FGTS não sacado: Mais de R$9,2 bilhões deverão voltar para os cofres públicos!

Veja neste artigo o que acontece com o FGTS não sacado que milhares de pessoas deixaram nos caixas!

Anúncios

O Governo Federal liberou neste ano de 2022 um montante de até R$1.000 do saldo do FGTS de cada trabalhador para os que necessitassem desse valor para fins de quitar dívidas.

O valor ficou disponível até o mês de julho e, a partir de 06 de agosto, quem não fez nenhuma movimentação desse dinheiro, teve o total devolvido (com os devidos reajustes) para o seu próprio saldo do FGTS.

Estima-se que o total de FGTS não sacado a ser devolvido aos cofres públicos seja de R$9,2 bilhões, contra outros R$30 bilhões que foram sacados pelos beneficiários.

Se você não estava por dentro dessa oportunidade e teve seu FGTS não sacado por falta de informação, siga aqui e compreenda o que acontece agora.

________________
________________

Não saquei meu FGTS. Ainda dá tempo de efetuar o saque?

Ainda que o prazo tenha se encerrado, o Governo Federal gerou uma nova oportunidade a quem consta com seu FGTS não sacado. Para aqueles que não fizeram nenhuma movimentação desse valor, calma! Ainda há uma alternativa.

Em caráter excepcional, criou-se o Saque Extraordinário. Ele versa sobre a possibilidade de que, até 15 de dezembro, quem tiver interesse ou necessidade sobre o valor ofertado, possa fazer a solicitação dos R$1.000 originalmente disponíveis.

As liberações podem ser acessadas pelo app do Caixa Tem de forma gratuita. Fazendo a solicitação por meio do aplicativo do FGTS, a liberação deve acontecer em até 15 dias úteis, sendo esse o prazo para o dinheiro cair na conta.

Com o total em conta, o beneficiário poderá sacar o seu benefício, transferir ou fazer transações eletrônicas sem nenhum custo extra.

Saquei apenas uma parte. O que acontece com o resto?

Aos usuários que utilizaram apenas uma parcela do que foi depositado em conta, o restante não se encaixa nas mesmas regras de devolução que se enquadram os valores do FGTS não sacado.

Esse grupo terá ainda o restante disponível para que seu uso seja completo, da forma como for mais adequada para o beneficiário.

Uma vez disponibilizadas e com manifestação de uso pelo trabalhador, a quantia passa a ser de posse do mesmo, não tendo mais o Governo o direito de mexer para recolher.

A partir da primeira movimentação feita, ainda que de valor irrisório, o sistema compreende que o beneficiário se utilizou do direito de receber o seu FGTS e fazer uso dele.

Portanto, fique tranquilo! Mesmo que não tenha tido tempo hábil para quitar todas as suas dívidas até o prazo para utilização, se você movimentou essa liberação, ela seguirá intacta na sua conta até que você mesmo resolva o que fazer com ela.

O FGTS é um direito de todo trabalhador e existem muitas formas de quem o recolhe se utilizar dele. Acessando o app FGTS você poderá atualizar seus dados, conta bancária, endereço e documentação de identificação.

É também através dele que as solicitações de saque podem ser feitas. Atualmente, além do Saque Extraordinário, também está ativo o Saque Aniversário e o Saque Rescisão.

Outras modalidades existentes ainda estão à disposição de acordo com a situação em que o contribuinte se encontra, logo, devem ser consultadas diretamente no aplicativo.

Dúvidas sobre o FGTS não sacado? Deixe abaixo nos comentários!

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo