Crise financeira na pandemia – Veja 7 lições aprendidas pelas empresas

A crise financeira na pandemia foi e está sendo ruim, afinal de contas, muitos empregos foram desfeitos em razão da falência de muitas empresas.

Anúncios

Entretanto, por pior que pareça, encontrar as lições nessa situação é fundamental para seguirmos e buscarmos melhorar os resultados de investimentos e empreendimentos.

Através desse post, apresentarei a você quais foram as principais lições que a crise financeira da pandemia trouxe para os empreendedores e investidores e o que pode ser feito de novo hoje. Boa leitura!

Crise financeira na pandemia – Veja 7 lições que as empresas tiraram da covid-19

1 – Sua empresa precisa estar no ambiente digital:

Uma das primeiras coisas que a pandemia mostrou na crise, foi na necessidade de as empresas estarem em um ambiente digital.

Entretanto, o passo necessário não é apenas estar online, mas pensar de maneira digital.

LEIA MAIS:

CARTÃO DE CRÉDITO
 
CARTÃO DA CAIXA
 
CARTÃO DE CRÉDITO NUBANK
 
CARTÃO PARA NEGATIVADO
             

As empresas que tentaram, no desespero, entrar no mundo digital de acordo com o seu negócio físico, não resistiu.

Na verdade, a transformação digital é muito além disso, é trazer o modelo digital para todos os setores da empresa.

Portanto, não adianta criar apenas um ecommerce, é preciso compreender mais sobre o consumidor dentro desse ambiente digital.

2 – Gestão da crise financeira na prática:

A crise financeira na pandemia conseguiu proporcionar aos empreendedores uma das maiores experiências que eles poderiam ter na prática.

Uma gestão de crise como essa é quase impossível de ser encontrada em livros, cursos e afins, mesmo que cada um deles tenha o seu próprio valor.

Em um espaço muito pequeno, foi necessário transferir grande parte ou todos os seus funcionários para home office.

Além disso, alinhar questões de segurança, informação e planejamento visando o curto prazo para gerar receitas foram fundamentais.

Por fim, a necessidade de rever os cursos e outras questões que salvaria o negócio pesou no final.

3 – Crise financeira na pandemia – Estar preparado para se reinventar:

Uma das coisas que a crise financeira na pandemia nos mostrou foi que o poder de se reinventar pode fazer a sua empresa se manter aberto em momentos difíceis.

Exemplos bem práticos e claros são os restaurantes que não se preocuparam em saber o que é delivery, tiveram que correr contra o tempo para entrar no modelo.

Além de precisar adaptar a maneira de preparo da comida para aguentar a viagem, foi necessário mudar os modelos de cardápio, estar online e contratar motoristas.

As academias, por exemplo, passaram a funcionar com aulas mais práticas com educadores físicos e de maneira online.

Assim, a dinâmica foi totalmente diferente e foi necessária uma adaptação rápida de como funcionar.

Portanto, a carta na manga da empresa em momentos de crise é fundamental para momentos de incerteza que a economia nos apresenta.

4 – É preciso ter uma empresa flexível:

Se antes as empresas tinham o hábito de traçarem suas metas e objetivos pensando em 10 anos, agora é preciso pensar no pequeno e médio prazo também.

Os planejamentos precisaram se tornar menos rígidos para garantir que a empresa não seja pega de surpresa e consiga se adaptar as mudanças.

Portanto, a liderança precisa se torna adaptável e guiar toda a equipe, demonstrando confiança no percurso.

5 – Crise financeira na pandemia – O fluxo de caixa precisa estar alinhado a empresa:

Outra coisa que a crise financeira na pandemia trouxe como ensinamento as grandes, médias e grandes empresas é que o fluxo de caixa não pode ficar em segundo plano.

As empresas que ficaram focadas somente em clientes novos, deixando de lado os gastos pontuais e fixos, acabaram tendo uma grande surpresa.

Na crise econômica o fluxo de caixa vai decidir por quanto tempo a sua empresa pode sobreviver.

Ao mapear o caixa, você consegue planejar rapidamente o que precisa e realizar cortes pontuais que não prejudique a sua empresa e nem a leve a falência.

6 – A gestão de risco é muito importante:

É comum quando uma empresa vai ser aberta, o empreendedor desenvolver um plano de negócio sem os possíveis riscos que podem deixar a sua atividade vulnerável.

Entretanto, pensando em uma gestão de risco, é possível auxilia a empresa a ficar preparada para os momentos de lidar com a crise financeira.

Portanto, o primeiro passo é identificar quais são as questões que estão ameaçando o negócio.

Encontrado o problema, é importante mensurar quais são os impactos que o risco pode causar e a partir daí buscar estratégias para não se tornar refém da situação.

– A crise, vai passar:

Não importa o tamanho que seja a crise, ela vai passar.

É fundamental que a sua empresa seja resiliente e aguente o percurso, que mesmo longo, trará muitos aprendizados.

Além disso, empresas que conseguem se manter abertas durante uma crise tão longa como a gerada pela pandemia do coronavirus tende a lidar melhor com outras dificuldades.

Portanto, mantenha a sua equipe confiante que vai passar e inove.

 

Boa sorte a todos e até o próximo post!

Rolar para cima