Portal de Economia e Finanças

Taxa SELIC – Porque o investidor precisa ficar de olho nela

0

Muitos investidores iniciantes ainda não entendem o porque eles devem ficar de olho na taxa SELIC.

Publicidade

Nesse post, falarei sobre o tema e claro, porque essa taxa é tão importante para quem decide investir.

Publicidade

Boa leitura!

O que é a taxa Selic?

taxa selic, Taxa SELIC – Porque o investidor precisa ficar de olho nela

SELIC é uma sigla que significa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia.

Assim, a taxa Selic é aplicada em empréstimos sempre de curta duração entre os bancos.

Normalmente, esses empréstimos são garantidos por títulos públicos e não duram mais do que um dia.

Publicidade

O nome dessas operações diárias são overnight, que significa de um dia para o outro.

Além disso, é importante saber que a taxa SELIC é a taxa básica de juros da economia aqui em território brasileiro.

Publicidade

Portanto, esse é um sistema adotado pelo Banco Central para poder controlar a emissão, compra e venda de títulos, regulando ainda mais a inflação.

Como essa taxa funciona?

Nesse caso, o governo precisa de dinheiro para poder pagar as suas dívidas e também realizar investimentos.

Esse dinheiro será colocado em diversos setores, como:

  • Escolas;
  • Estradas;
  • Hospitais;
  • Injetar recursos na educação;
  • Segurança;
  • Saúde.

Essas são as principais maneiras de se conseguir dinheiro, mas existem uma segunda opção, que é o Tesouro Nacional.

Publicidade

Portanto, para conseguir investir em novas infraestruturas, o governo vende os títulos do Tesouro Direto e vende também o Tesouro Direto Selic, que são os mais conhecidos.

Através desse dinheiro, é possível antecipar a receita que vai ser recolhida nos impostos.

Ou seja, é como se o Governo pegasse um empréstimo com os investidores para receber uma quantia de dinheiro antes e que será cobrado no ano seguinte.

Na maioria das vezes, esses títulos são obrigatoriamente comprados pelos grandes bancos.

A ideia de obrigar os bancos de comprar esses títulos é uma forma de conseguir controlar a quantidade de dinheiro que está em circulação.

Como acontece milhões de transações bancarias diariamente, no final do dia, os bancos precisam chegar a um determinado valor que é definido pelo Banco Central.

Se tiver mais saques do que depósitos de dinheiro, os bancos irão passar por um déficit ou por um superávit em seu balanço.

O dinheiro que é movimentado entre os bancos para poder compensar o saldo final e as taxas de juros por causa da movimentação realizada pelo cliente é conhecida como SELIC.

Além disso, ela é a menor taxa de juros que existe e serve de base para outras taxas que correm pelo mercado.

Como a taxa SELIC consegue influenciar a economia?

Qualquer tipo de empréstimo que uma empresa financeira faz, seja ela um banco ou uma financiadora a uma terceira pessoa, precisa realizar uma taxa de juro superior.

Assim, a diferença que existe entre a taxa de juros que está sendo cobrada pelo banco e a SELIC são chamados de Spread Bancário.

O Spread Bancário são os famosos lucros dos bancos.

Ou seja, eles pegam um dinheiro emprestado, seja de alguns clientes ou de outros bancos e usam esse valor para realizar investimentos ou fornecer empréstimos.

Assim, quando as pessoas pegam um empréstimo ou decidem financiar algum tipo de imóvel ou automóvel, elas estão pagando juros sobre juros.

Os juros no Brasil, como você já deve ter notado é um dos mais altos em todo o mundo, sendo um terço dele o lucro do banco.

A partir dos juros, todos os sistemas financeiros passam a ser afetados, não somente os investimentos por si só.

Uma das consequências da taxa Selic variada no mercado é que quanto mais alta está a taxa, maior será a taxa de juros cobrada pelos bancos para emprestar dinheiro.

Logo, pedir empréstimo fica caro e as pessoas tendem a consumir menos, fazendo com que as empresas parem de produzir tanto e parem de investir.

Como a taxa afeta o mundo das ações?

Quando você compra uma ação que foi colocada à venda na bolsa de valores, está comprando um “pedaço” da empresa.

Os valores da ação geralmente estão acompanhados do valor do próprio negócio.

Portanto, se a empresa que você comprou a ação tem bons resultados, o valor da ação dela sobre.

Entretanto, se a empresa não está indo bem, a tendência então é que a ação comece a cair.

Depois de você comprar a sua ação, vai haver duas opções, dependendo da sua estratégia.

Você pode esperar o valor das ações da empresa subir para poder vender e lucrar a diferença entre o valor de compra e o de venda.

Esse é o famoso investimento especulativo.

A segunda opção é acreditar no potencial de determinada empresa no longo prazo e ser remunerado com os dividendos.

O que isso quer dizer?

Você recebe uma parte do dinheiro do lucro da empresa, de acordo com o seu número de ações em um determinado período.

Existem milhares de fatores que podem influenciar na performance da companhia que você comprou as ações e isso inclui a taxa Selic.

Como mencionei, quando a taxa Selic fica alta ela pode encarecer muito as linhas de crédito dos bancos, dificultando negócios.

Assim, o consumidor pare e pense duas vezes antes de se endividar e comprar o produto da empresa que você investiu em ações.

Como a empresa que você tem ações não quer ficar no prejuízo, ela vai começar a reduzir a sua produção para poder se adaptar a demanda atual.

Se a empresa está vendendo menos, o lucro também vai diminuir, logo, os valores das ações que estão na sua mão também vai diminuir.

 

Portanto, entender a companhia que você vai investir é fundamental para entender como a taxa Selic vai agir na empresa e quais são os tipos de oscilações que você está disposto a passar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.