Simples Nacional e profissionais liberais já podem ter acesso a ‘benefício extraordinário’ para empreendedores; veja como acessar

Doutor em Administração de Empresas da USP concederá ‘privilégio’ em 9 de julho, mas o acesso deve ser solicitado antes disso; confira todos os detalhes

Anúncios

Se você é um microempreendedor, freelancer ou autônomo, definitivamente foi afetado pelos últimos dois anos. Com o início da pandemia e a consequente crise econômica, o mercado tornou-se cada vez mais complexo para quem possui seus próprios negócios.

O isolamento social e a falta de capital levaram muitas empresas a declarar falência ou até mesmo fechar as portas. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), somente em 2020, 522.000 (34,9%) empresas encerraram suas atividades, das quais 518.400 (99,2%) eram pequenas empresas com até 49 pessoas.

Um dos principais motivos para o fechamento é a falta de clientes e as baixas taxas. É comum em tempos de crise: os consumidores desaparecem e os fluxos de renda diminuem.

Mas as coisas parecem ter melhorado desde então, com o retorno dos eventos presenciais. Algumas empresas conseguiram se reerguer, outras ainda estão de pé, mas com dificuldades – liberais e profissionais autônomos lutam por melhores resultados.

Nesse caso, estarão disponíveis nos próximos dias “benefícios especiais” para autônomos e trabalhadores do MEI.

Para ajudar esse grupo de pequenos empreendedores, esse “auxílio” terá uma série de vantagens inéditas para profissionais que precisam conquistar mais clientes e aumentar sua renda.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

No entanto, esta não é a primeira vez que o privilégio é liberado, pelo contrário. Em outros momentos, e mais importante, os “benefícios” chegaram a vários empreendedores, ajudando-os a manter seus negócios à tona.

Benefício extraordinário’ que foi liberado pela primeira vez em 2020, durante a pandemia, será concedido de forma ‘inédita’ para profissionais liberais, MEI e Simples Nacional

Em meio ao caos da pandemia do COVID-19, muitas pessoas e empresas se veem sucumbindo às novas normas de convivência, distanciamento e, principalmente, a falta de eventos presenciais.

Nesse período, algumas famílias puderam contar com o auxílio emergencial, mas microempreendedores e autônomos tiveram que buscar outras opções de sobrevivência.

É neste cenário que surge uma “extraordinária regalia” inteiramente dedicada a freelancers e trabalhadores independentes. Os incentivos são uma iniciativa do Executivo da USP, Dr. Roberto Shinyashiki.

“Eu estava na Índia quando o lockdown começou. Fiquei em quarentena lá por 2 meses. E, quando voltei ao Brasil, um membro da minha equipe me disse que precisávamos de algo para aproveitar o negócio porque as caixas registradoras já estavam sem mais dinheiro. Foi aí que pensei nessa oportunidade”, disse Roberto Shinyashiki.

Seu objetivo é ajudar os autônomos, ajudando-os a adquirir mais clientes e aumentar significativamente a receita dos negócios. Está indo muito bem.

Em 2020, essa vantagem poderá ajudar centenas de profissionais a manterem seus negócios em funcionamento e ainda ganharem mais em um momento tão delicado.

Mas nem tudo é tão simples quanto parece. Muitos empreendedores ainda enfrentam a “dor” da falta de clientes, renda muito baixa e falta de liberdade para criar novos projetos, por isso, seu trabalho é inovador.

Diante dessas questões, os “benefícios” voltam a estar disponíveis para todos os autônomos, profissionais liberais e empresários pertencentes ao Simples Nacional

‘Conheço vários empresários de todo o Brasil que lotaram suas agendas graças a este benefício’; doutor em Administração pela USP acredita que a volta deste ‘privilégio’ pode favorecer autônomos e MEIs

Iniciar um negócio em qualquer área não é uma tarefa fácil. Seja você engenheiro, advogado, dentista ou empresário. Manter um negócio lucrativo pode dar muito trabalho, principalmente em tempos de crise.

Além disso, segundo o IBGE, a maioria das pequenas empresas no Brasil não sobreviverá nem 10 anos. Pelo menos um em cada cinco fecha depois de um ano.

Os principais motivos incluem:

  • Falta de um bom modelo de negócios;
  • má administração;
  • sem consumidores;
  • Baixa renda e falta de capital de giro.

Vários fatores significam que você possui seu negócio. Além das questões administrativas e financeiras, existem algumas outras questões que os proprietários precisam considerar. Especialmente problemas mentais e psicológicos.

Para o executivo PhD e empresário Roberto Shinyashiki, ser freelancer requer uma mentalidade firme e consistente. Isso porque, às vezes, iniciar um negócio exige mais inteligência emocional do que gerenciar tecnologia.

Por isso, o empresário acredita que pode ser extremamente vantajoso obter “benefícios extraordinários” neste momento. Afinal, você terá as ferramentas para lidar com os “pontos problemáticos” do seu negócio e ainda terá a garantia do conhecimento necessário para continuar a atingir seus objetivos de carreira.

‘Benefício extraordinário’ para profissionais liberais, MEI e Simples Nacional será liberado no dia 9 de julho; saiba como se cadastrar para receber o seu acesso.

Pequeno empresário, dentista, advogado, empresário ou qualquer outro tipo de autônomo ou autônomo. Se você pertence a um desses grupos, terá direito a esses “benefícios” o mais rápido possível.

Em um caso especial, esse “privilégio” será lançado novamente em 9 de julho. E, para garantir o acesso, é necessário realizar esse cadastro. Após preencher os dados, você receberá todas as informações sobre os próximos passos.

Veja bem, com tantas adversidades na economia e todos os tipos de obstáculos que os microempreendedores já têm, conseguir “benefícios exclusivos” pode ser o ponto de virada que você procura.

Se o que o seu modelo de negócio precisa é conquistar mais clientes e aumentar sua receita, sugiro que não perca essa oportunidade e peça para obter os “benefícios” o mais rápido possível.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo