Pix: o que muda com esse novo sistema de pagamento ?

Publicidade

Em meio a pandemia, Banco Central tenta facilitar transações bancárias

Quem nunca deixou de fazer uma transferência entre bancos diferentes por causa das taxas altas? Com certeza, muita gente! Isso porque chega a ser abusivo a quantidade de tarifas cobradas por transações simples, como as transferências de valores pequenos entre bancos, como TED ou DOC.

Publicidade

Demorou muito para que o BC criasse alternativas para esse problema, já que além de pagar caro, também tínhamos que esperar muito para o dinheiro cair, muitas vezes mais que um dia útil! Os bancos digitais até ofereceram esses benefícios, mas sempre com uma quantidade limitada.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
       

Então, no mês de fevereiro, o PIX foi anunciado, mais precisamente, a chave PIX. A ideia era ter um cadastro nas contas bancárias de diversos bancos que facilitaria as transações, principalmente aquela relacionadas a transferências e pagamentos. Para você entender o que muda, continue conosco!

Publicidade

O que é o PIX?

Pix
Conheça o Pix e como ele chegou para revolucionar o mercado financeiro!

Basicamente, o PIX são chaves que devem ser ativadas em cada conta bancária que possui, desde que isso não cause conflitos entre as contas. Ter uma chave Pix não significa novas cobranças de tarifa ou qualquer mudança na sua conta, apenas um cadastro a ser feito que traz algumas vantagens.

Publicidade
Then please attach the following html code to the place in the page where you want our player to be shown:

Neste mês, alguns correntistas, independentemente do banco já deve ter recebido uma notificação no caixa eletrônico ou no aplicativo internet banking. É bem simples: só colocar seus dados pessoais, celular e pronto, você já tem sua chave Pix ativa na conta que escolher.

Por que chave PIX?

A chave Pix é como você será identificado no sistema Pix do Banco Central. Na hora do cadastro você pode escolher se será identificado pelo CPF, celular ou e-mail, por exemplo.  Apenas informando a chave, por exemplo, já será dito para onde o dinheiro será enviado, ou seja, vamos passar a dispensar a inserção de tantas infos, como nome, CPF, dados da conta e etc.

É possível ter até 15 chaves Pix, em contas de três bancos diferentes. Para utilizar, é só necessário ter uma conta bancária em bancos, fintechs ou qualquer plataforma de pagamento. Para ter acesso a sua chave Pix, é só atender as notificações que com certeza o seu banco já te enviou.

O que muda com a chave PIX?

O que mais chama atenção na chave Pix é a instantaneidade, já que é possível fazer transferências em até dez segundos. Ainda sim, as transações como TED, DOC continuam valendo, mas quem precisa de agilidade entre os bancos que você cadastrou a Pix, vai preferir utilizar aquele método seguro, rápido e gratuito.

Veja também:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
       

Aí surge a dúvida: mas como os bancos não cobrarão nada pelas transações? Pois é, isso foi possível graças a esse acordo feito pelo BC com a maioria das instituições financeiras, que irão bancar as tarifas geradas pelo Pix. É só escolher o Pix ao invés de DOC, ou TED, por exemplo.

As vantagens e aderir ao PIX

Há mais vantagens do que desvantagens em aderir as chaves Pix, por isso, vamos trazer mais detalhes sobre essa nova alternativa para acelerar o uso da sua conta bancária a partir do próximo dia 16 de novembro.

Segurança

Dificilmente terão erros em transferência ou alguma tentativa de golpe com as chaves Pix. É sim, mais uma alternativa que reforça a segurança das transações já que toda vez que alguém utilizar a própria chave Pix, ou algum terceiro tentar usar uma rigorosa confirmação e identidade será acionada.

Agilidade

Imagine que você precise fazer uma transferência urgente, mas essa transação só é possível de um banco para o outro: com o PIX, isso vai ser quebrado, isso porque, se forem clientes com cadastro na PIX, acabaram as tarifas e a espera: o dinheiro chega em dez segundos, independente de feriado ou fim de semana.

Custo zero

Quantas vezes a gente imaginava que tinha um dinheiro na conta, mas quando olhava, ele foi engolido por tarifas que ultrapassam os dez reais? Tudo isso, fruto de DOCS ou TEDS para outros bancos. Com o PIX, as surpresas devem ser reduzidas, ou quase acabadas. Isso porque acabou a cobrança por esse tipo de transação entre bancos diferentes.

Mais opções

Antes, tínhamos apenas opções de transferências para o mesmo banco, DOC, ou TED, para valores alto. Agora temos uma terceira opção segura, ágil e barata, que é o PIX. Selecionar o PIX será fácil: é só na hora de selecionar a aba de transferências, escolher o PIX.

Aumente as vendas

O PIX também vai valer para empresas, como os microempresários que tem MEI. Com poucas tarifas de pagamentos para cartão de débito ou crédito, ou a falta dela também em transferências, será possível abaixar os preços e vender mais com a possibilidade do PIX. Vai acabar que as chaves também serão alternativa mais interessantes para todos os lados, consumidor e empresa.

Conclusão

Por mais que a gente desconfie, já que é difícil ver bancos empolgados com uma ideia que não cobre tarifas, a expectativa em relação ao PIX é boa. Isso porque ele realmente deve representar o que propõe, que é a facilitação de transações, esperando um resultado de mais aberturas de contas e mais uso delas, o que indiretamente também vai gerar tarifas e mais dinheiro para as instituições financeiras.

Ainda que pareça inseguro, aposte nas chaves Pix e faça seu cadastro através do aplicativo. A partir do dia 16 de novembro é que vamos perceber que é legal ou não ter o Pix, mas enquanto isso, pesquise sobre o assunto para ver se será útil para seu caso, ou não.

Deixe um comentário