Plano de investimento – Passo a passo de como criar o seu

Se você deseja saber como fazer um plano de investimento, fique comigo até o final, pois esse post foi feito exclusivamente para você.

Anúncios

Aqui falarei tudo o que você precisa saber sobre o tema e claro, falarei sobre cada uma dessas etapas.

Boa leitura!

Plano de investimento – Passo a passo de como criar o seu

– Entenda o seu perfil de investidor:

A primeira coisa que você precisa saber na hora de definir qual investimento vai fazer, é o seu perfil de investidor.

Entendendo se você possui um perfil mais agressivo ou é um investidor mais conservador, você vai conseguir definir quais os tipos de investimento que combina com você.

Para isso, claro, você vai precisa entender os tipos de investimentos que existem.

Além disso, é preciso entender as diferenças entre as aplicações de renda variável e de renda fixa e, claro, como eles funcionam.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

Depois de compreender melhor sobre isso, conseguirá identificar qual é o melhor tipo para você, seus objetivos e o orçamento.

Os investidores com um perfil mais conservador dente a focar em investimentos de renda fixa.

Esses são investimentos mais previsíveis e com pouca possibilidade de prejuízo.

Um investidor intermediário procura investimentos que combinam características de renda fica e também de renda variável.

Já investidores agressivos, que não se importam de correrem grandes riscos e combinam com investimentos de renda variável com investimentos voláteis.

A partir do momento em que você entender qual tipo se encaixa com você melhora vai ser na hora de investir do seu dinheiro.

– Entenda a sua situação financeira:

Não vai adiantar muito você investir dinheiro que você vai precisa logo.

Para realizar investimentos inteligentes é preciso saber o quanto de dinheiro você tem para aplicar de uma maneira realista.

Uma ótima dica para isso é você fazer um orçamento pessoal.

Através de um orçamento pessoa, você consegue saber o quanto de dinheiro você consegue remanejar durante os meses, quais são as prioridades e os gastos que não dão para cortar.

Assim, fica muito mais simples saber, de maneira direta quais são os investimentos que você consegue realizar no momento.

Para avaliar a sua renda mensal considere informações como:

  • Salário líquido, com todos os descontos;
  • Gastos fixos, o que não podem ser cortados no mês;
  • Investimentos que você já tem e a quantia que está investida;
  • O quanto é possível investir por mês dentro do seu financiamento atual.

– Estude mais sobre o assunto:

Investir não é fácil e menos ainda intuitivo.

Para você que deseja entrar no mundo dos investimentos, um dos passos mais importantes é estudar sobre o tema.

Infelizmente aqui no Brasil, não é oferecido muitas oportunidades de aprender sobre a educação financeira nos ensinos básicos e médio, o que faz com que lidar com dinheiro seja uma tarefa difícil para as pessoas.

Se sabemos que investir envolve riscos, se torna ainda mais necessário ser bem informado e consciente das suas decisões.

Hoje em dia existem muitos livros que falam sobre investimentos e são voltados para diversos perfis de investidores.

– Plano de investimento – Estabeleça metas e crie um cronograma:

O que você deseja fazer com o seu dinheiro? Comprar um imóvel, automóvel, viajar?

Independente de qual seja ele, você precisa saber isso com mais clareza.

Entendendo bem qual é a sua meta, você consegue ter uma estimativa muito mais clara de quanto o seu dinheiro precisa render e qual será o tempo que você vai precisa para alcançar essas metas, seja curto, médio ou longo prazo.

A partir disso você consegue criar um cronograma para os seus investimentos, de acordo com os seus objetivos.

Você quer lucros mais expressivos e mais rapidamente? Então você precisa escolher investimentos mais agressivos.

– Procure investimentos que sejam diversificados:

Antes de você realizar os seus investimentos, é interessante que diversifique investimentos.

Nenhum tipo de investidor quer perder o dinheiro né? Uma das melhores maneiras de potencializar os seus ganhos e diminuir os riscos é diversificar os investimentos.

Atualmente existem diversos tipos de aplicações para os tipos de investidores e, principalmente, em relação à rentabilidade e riscos.

A ideia por trás de diversificar os seus investimentos está ligada ao fato de investir em apenas uma aplicação aumentando os riscos em caso de perda.

Vamos imaginar que você decide apostar todo o seu dinheiro em um único investimento e ele acaba dando errado.

Isso pode fazer com que você perda grandes quantias de uma única vez.

Porém, se você divide as suas aplicações, mesmo que uma delas não dê certo, você ainda tem outros investimentos que podem ser rentáveis.

Portanto, na hora de você montar de maneira prática o seu plano de investimento, é importante aprender sobre diversificar os investimentos.

– Plano de investimento – Avalie os investimentos sempre e trace novos planos se for necessário:

Por fim, você deve realizar uma avaliação constante no seu plano de investimento.

Nem sempre é simples e possível acertar logo de primeira e escolher o investimento que seja perfeito para o seu perfil e para as suas metas, não é?

Portanto, é importante você sempre reavaliar, entender qual é o processo e realizar mudanças se for necessário.

Não se esqueça que investir é um processo e se tornar um investidor experiente demanda tempo, estudo e dedicação.

Portanto, não deixe de estudar para entender, cada dia mais, como os seus investimentos podem ficar ainda melhores.

Assim, estabeleça um período para você sentar a avaliar a fundo todos os investimentos e ver se eles precisam ser traçados novamente.

Portanto, não esqueça dos seus objetivos e de sempre estar em contato com os seus investimentos.

 

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo