Trabalhadores podem realizar até 3 saques do PIS/Pasep

Três oportunidades de saque de PIS/Pasep para valores acima de R$ 3.000. Verificar.

Anúncios

Diante da atual crise econômica que assola o país, a maioria dos brasileiros sempre dá boas-vindas ao dinheiro extra. Muitos podem não saber, mas em 2022 existem até 3 recursos para contar relacionados ao PIS (Regime de Integração Social) ou Pasep (Regime de Formação de Ativos do Serviço Público).

Vale ressaltar que nenhuma das três opções de saque se refere ao ano-base do abono salarial de 2021, pois o benefício não será repassado pelo governo em 2022 devido ao espaço orçamentário. Então, no final, apenas a receita de janeiro de 2023 precisa ser recebida.

Por outro lado, milhares de trabalhadores têm o direito de sacar seus saldos “esquecidos” associados ao PIS/Pasep. Entre as opções de resgate, está o abono salarial referente aos meses úteis de 2020, a ser pago entre fevereiro de 2022 e março de 2022. Se você estiver interessado, conheça todas as possibilidades e verifique se há dinheiro extra para receber.

Esqueça a mesada

Os trabalhadores que não receberam seus bônus salariais de 2019 e 2020 terão uma nova oportunidade de retirada ainda este ano. Os cidadãos que atenderem aos requisitos do programa poderão resgatar o valor e não terão fundos sacados dentro do cronograma correspondente especificado para cada distribuição de benefícios.

Quem tem direito ao subsídio?

Os funcionários que atenderem aos seguintes critérios são elegíveis para bônus salariais:

  • Ter trabalhado, ao menos, 30 dias de carteira assinada durante o ano-base; 
  • Ter recebido em média até dois salários mínimos no decorrer do ano-base; 
  • Possuir inscrição no PIS/Pasep há pelo menos 5 anos; 
  • Ter seus dados devidamente repassados pelo empregador a RAIS. 

Como sacar?

  • Abono salarial ano-base 2020: o benefício foi repassado ainda este ano. Quem perdeu o cronograma de resgate, pode sacar os valores até 29 de dezembro de 2022, nas agências de Caixa, ou por aplicativo;
  • Abono salarial ano-base 2019: neste caso, será necessário solicitar o resgate por e-mail (trabalho.uf@economia.gov.br) – troque o “uf”, pelo referente ao seu estado. Exemplos: trabalho.rj@economia.gov.br, trabalho.ba@economia.gov.br, trabalho.sp@economia.gov.br.

Valores de cada benefício

O valor é estipulado conforme o salário vigente do ano de distribuição, confira: 

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.
  • Abono de 2020: distribuído em 2022, logo, o máximo pago é de R$ 1.212 e o mínimo de R$ 101; 
  • Abono de 2019: distribuído em 2021, logo,  o máximo pago é de R$ 1.100 e o mínimo de R$ 92. 

Cotas PIS/Pasep

Por fim, neste último caso, a renda não é um abono salarial, mas um recurso do valor creditado pelo fundo PIS/Pasep entre 1970 e 1988. Segundo a Caixa, cerca de 10,5 milhões de trabalhadores tiveram direito a um valor superior a 23 bilhões de reais nesse período.

Quem tem direito às cotas?

  • Trabalhadores que atuaram de carteira assinada em algum momento entre 1970 e 1988, e não sacaram os recursos do fundo PIS/Pasep; OU
  • Herdeiros destes trabalhadores que atendem ao perfil indicado acima (em caso de morte do titular);
  • Para consultar se há algum saldo a ser recebido, basta acessar o aplicativo do FGTS (disponível para aparelhos Android e IOS). 

Como sacar o saldo, em caso de positiva?

  • Para titulares: basta dirigir-se a qualquer agência física da Caixa com documentos oficiais de identificação;
  • No caso de herdeiros: devem dirigir-se à agência da Caixa com os seguintes documentos: escritura de mútuo, certidão de óbito do falecido, declaração de dependentes com direito a pensão por morte (se dependente), Alvará judicial designando os beneficiários ao saque.(no caso de sucessores), documento de identificação oficial do sacador. 

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo