Publicidade

Veja as novas regras para o imposto de renda 2021

A Receita Federal anunciou nesta quarta-feira (24) as principais regras para declarar o imposto de renda 2021 para pessoas físicas

Publicidade

Mesmo que todas as normas ainda não estejam vigentes, já é possível se organizar e juntar todos os documentos necessários para a declaração deste ano.

Publicidade

Antes de tudo, o contribuinte deve reunir todos os papéis necessários, mesmo que tenha ou não havido retenção da fonte pagadora no ano passado.

Portanto, confira abaixo quais são os principais documentos necessários e como declarar o seu imposto de renda 2021.

Documentos necessários para declarar o imposto de renda 2021

  • comprovantes de salários;
  • ou comprovantes de prestação de serviços;
  • comprovantes de aposentadoria;
  • e comprovantes da previdência privada.

Caso você não tenha algum dos documentos citados acima, é possível solicitar diretamente com o seu empregador, afinal, ele é obrigado a lhe conceder o comprovante de pagamento do serviços prestados até o final deste mês.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

Além disso, o contribuinte deve juntar todos os holeriths ou comprovantes de recebimentos dos últimos 12 meses e somar o valor de todos os seus rendimentos.

Publicidade
Santander BR

Além do mais, é necessário juntar e somar todos os recebimentos provenientes de aluguéis, pensões ou outras formas de ganhos durante o ano de 2020.

Qual o procedimento para conseguir deduções no imposto de renda 2021?

É necessário reunir todos os documentos de rendimentos de todos os moradores da sua residência, mesmo que sejam dependentes.

Dessa forma, é possível também garantir deduções no pagamento do imposto de renda 2021.

Mesmo que não seja possível garantir a dedução, é necessário reunir todos os ganhos da família e apresentar para a Receita Federal.

É possível ainda apresentar os documentos que comprovem os gastos com a escola dos dependentes e com as despesas médicas.

Para isso é necessário reunir todos os recibos, notas fiscais ou comprovantes de pagamentos para as instituições e somar o valor dos últimos 12 meses.

Dessa forma, o valor somado também deve contribuir para deduções no imposto de renda 2021.

Atenção: apresentar notas fiscais ou recibos falsificados é visto como um crime pela Receita e pode gerar uma multa de até 150% do valor e reclusão de 2 a 5 anos, tome cuidado!

Além disso, é necessário apresentar os extratos bancários dos últimos 12 meses que possuam movimentações e depósitos acima de R$140,00.

Para conseguir emitir o extrato é necessário que o cliente do banco acesse o aplicativo ou prossiga até a agência mais próxima e solicite a movimentação através do caixa eletrônico.

Por fim, arrendadores de imóveis rurais, pessoas físicas que recebem valores de outras pessoas físicas, ou recebem rendimentos de bens comprados ou alienados no exterior, também precisam apresentar os documentos.

Além do mais, o contribuinte necessita apresentar os comprovantes de recibos de profissionais liberais, consultas a clínicas, pagamento de aluguéis e juros.

A falta da apresentação desses documentos podem acarretar uma multa de 20% do valor total não declarado.

Portanto, não deixe de reunir todos os documentos possíveis e fique atento a todos os procedimentos orientados pela Receita Federal para o imposto de renda 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.