Saiba como consultar a situação do CPF

Existe um local no site da Receita Federal onde você pode saber a situação do seu CPF. Para visitar, continue lendo!

Anúncios

Além do documento de identidade da pessoa, também conhecido como Cadastro Geral (RG), o Cadastro da Pessoa Física é um dos documentos mais importantes para qualquer cidadão brasileiro, principalmente para identificar a pessoa como contribuinte.

É por isso que as solicitações de CPF podem ser feitas em diversas situações, desde questões financeiras e comerciais até fins fiscais e cadastrais.

Ao perguntar sobre a situação do seu fundo de previdência, você pode descobrir que ele é anormal por vários motivos e, se você não abordar a causa anormal, pode ter consequências diariamente, como veremos mais adiante.

Mas por favor fique tranquilo porque se esta é a sua situação, saiba que pode regular o seu estado de registo e nós explicamos-lhe como. Continue lendo este artigo.

Como saber a situação cadastral do meu CPF

Em primeiro lugar, é importante saber como verificar a situação fiscal da caixa de previdência. O site da Receita Federal tem um local onde você encontra a situação do seu CPF. Acessar:

  1. Acesse a área Comprovante de Situação Cadastral no CPF no site da Receita Federal.
  2. Digite seu CPF, sua data de nascimento e marque a caixa captcha à direita para que você saiba que você é um humano e não um robô.
  3. clique para consultas”.
  4. Pronto: Será emitido o comprovante da situação cadastral do seu CPF. Basta verificar o status da notificação em Status de Registro.

O que acontece se meu CPF estiver suspenso?

Tudo depende do motivo pelo qual seu CPF não é regulamentado, porém, de modo geral, as pessoas que suspendem seus arquivos enfrentam problemas como não conseguir:

  • financiamento
  • conta bancária móvel
  • Participe de concursos públicos
  • aplicar para um emprestimo
  • receber pensão
  • Obter ou renovar um passaporte

O que significa cada situação cadastral do CPF

São cinco as situações possíveis para o cadastro do seu CPF:

  • CPF – Regular: significa que você não tem nenhuma pendência, está tudo regularizado.
  • CPF – Pendente de regularização: é quando o contribuinte deixou de declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física em algum dos últimos 5 anos. Nesse caso, precisa enviar a declaração atrasada, bem como quitar o imposto devido, com juros e multa.
  • CPF – Suspenso: é quando seu cadastro está incompleto ou com algum erro.
  • CPF – Cancelado: é quando o CPF foi roubado ou perdido, ou quando cancelado por existência de multiplicidade de registros, ou ainda por conta de decisão judicial ou administrativa.
  • CPF – Nulo: quando existe fraude na inscrição e o CPF foi anulado.
  • CPF de pessoa falecida: quando ocorre o falecimento do titular.

Como regularizar o CPF suspenso?

Caso sua situação seja de CPF suspenso, você pode documentar a especificação online:

  • Acesse meu CPF no site da Receita Federal.
  • Selecione o serviço Atualizar CPF.
  • Selecione Etapas para realizar este serviço. Role a barra lateral até “Fornecer Canais” e selecione Serviços “Web:
  • Regular os fundos de previdência suspensos”.
  • Preencha os dados solicitados, informando o “nome” e o “nome da mãe” que constam na certidão de nascimento ou certidão de casamento.
  • Clique em “Enviar”.

Se o CPF for cancelado ou inválido, você precisará ir pessoalmente à Receita Federal para resolver o cadastro. Você pode agendar esta visita online.

Como regularizar a situação do CPF que caiu na malha fina?

Quando o seu CPF está aguardando a regularização, porque você não apresentou o seu imposto de renda, há algumas inconsistências na sua declaração ou você não pagou o imposto devido, essa situação pode levá-lo à multa.

Para ajudar os contribuintes nessa situação, a Lioness oferece um serviço para tirar você do caminho: basta preencher o formulário de contato e nossos especialistas analisarão seu problema detalhadamente e identificarão o que precisa ser tratado para te tirar dessa Pendência, resolve os casos mais complexos em 30 dias.

Quanto mais cedo você ajustar essas questões pendentes, menor será a probabilidade de você pagar uma multa.

Agora que você descobriu como é fácil verificar a situação cadastral do seu CPF, recomendamos que você verifique sua situação pelo menos a cada seis ou três meses para resolver as pendências o mais rápido possível e evitar complicações, pois muitas vezes ocorrem fraudes de documentos.

Você também pode compartilhar este artigo com seus amigos, para que mais pessoas possam verificar e ajustar as suas situações cadastrais também!

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…