrança mesmo dentro da mesma instituição.

Já o Pix traz o benefício a realização da mesma atividade bancária, só de maneira completamente gratuita, podendo ser realizada a qualquer dia e horário, desse modo sendo muito mais abrangente que os serviços citados anteriormente.

Quem poderá utilizar essa ferramenta?

O sistema de pagamentos instantâneos estará disponível para as seguintes transações:

  • Realizar a transferência entre pessoas físicas;
  • Transferência de valores entre pessoa física e estabelecimento comercial;
  • Transferência entre estabelecimento, como o pagamento de fornecedores;
  • Possibilidade de enviar valores para entidades governamentais, como o pagamento de taxas e impostos;
  • Envio do valor de pagamento de salários e benefícios sociais do governo para pessoas físicas;
  • Transferências e pagamentos do governo para convênios e serviços.

Como exemplo de serviço de transferência entre governo e pessoa física podemos dar o PagTesoura, que dará aos cidadãos a possibilidade de enviar valores de maneira imediata, sendo anteriormente apenas com a Guia de Recolhimento da União.

Veja também:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
       

Quais são as instituições que poderão oferecer o pagamento PIX?

Foi definido pelo Banco Central que o Pix deverá ser aceito em todos os bancos comerciais e instituições de pagamentos – fintechs – que possuem um número de contas superior a 500 mil.

Além das instituições citadas, será possível realizar o pagamento de empresas de setores que possuem alguma relação comercial, sendo um modelo parecido com o de varejistas que costumam oferecer cartões aos seus clientes.

Contudo essas empresas precisarão realizar parcerias com bancos ou outras instituições para que assim seja possível o pagamento com o PIX, pois não existe possibilidade de fazer a conexão de maneira direta com o Banco Central.

No evento que ocorreu no dia 30 de setembro, foi divulgado que mais de 980 instituições realizaram o cadastro para utilizar o PIX, sendo de forma direta (bancos, financeiras, etc) ou de maneira indireta (varejistas, seguradoras, etc).

Se você quiser ver quais são as instituições que solicitaram a participação no Pix, é possível ter acesso a lista que o Banco Central disponibilizou.

Para utilizar o Pix será necessário pagar?

O serviço de transferência será gratuito, contudo o Banco Central publicou uma  resolução dizendo que as pessoas fiscais poderão ser tarifadas no caso da utilização do Pix para receber um valor de venda de um produto ou serviço.

Além disso, o documento também informa que os bancos poderão realizar a cobrança de tarifas do cidadão ao utilizar o Pix em meios presenciais ou por telefonia, como em sites ou aplicativos.

É preciso baixar um novo aplicativo?

Não, pois a plataforma Pix será integrada a todos os aplicativos de instituições financeiras que estão participando, dessa maneira o usuário não deverá fazer o download de nenhum aplicativo, apenas atualizar o da sua instituição bancária.

É obrigatório cadastrar uma chave de acesso Pix?

A principal função da chave de acesso é facilitar para as pessoas o recebimento dos valores realizados através de transferências bancárias, para que invés de fazer o envio de todos os dados tradicionais (CPF, conta corrente, agência, etc), o usuário passará apenas uma informação que será vinculada a conta no banco, podendo ser CPF, e-mail ou número de telefone.

Cada usuário poderá realizar o cadastro de até 5 chaves, sendo aconselhável cadastrar cada informação em um banco diferente, dessa maneira podendo aproveitar mais amplamente os benefícios do Pix.

Saiba que a criação da chave não é obrigatória, contudo é recomendada por ser um dos principais benefícios disponíveis.

É possível cadastrar a mesma chave em diferentes bancos?

Não, cada chave de acesso só pode ser cadastrada em um banco, pois elas servirão para definir para onde será enviado o seu dinheiro.

O que eu faço se já cadastrei a mesma chave em dois bancos diferentes?

Saiba que o que aconteceu nas últimas semanas foi um pré-cadastro, sendo uma forma das instituições bancárias tentarem assegurar pelo menos uma chave de acesso e desde o dia 5 de outubro as instituições estão entrando em contato com os clientes para confirmar a chave.

Então, caso você ainda não tenha confirmado, é o momento certo para cancelar o cadastro errôneo.

Esperamos que esse texto tenha sido útil para você, compartilhe com seus amigos para que eles também saibam mais sobre o Pix, o novo modelo de pagamento que chegou para revolucionar a maneira de realizar pagamentos. Além disso, nos conte através dos comentários quais são as suas expectativas em relação a ele.

Deixe um comentário