Cadastro positivo – Descubra como você pode acessar o seu

O cadastro positivo foi feito para reunir o histórico de tomada de crédito e pagamentos.

Anúncios

Ele passou a funcionar em 2020, podendo ser consultado por diversos setores que incluem:

  • Comerciantes;
  • Prestadores de serviços;
  • Bancos na hora que o consumidor decidir pedir um empréstimo.

A ideia do projeto, que antes era opcional e agora é compulsória a todos os brasileiros com um CPF, é democratizar o mercado de crédito.

Anúncios

Ou seja, será possível mostrar dados além dos que estavam disponíveis anteriormente, limitados as informações se o cliente tinha o nome sujo ou não.

Atualmente são mais de 120 milhões de pessoas listadas, que possuem operações de crédito em mais de 100 instituições financeiras brasileiras.

O cadastro é controlado por quatro instituições:

  • SPC Brasil;
  • Serasa Experian;
  • Boa Vista SCPS;
  • Quod.

Todas elas foram autorizadas pelo Banco Central a reunir informações sobre os consumidores e classificá-las.

Anúncios

Que informações as empresas têm disponível?

Além de conseguir saber se o consumidor está inadimplente ou não, no cadastro positivo é possível que os lojistas e instituições financeiras saibam score de crédito do consumidor.

O score é uma pontuação utilizada pelas empresas para avaliar a probabilidade de pagamento.

Outros itens que são analisados são:

  • Índice de pontualidade no pagamento;
  • Comportamento de gastos;
  • Indicado de consulta do CPF, que mostra onde ele tem buscado crédito.

Ao mesmo tempo em que as empresas têm esse tipo de informação em mãos, o consumidor também tem a chance de verificar quem são as empresas que estão consultando os seus dados e se quiser, pedir para sair do sistema.

Passo a passo para acessar o cadastro positivo

Caso você deseje acessar o seu cadastro positivo, é muito simples.

Cada birô de crédito tem o seu próprio site e para poder consultar as suas informações, você vai precisar se registrar e seguir os direcionamentos deles.

Os sites são eles:

O processo de consulta é similar em todos os órgãos, mudando apenas alguns tipos de informações que eles podem solicitar, dependendo do seu caso.

Assim, você deve:

  • Acessar o site do cadastro positivo, os sites que mencionei acima;
  • Informar o se CPF e uma senha válida;
  • Em seguida você vai receber um código de segurança por email ou mesmo por SMS, dependendo da sua preferência.
  • Com isso realizado, insira e confirme para poder concluir.

Depois de realizado essas etapas você terá acesso ao site, entretanto, precisará seguir mais alguns passos, veja:

  • Realize os uploads de imagens do CPF e de um documento com foto.

Aqui será aceito diversos tipos de documentos com foto, como:

  • RG;
  • Carteira de trabalho;
  • Carteira profissional;
  • Passaporte;
  • CNH;
  • Documento de identificação de militares.

Pronto, agora você deve aguardar enquanto o órgão analisa e processa as informações que foram colocados por você.

Normalmente, em um prazo de dois dias, o acesso será liberado.

Por que é importante ter o seu cadastro?

Até o dia de hoje, a pessoa que busca crédito ou que deseja parcelar uma compra, tem o seu pedido autorizado ou negado, de acordo com o seu histórico de crédito.

Ou seja, a empresa olha se você tem o nome sujo ou não.

Esse tipo de consulta é realizado nos birôs, que mencionei anteriormente.

Como sabemos, as avaliações não são genéricas, ou seja, se você adianta os pagamentos ou ficou negativado, pode ter a avaliação pior de um consumidor que já ficou negativado e conseguiu limpar o seu nome em um acordo.

Assim, cm um cadastro personalizado existe a possibilidade de taxas de crédito menores.

O oposto deve acontecer com as pessoas de notas baixas, o crédito pode acabar ficando bem mais caro e mais difícil de ser conquistado.

Rolar para cima