Planejamento Financeiro Para Viagens: 7 Aspectos Essenciais

Todo mundo (ou quase todo mundo) adora viajar, não é mesmo? Porém, é importante ter em mente que para isso é necessário fazer um ótimo planejamento financeiro.

Anúncios

E sabe por quê? Porque viajar envolve uma série de gastos. Infelizmente, não dá para sair viajando toda hora e para qualquer lugar.

Portanto, se você pretende aproveitar as suas viagens o máximo possível e sem precisar ficar no vermelho para isso, com certeza este artigo é para você!

Anúncios

Nele, nós iremos te apresentar os principais aspectos para considerar ao fazer o seu planejamento financeiro para viajar.

Anúncios

Assim, você poderá se organizar de maneira adequada e ter controle sobre o seu suado dinheiro. Vamos lá?

Aspectos essenciais ao fazer o planejamento financeiro para viajar

1. Destino

Bom, o primeiro aspecto para considerar ao fazer o planejamento financeiro da sua viagem é pensar em qual destino você vai. 

Estados Unidos? Alemanha? Canadá? Inglaterra? Nova Zelândia? Japão? Austrália? México? Portugal? Chile? Ou será para algum destino nacional?

Anúncios
Anúncios

E sabe por que você deve pensar nisso? Porque cada região, cada destino possui um certo custo e você precisa ter isso em mente para planejar a sua viagem.

Vamos supor que você vai para a Espanha, onde a moeda é o euro e que vale quase sete vezes o real brasileiro. Você terá que desembolsar uma quantia bem alta de dinheiro. Agora, se você for para Salvador, na Bahia, a quantia será bem menor.

Portanto, o seu planejamento financeiro começa já a partir da escolha do local que você visitará! 

E o mais importante: seja realista, não faça besteiro com o seu dinheiro, ok? Escolha um destino que caiba no seu bolso.

2. Data e duração da viagem

Depois de escolher o destino da sua viagem, você precisa definir qual será a duração dela! 7 dias? 15 dias? Ou mais?

Lembre-se: quanto mais dias você ficar, mais gastos você terá com alimentação, transporte, passeios, etc. 

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Portanto, considere uma duração que permita você aproveitar o destino, mas que também não acabe com todo o seu dinheiro.

Além disso, ao escolher a data, opte pela baixa temporada, isto é, por um período do ano em que há menos procura e concorrência em relação ao destino.

Assim, você conseguirá preços melhores e encontrará atrações mais vazias, sem tantas pessoas e filas para ficar esperando.

3. Custos

Como você sabe, toda viagem envolve uma série de custos. Por isso, ao fazer o seu planejamento financeiro, é essencial que você tenha uma planilha para colocar todos os gastos que vai ter.

Por exemplo, quanto você gastará com as passagens? E com hospedagem? Transporte, alimentação e passeios?

Todas essas informações precisa estar bem claras para você. Portanto, coloque-as em sua planilha.

Assim, você já vai ter uma visão mais nítida e realista da quantia necessária que precisará. Quanto mais rica e completa for a sua planilha, melhor.

Inclusive, pela internet você encontra diversas planilhas já prontas, você só precisa baixar.

E não tem problema se você ainda não tiver a quantidade suficiente de dinheiro. Se organize, economize, poupe, faça renda extra e então obtenha a quantia.

O maior problema é fazer essa análise de custos, ver que ainda não tem o dinheiro necessário e mesmo assim viajar. Esse é um grande erro e que depois pode custar bem caro.

4. Moeda estrangeira

person getting 1 U.S. dollar banknote in wallet

Se o destino da sua viagem fica fora do Brasil, então você precisará da moeda estrangeira para comprar e pagar as coisas no país em questão.

Sendo assim, uma dica relevante para esse ponto é: compre a moeda local aos poucos, de forma fracionada, por exemplo, em uma casa de câmbios.

E por que de forma fracionada? Porque assim você tem a possibilidade de conseguir bons negócios!

O câmbio varia bastante e em um dia pode estar favorável para compra e em outro não. Os valores podem mudar muito de uma semana para outra e de uma empresa para outra.

Por isso, em vez de gastar o seu dinheiro de uma só vez e em uma única empresa, vá aproveitando as oportunidades aos poucos. Inclusive, ter antecedência é um aspecto essencial para este caso.

Já pensou se você compra a moeda local de uma vez só e em alguns dias, a cotação da moeda melhora e fica mais barata para comprar? Você ficaria irritado, não é mesmo?

5. Passeios e atrações

Quando fazemos uma viagem, nós queremos fazer vários passeios, tours e visitar diversos lugares e atrações, não é mesmo?

No entanto, para isso, é necessário desembolsar uma certa quantia, afinal de contas, é preciso comprar ingressos e bilhetes, fazer reservas, etc.

Agora, você sabia que em muitos destinos há atrações e passeios que em determinados dias/horários são gratuitos? Pois é! Assim, você consegue já consegue uma certa economia. 

Portanto, “dê um Google” e veja se há essa opção para atrações que pretende visitar e passeios que quer fazer.

6. Dinheiro extra

Como você vai observar ao elaborar o seu planejamento financeiro, há muitos gastos envolvidos em uma viagem.

E, além desses gastos, é essencial que você separe um dinheiro extra para emergências e imprevistos, até porque nunca se sabe quando eles podem acontecer, não é verdade?

Portanto, além do dinheiro necessário para a sua viagem, leve uma “gordurinha”. Evite viajar com o dinheiro contado, no limite.

E falando em limite…

7. Limite para compras

Para finalizar, não tem como não falarmos sobre as “comprinhas de viagem”, afinal de contas, sempre que viajamos há algo novo, diferente ou legal para comprar. Isso é fato.

Porém, se você pretende não se endividar ao fazer a sua viagem, é fundamental que você estabeleça um limite para compras. 

Sendo assim, avalie o planejamento financeiro que você fez e veja até qual valor você pode gastar.

E nada de ficar passando tudo no crédito, viu? Depois as faturas do cartão chegam e como é que você irá pagá-las? Tenha consciência.

Dicas bônus

  • Fique atento a promoções e ofertas;
  • Aproveite os programas de milhas;
  • Negocie e peça descontos na hora de fazer compras e contratações;
  • Utilize sites e aplicativos para encontrar bons preços;
  • Anote os seus gastos diários quando estiver no local.

E então, pronto para curtir momentos incríveis em sua viagem e sem extrapolar o seu orçamento?!

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima