Bolsonaro vai assinar MP que aumenta salário mínimo para R$1.100

A equipe econômica previa um salário de R$1.088, mas de acordo com Bolsonaro ele vai assinar a MP que aumenta o salário mínimo para R$1.100, mas a decisão ainda precisa de aprovação do Congresso.

Publicidade

No anuncio feito por Jair Bolsonaro na quarta-feira (30) foi anunciado o aumento salário mínimo para 2021 e novo valor vai vigorar a partir de 1º de janeiro de 2021. O aumento representa 5,26% em relação o atual valor de R$1.045.

Publicidade
Publicidade

O novo valor diz respeito ao salário mínimo nacional, ou seja, para os trabalhadores; aposentados e pensionistas; e também para o setor público e privado. Atualmente o salário mínimo é uma referência para mais de 49 milhões de trabalhadores brasileiros.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
 
APROVAÇÃO NO CARTÃO
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
 
CARTÃO SEM ANUIDADE

Salário mínimo para R$1.100: O que explica a diferença dos valores

aumenta salário mínimo para R$1.100

Publicidade

Se acordo com o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, o reajuste do salário mínimo segue a mesma linha do que foi feito em 2019.

Para fazer o reajuste o governo levou em consideração a previsão de INPC de 5,22%. De acordo com Guaranys o valor leva em consideração o valor fechado do índice até novembro e a divulgação do boletim Focus do Banco Central. Será mais um ano onde o salário mínimo não recebe uma alta real.

Qual é o impacto nas contas públicas

Quando o valor do reajuste é maior para o salário mínimo, o governo federal acaba gastando mais. Isso acontece porque os benefícios do INSS não podem ser pagos em valor inferior ao mínimo estipulado.

De acordo com Waldery Rodrigues, secretário da Fazenda do Ministério da Economia, a cada R$1 de aumento no salário mínimo, a despesa é de em média R$351,1 milhões para 2021.

Segundo Adolfo Sashcida, secretário de Política Econômica, o reajuste do salário mínimo gera uma despesa extra de aproximadamente R$4 bilhões para o próximo ano que se aproxima.

Veja também:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
OUTROS CARTÕES
   

Ainda de acordo com Sashcida, o reajuste em relação aos R$1.088 esté dentro do teto possível de gastos e não causa preocupações.

Salário mínimo pode ser reajustado duas vezes no próximo ano

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) não foram divulgados. O calculo feito pelo IBGE, serve como direção na hora de fazer a conta para chegar no valor do salário mínimo.

Em 2020 o salário recebeu dois reajustes, um em janeiro de R$ 1.039 e o outro em fevereiro de R$1.045. Essa situação pode se repetir em 2021 se caso o valor de R$1.100 não for capaz de cobrir o aumento de INPC.

Bolsonaro aumenta salário mínimo para R$1.100, mais do que o Congresso autorizou

Os parlamentares, inicialmente tinham aprovado o salário de R$1.088 já levando em consideração a inflação. Mas mesmo assim Bolsonaro divulgou que vai reajustar o salário mínimo para R$1.100.

A decisão ainda precisa da aprovação do Congresso Nacional e já divide opinião dos brasileiros. Algumas pessoas ainda consideram o valor muito abaixo do esperado e outros defendem que é a melhor decisão a se tomar para manter a economia.

De qualquer forma, ficaremos aguardando as próximas informações sobre o assunto para trazer para os nossos leitores. Não temos certeza se a decisão do reajuste será passar o salário mínimo para R$1.100 e vamos ficar aguardando as próximas notificações do Congresso.