Renegociação de empréstimo por juros mais baixos

Você sabia que é possível renegociar a dívida do cartão de crédito com juros menores? Fazer a renegociação de empréstimo? Diversas pessoas ainda têm a falsa impressão de que precisam continuar reféns de contratos com juros abusivos. No entanto, é possível realizar um procedimento chamado portabilidade de crédito para reorganizar sua vida financeira e tirar seu nome dos mecanismos de restrição.

Publicidade

Explicaremos neste artigo como funciona a portabilidade de crédito para renegociação de dívidas e entenda como se livrar das dores de cabeça trazidas por não honrar compromissos financeiros. Além disso, daremos outras dicas sobre como resolver sua situação financeira. Afinal, não é uma boa ideia limitar-se a apenas uma opção quando o assunto é resolver problemas com seu dinheiro.

Publicidade

Como fazer a renegociação de empréstimos

renegociação de empréstimo como funciona
Entenda como funciona a renegociação de empréstimo

Portabilidade de crédito: como funciona?

Uma pessoa qualquer pode adquirir um empréstimo consignado, com taxa de juros de 3% ao mês. No entanto, ela descobre que é possível transferir o contrato para outra instituição financeira para pagar juros de 2% ao mês. Em linhas gerais, o processo de portabilidade de crédito costuma ser rápido e é feito diretamente com a empresa para a qual deseja transferir o contrato.

Pode parecer pouco, mas, uma poupança de 1% em um contrato pode significar uma redução de custo de mais de R$ 10 mil, dependendo do montante solicitado e da quantidade de parcelas.

Trata-se de um direito de todo brasileiro, previsto por lei. Com a Selic caindo cada vez mais, é possível negociar taxas de juros cada vez menores com as instituições bancárias e garantir o melhor negócio. Isso ocorre porque a taxa básica de juros é uma referência utilizada pelas instituições bancárias para reduzir o custo de crédito. Quanto mais baixa, mais baixas (em teoria) serão as taxas de juros negociadas no mercado.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

O exemplo sobre empréstimo consignado foi dado porque, segundo informações do Banco Central, 97,8% do valor em que já ocorreu alguma espécie de portabilidade é o crédito consignado. No entanto, também entram na equação outros produtos bancários que possuem juros altíssimos, como cheque especial e financiamento imobiliário.

Publicidade
Santander BR

O mesmo pode ser aplicado para renegociar e liquidar dívidas de cartão de crédito, uma vez que as taxas de juros relacionadas ao atraso de pagamento são incrivelmente altas.

Para solicitar a portabilidade de crédito, é preciso possuir algumas documentações em mãos, tais como o número do contrato que deverá ser migrado, quantidade de prestações ainda não pagas e o saldo devedor total, além de outras informações que devem ser solicitadas pela instituição financeira.

Renegocie diretamente com a instituição bancária

Esta é a estratégia aparentemente preferida pelas empresas, uma vez que devedores costumam ser copiosamente cobrados por todos os meios de comunicação disponíveis.

Pode ser uma ótima ideia entrar diretamente em contato com o banco ou credor e, pessoalmente, renegociar o valor devido. Não tenha medo de dizer que você está em maus lençóis e que possui um limite sobre o quanto pode pagar.

Tenha em mente, com toda a clareza possível, do quanto você deve e como você pode pagar. É preciso programar-se antes de contatar a instituição financeira em questão, uma vez que clareza e firmeza adequada nas palavras poderão ajudar, e muito, você a sair do aperto.

No entanto, é importante que você não feche negócio imediatamente. Afinal, outras instituições podem querer adquirir sua dívida por taxas ainda menores. Caso a oferta da instituição atual seja melhor e caiba em seu bolso, aceite. Caso contrário, opte pela opção de portabilidade de crédito e livre-se dos juros abusivos.

O Serasa pode te ajudar

Muitos veem o Serasa Experian apenas como um órgão que registra o nome de pagadores inadimplentes, complicando-lhes a vida na hora de conseguir crédito perante instituições financeiras. No entanto, a empresa é muito mais que isso: ela atua como um portal de auxílio para o consumidor, enumerando diversos bancos e credores de confiança para ajudar você na hora de escolher a opção mais em conta.

O Serasa eCred é um produto oferecido a pessoas de todos os tipos de score, sendo possível realizar simulações para verificar quais as opções mais vantajosas na hora de adquirir crédito ou renegociar dívidas.

Uma característica bastante interessante é que não é necessário pagar nada para realizar as simulações. Além disso, o Serasa garante o sigilo e segurança de todas as informações disponibilizadas em sua página. Portanto, navegue tranquilamente.

Sendo assim, pode ser uma excelente ideia realizar seu cadastro no Serasa e explorar as opções de negociação oferecidas pela página. De tempos em tempos, a empresa cria feirões de quitação de dívidas, reduzindo drasticamente os juros e o valor das dívidas. Em meio à pandemia, é certo que muitos não conseguirão, infelizmente, honrar com seus compromissos perante as instituições. Sendo assim, pode ser um momento oportuno para reorganizar sua vida financeira e limpar seu nome.

Você precisa sair ganhando na renegociação de empréstimo

De nada adianta realizar uma renegociação de empréstimo ou cartão de crédito, se a instituição financeira for a principal beneficiada. Uma das maneiras mais utilizadas para reduzir o valor pago mensalmente por uma dívida é estender o número máximo de parcelas. Dessa forma, é possível pagá-las com mais folga, sem comprometer o orçamento familiar mais que o necessário.

Em alguns cenários, como quando a dívida já atingiu certa idade, é possível renegociar o valor total devido de forma considerável, além de disponibilizar parcelas a perder de vista. É preciso, antes de tudo, realizar detalhado estudo sobre sua saúde financeira e entender qual proposta é a que melhor cabe em seu bolso.

Cuidados com a renegociação de empréstimo

No caso de portabilidade de crédito, é importante que as parcelas estejam em dia. Caso contrário, a instituição bancária poderá atravancar o processo, alegando pendências financeiras. Afinal, o banco ou credor precisam ter confiança de que a dívida será paga.

No caso das renegociações de dívidas diretamente com a instituição, é importante ter cautela e sempre comparar as opções disponíveis no mercado para ter certeza de que está escolhendo a opção economicamente mais inteligente.

Em períodos de perigosa crise financeira, cada centavo poupado é importante. Não há como mensurar de que maneira será o próximo dia.

Leia, também: Cartão de crédito sem comprovação de renda: é confiável?