Reajuste do vale refeição e alimentação fica abaixo da inflação

Trabalhadores do Centro-Oeste têm o maior valor médio

Anúncios

Infelizmente, os trabalhadores brasileiros que recebem vale-refeição e vale-refeição ainda vão comer menos do que o esperado. 

Isso porque o reajuste médio dos vales alimentação e refeição dos trabalhadores brasileiros no primeiro trimestre deste ano ficou abaixo da inflação.

O aumento médio do vale-refeição foi de 10,08%, segundo dados levantados pela empresa de benefícios Sodexo. O aumento médio dos vales-refeição foi de 7,42%. No entanto, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 11,30% nos 12 meses até março de 2022. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi de 11,73%.

Ainda segundo o levantamento feito pela empresa, as médias e pequenas empresas (PMEs) elevaram o valor médio do vale alimentação em 7,07%, e as grandes empresas, em 10,84%. Para o vale refeição, as PMEs corrigiram o valor em 7,01%, e as grandes corporações, em 6%.

Maior valor médio do ticket é no Centro-Oeste

Os trabalhadores do Centro-Oeste tiveram o maior valor médio de saldo do vale-refeição nos três primeiros meses do ano, com valor médio de 534,41 reais. Em seguida, há a região sul, 528,64 reais; a norte, 433,19 reais; a região nordeste, 409,35 reais; e a sudeste, 392,76 reais.

No que diz respeito ao vale-refeição, a região Sudeste tem o maior preço médio, R$ 518,24. Depois tem o Centro-Oeste, a 463,04 reais; o Sul, a 453,72 reais; o Nordeste, a 444,21 reais; e o Norte, a 431,52 reais.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

O valor do vale-refeição na cidade de São Paulo aumentou em média 15,95% para 335,56 reais, e o valor do vale-refeição aumentou em média 8,25% para um valor médio de 522 reais, 12.

Vale-refeição e vale-refeição são benefícios que fogem ao escopo da legislação trabalhista, portanto, as empresas são livres para oferecê-los ou não aos trabalhadores, bem como prever reajustes, a menos que especificado em convenção ou acordo.

Os reajustes geralmente não têm relação com o aumento dos salários, mas com dos índices inflacionários, com o objetivo de evitar a perda do poder de compra dos trabalhadores com a inflação.

Diferenças entre Vale Alimentação e Vale Refeição

O vale-refeição costuma ser utilizado durante o horário de trabalho para que os funcionários possam fazer suas refeições em locais que oferecem refeições prontas, como restaurantes e lanchonetes. Vale-refeição pode fornecer refeições aos funcionários durante a jornada de trabalho.

Os vales-refeição são usados ​​principalmente para compras em redes de supermercados. Por ser mais completo e flexível, o vale-refeição passou a ser utilizado para compras mensais.

Multas de até R$ 50.000

O governo impôs novas regras que podem afetar empresas fornecedoras, estabelecimentos comerciais e até trabalhadores.

Ambos só podem ser usados ​​para comprar comida. Não há nada para pagar contas pessoais.

Para coibir tais transferências indevidas e descontos concedidos às empresas, são aplicadas multas que variam de R$ 5.000 a R$ 50.000 em casos de apropriação indébita, execução indevida ou mesmo falsificação de vale-refeição ou vale-refeição.

Segundo o governo, o valor da multa poderá ser dobrado, caso a empresa autuada atrapalhe as fiscalizações ou seja reincidente.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo