Quem tem dois pagamentos pode ter duas aposentadorias? Confira aqui

Uma das principais condições para a concessão da aposentadoria é o tempo de contribuição

O sistema previdenciário brasileiro foi criado para garantir uma proteção social aos trabalhadores, mas existem regras que devem ser seguidas para que um trabalhador ter a aposentadoria do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o órgão responsável por gerir a previdência social no país. Ele é responsável por conceder benefícios aos trabalhadores que contribuíram com a previdência durante sua vida laboral. Para que um trabalhador tenha direito à aposentadoria, ele precisa contribuir para a previdência durante um determinado período de tempo e atender a algumas outras condições.

Tempo de contribuição para aposentadoria

Uma das principais condições para a concessão da aposentadoria é o tempo de contribuição. Para a aposentadoria por tempo de contribuição, o trabalhador precisa ter contribuído para o INSS por pelo menos 35 anos, se homem, ou 30 anos, se mulher.

Além disso, há outras modalidades de aposentadoria, como a aposentadoria por idade e a aposentadoria por invalidez, que têm outras condições para serem concedidas.

No caso de uma pessoa que tenha dois empregos, é importante destacar que ela precisa contribuir para a previdência em ambos os empregos. O valor da contribuição é calculado sobre o salário de cada emprego, e a soma desses valores é considerada para a concessão da aposentadoria.

No entanto, mesmo que uma pessoa contribua para a previdência em dois empregos diferentes, ela não poderá receber duas aposentadorias ao mesmo tempo. Isso porque a previdência social é um sistema solidário, em que todos os trabalhadores contribuem para um fundo comum, que é utilizado para pagar os benefícios de todos os aposentados.

Assim, mesmo que uma pessoa tenha contribuído para a previdência em dois empregos diferentes, ela receberá apenas uma aposentadoria, que será calculada com base na soma das suas contribuições. É importante ressaltar que o valor da aposentadoria é limitado pelo teto do INSS, que atualmente é de R$ 7.507,49 em 2023.

No entanto, é possível acumular aposentadoria com outros benefícios previdenciários, como pensão por morte ou auxílio-doença, desde que as condições para a concessão desses benefícios sejam atendidas.

Sistema solidário

Em resumo, ter dois empregos não significa que uma pessoa terá direito a duas aposentadorias do INSS. A previdência social é um sistema solidário em que todas as contribuições são utilizadas para pagar os benefícios de todos os aposentados.

Por isso, é possível receber apenas uma aposentadoria, que será calculada com base na soma das contribuições feitas em ambos os empregos.

Leia também: Pix pode ser aliado para quitar dívida. Saiba como fazer. 

 

Keila Andrade

Jornalista especializada em textos em SEO.