10 dicas para ser aprovado mais rápido no cartão de crédito

Publicidade

O cartão de crédito aprovado é uma ferramenta prática e que faz parte do dia a dia de muita gente e todos os anos, os pedidos de emissão não param de crescer: segundo a Abec (Associação brasileira das empresas de cartão de crédito e serviço) em março deste ano, o aumento no uso do cartão foi de quase 15%, 1% a mais das emissões de cartões de débito.

Mas não é fácil ter um cartão de crédito ser aprovado , principalmente com algum histórico de dívidas ou até mesmo sem nenhuma transação financeira no seu histórico. Ainda assim, existem maneiras que podem facilitar esse caminho. Vamos lá: primeiro, vamos falar com quem já tem ou teve cartão de crédito.

Publicidade

Dicas para ser aprovado mais rápido no cartão de crédito!

aprovado mais rápido
Dicas para ser aprovado mais rápido no cartão de crédito!

1. Tenha um (bom) relacionamento com algum banco

Digamos que você tem conta bancária em banco público  ou privado há muito tempo. Você precisa manter uma movimentação financeira constante, com saques, transferências e principalmente, receber sua renda principal nesta conta (isso pesa muito). Ser um bom pagador de financiamentos, empréstimo e investir em opções do banco (poupança, CDB, etc) também pesam na decisão.

Um dos possíveis motivos para não conseguir o cartão de crédito aprovado é quando a pessoa o solicita é ter um relacionamento distante com o banco. Se a pessoa mal usa o cartão de débito não for aprovado, por exemplo, o que garante que ela usará o de crédito?

Publicidade

Ter uma conta-fantasma, como algumas pessoas chamam, é perigoso porque, embora não dê garantia de que a pessoa não saberá usar o cartão de crédito, também não dá a garantia de que a pessoa usará o recurso. Por isso, preze pela proximidade com o banco; por mais básicas que sejam suas interações, elas precisam existir.

2. Mantenha um Score alto e seja aprovado

Se você não sabe o que é score, acesse este link que vai te explicar tudo sobre esses pontinhos “sagrados”. Quando essa pontuação está alta, a aprovação do cartão de crédito aprovado  é garantida quase que na mesma semana (dependendo do banco ou empresa de cartões).

Publicidade

Você consegue um score alto com ações simples: pagando seus boletos em dia, dos básicos até os de financiamentos, também através de cadastro atualizado, bom relacionamento com empresas e quase nenhum histórico de dívidas.

Afinal de contas, é o score que indica ao analista se você é considerado um bom ou um mau pagador. Quanto mais em dia você estiver com suas questões financeiras, maiores são as chances de ter a aprovação do cartão de crédito com um bom limite, afinal, não terão ressalvas em relação aos seus pagamentos.

E, para entender melhor essa questão do score de crédito aprovado , saiba qual a  pontuação vai de 0 a 1.000. Quanto mais próximo do maior número, mais rápida aprovação. Pensando nisso, pode não valer a pena solicitar o cartão neste momento; talvez seja bom aumentar o score, caso ele esteja baixo, para que as probabilidades de sucesso subam.

Publicidade

3. Cadastro positivo

Ainda na mesma linha do score, a Serasa disponibiliza um cadastro para direcionar as empresas a escolher um bom pagador. Entenda melhor aqui. Antes, o consumidor procurava a ferramenta e descobria seu score e facilitava o relacionamento com empresas, fazendo mais transações e pagando em dia. Hoje, a ferramenta tem autorização do governo federal para entrar em contato com bons pagadores.

Veja →   Cartão de crédito da Marisa: Benefícios para quem compra na loja e como solicitar

Através desse cadastro, o cartão de crédito aprovado  mais seguro e de maior limite pode chegar até você através de um bom histórico seu com os comerciantes. Faça o cadastro, o mantenha atualizado e sem dívidas e use essa ferramenta para facilitar o pedido do seu cartão de crédito.

4. Confira seu CPF regularmente

Isso mesmo! O seu documento do cadastro geral de pessoa física não está regular só porque suas contas estão em dia. É porque no banco de dados da Receita Federal, você cumpriu suas obrigações eleitorais, por exemplo e também cadastrais. Existem várias maneiras de deixar seu CPF irregular: cadastros em lojas ou órgãos públicos que não batem, suspensão de título de eleitor, ou até mesmo, deixar de declarar o imposto de renda.

Se uma pessoa acaba ficando com o CPF irregular, pode ser acometida por uma série de complicações que restringem a atividade de qualquer cidadão. Viajar para outro país se torna difícil porque é impossível tirar passaporte, também não é possível movimentar a conta bancária, comprar imóveis ou ainda fazer algum financiamento.

Certamente se torna difícil conseguir o cartão de crédito, porque os analistas conseguem verificar o status de regularidade para, a partir do resultado, conceder ou não o cartão de crédito ao indivíduo. Se você não faz ideia se o seu CPF está regular, basta fazer uma pesquisa cadastral gratuita na rede. Para isso, vá na página da Receita Federal.

