Taxação dos super ricos: saiba se o seu nome também está na lista; confira

Muita gente ainda tem dúvida sobre o assunto e sobrem quem realmente será taxado

A taxação dos super ricos é um assunto que sempre gerou muito debate, principalmente nos tempos de redes sociais. Afinal de contas, se trata de um imposto sobre um determinado lucro de um grupo de pessoas privilegiadas.

No entanto, muita gente ainda tem dúvida sobre o assunto e sobrem quem realmente será taxado. Isso porque, em muitas situações, é até mesmo difícil definir o que é um rico ou um super rico.

Mas, neste post, vamos falar um pouco mais sobre o assunto e sobre como isso pode impactar na vida do cidadão comum. Até porque uma coisa sempre casa ficando atrelada à outra.

CONHEÇA MAIS BENEFÍCIOS:

DINHEIRO ESQUECIDO

Como saber se sou um super rico?

Agora, se você tem um carro caro, uma casa de alto padrão e um emprego com um salário, por exemplo, na casa dos R$ 10 mil, deve estar se pensando: eu sou um super rico. Mas, não é bem por aí.

Neste caso, o cidadão com essa característica está bem longe de ser um chamado ‘super rico’. Assim, de acordo com a lei que foi aprovada na Câmara dos Deputados no final de outubro, a lei prevê cobrança de Imposto de Renda de fundos exclusivos e passa a taxar aplicações em offshores, ou seja, empresas no exterior que abrigam investimentos

No caso dessas empresas, as alíquotas de cobrança vão ser fixadas em 15% no valor dos rendimentos. Inicialmente, poderia até chegar a 22,5% do valor total dos bens daquela determinada empresa.

Atualmente, apenas 2.500 brasileiros estão dentro dessa realidade das empresas com esse tipo de investimento. Desse modo, são poucas as pessoas que vão ser, de fato, afetadas por essa taxação financeira, que via a arrecadação de impostos.

Impacto para a população brasileira

Mas, com essa nova lei, que ainda carece de sanção presidencial, poderá ter, sim, um impacto na população de um modo geral. Isso porque, com a taxação dos super ricos, o governo federal também espera aumentar a arrecadação.

Então, o governo ainda não disse de quanto será o impacto no aumento das receitas do orçamento. Mas, ficará abaixo dos R$ 54 bilhões projetados para 2026, caso todos os detalhes da lei tivessem sidos aprovados.

Ainda assim, é um dinheiro extra que vai entrar e que vai ajudar na melhoria da qualidade de vida da população. A ideia com a taxação dos super ricos é viabilizar obras e programas sociais, o que vai impactar nas pessoas mais carentes.

Saiba também: Veja onde a cesta básica está mais barata.