5. Mantenha o cadastro sempre atualizado em bancos e financeiras

Mesmo tendo um bom relacionamento com bancos e tendo um grande histórico, se os dados não batem, a aprovação é ainda mais demorada. Até uma simples troca de número de celular pode gerar conflito. Procure sempre seu banco, ou empresa de cartões, e atualize cada detalhe das suas informações pessoais.

6. Solicitar pessoalmente

Com a internet, muitas financeiras, bancos, ou empresas que podem liberar cartão de crédito disponibilizam o pedido pelo site mesmo. Muitas vezes, quando o cliente responde os campos definidos para o pedido do cartão, eles seguem um padrão (documentos pessoais, renda, etc). E isso pode deixar o processo mais devagar.

Quando você faz o pedido pessoalmente, o atendimento é personalizado. Com sua autorização, seus dados serão todos acessados de forma específica e seu perfil analisado com mais calma. Depois, é só aguardar.

7. Escolha um cartão de crédito mais fácil de ser aprovado

Se você precisa de crédito rápido, com um limite não tão grande, existem cartões de crédito menos burocráticos, que se destacam por, junto à pouca solicitação de dados, um limite mais ínfimo, ideal para quem precisa contar com pouco dinheiro de forma urgente. Podemos citar, por exemplo, o cartão Trigg. Ele não tem anuidade e enquanto seu pedido é analisado, você já recebe o limite e um cartão digital para começar a usar.

Outra dica é o cartão Saraiva. A livraria disponibiliza uma análise que não pede comprovação de renda, e demora poucos dias. O limite pode ser até mais baixo que os demais, mas é um cartão de crédito internacional e aceito em muitos locais.

Veja →   Cartão Renner: saiba como pedir seus benefícios

8. Seja honesto e o mais preciso possível

Mais acima foi falado sobre a importância de preencher as informações corretamente para ajudar na aquisição do cartão de crédito. Ou seja, é preciso ser honesto ao preencher números de telefone, nome completo e documentos. Por isso, verifique as informações várias vezes antes de enviar o formulário.

Uma atenção especial deve ser dada para os pontos de referência que marcamos no formulário para o pedido do cartão de crédito. Pense no quão referenciais esses pontos são. Ser preciso é importante para que as credoras não acabem duvidando de sua boa-fé por causa de omissões.

Agora, as duas últimas dicas são para quem nunca teve cartão de crédito e provavelmente pouco relacionamento bancário. Para esses casos, recomendamos cartões que não são vinculados a bancos, como Nubank, Digio ou pag!. Eles não tem anuidade e não pedem uma renda alta.

Dessa forma, pode-se dizer que são mais vantajosos. O único problema é que sua concessão costuma ser mais criteriosa, o que acaba que muitas pessoas que fazem essas solicitações demoram para ter a aprovação — acabam tentando de meses em meses — o nunca a conseguem. Mas vamos ver as dicas?

9. Construa uma reputação financeira para ser aprovado

A aprovação rápida ainda depende de um pouco de paciência. Uma boa renda, dados atualizados já ajudam, mas se você não faz transações com frequência ou “não é conhecido” na praça, o cartão de crédito não será aprovado. Então, passe a investir, pagar suas contas em dia e principalmente, aumente suas movimentações bancárias. Assim, mesmo com uma renda baixa, você conseguirá um bom limite de crédito.

A reputação financeira é quase como um atestado de que você cumpre os requisitos e pode usar determinado cartão. Quanto mais você usa sua conta, e usa de maneira correta, mais movimentada ela fica e maiores são as chances de os analistas resolverem conceder o cartão de crédito. Afinal de contas, eles querem que o cliente continue fazendo parte da companhia e, se a presença dele vale a pena, procurarão dar a esse cliente mais facilidades.

10. Cartão de crédito adicional

Se você conhece alguém, ou tem uma pessoa da família que já mantém um bom histórico financeiro e muitos anos de conta bancária, essa pessoa pode te disponibilizar um “cartão irmão”, ou, um cartão de crédito adicional. Ele será vinculado a essa pessoa, mas terá seu nome, com um limite a ser usado. Sendo alguém de confiança, você pode pedir e se responsabilizar pelo pagamento da fatura e limite. A aprovação é rápida, principalmente se for uma conta bancária antiga.

Seguindo à risca essas dicas, quem nunca teve cartão ou já tem um histórico bancário consegue acelerar o processo. Depois que conseguir, você pode ter inúmeros cartões de crédito e isso também ajuda a subir seu score. Ainda assim, os juros e taxas dos cartões de créditos tradicional são altos, então a dica mais importante é: tenha disciplina com seus gastos!

Publicidade

=====

Por isso também na Escritura se contém:Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa;e quem nela crer não será confundido.

1 Pedro 2:6

5 comentários em “10 dicas para ser aprovado mais rápido no cartão de crédito”

Deixe um comentário