Portal de Economia e Finanças

Contribuição de MEIs – Valores pagos ao INSS mudou, veja como ficou

0

Os valores da contribuição de MEIs (Microempreendedores individuais) mensais será reajustado a partir desse mês de fevereiro.

Publicidade

Assim, ele passará para o valor de R$ 55.

Publicidade

Vale lembrar que o pagamento precisa sempre ser feito até o dia 20 de cada mês.

A partir desse reajuste, o guia mensal poderá chegar, ao máximo, R$ 61, sempre de acordo com a atividade que está sendo executada.

Portanto, se você empreendedor atua no comércio ou dentro da indústria, você vai precisar pagar R$ 1 a mais do ICMS.

Caso você seja um prestador de serviços, R$ o valor de ICMS será e R$ 5.

Pode ter também alguns casos o empreendedor vai ter que pagar as suas taxas além da contribuição natural, podendo chegar então até R$ 61.

Publicidade

Por que aconteceu a mudança no valor da contribuição de MEIs?

contribuição MEIs mudou

Essa alteração de valores aconteceu em razão do aumento da salário mínimo, que agora passou a ser de R$ 1.100,00 desde o dia 1º de janeiro deste ano.

Depois de realizar o pagamento o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) deve ser emitido pelo Portal do Empreendedor ou mesmo pelo aplicativo do MEI.

Se você demorar para apagar, ou seja, se o pagamento ficar em atraso, á uma multa diária no valor de 0,33%, acrescida ao valor total.

O pagamento constante dessa taxa de MEI é importante para que você empreendedor possa manter os seus benefícios ativos.

Os benefícios do empreendedor são:

  • Salário-maternidade;
  • Auxílio-doença;
  • Aposentadoria por invalidez;
  • Pensão por morte;
  • Aposentadoria por idade.

Fique atento aos deveres do MEI

Mesmo que você não emita nota fiscal com o CNPJ, você precisa pagar as suas contribuições como MEI.

O não pagamento, acarreta em juros com base na taxa Selic mensal, que fica acumulada a partir do mês seguinte a falta de pagamento, até o mês anterior que foi pago.

Além disso, existe mais uma cobrança, cerca de 1% relativo ao mês que foi pago.

Sim, você consegue parcelar o valor total da sua dívida na Receita Federal, mas, a parcela mínima precisa ser de R$ 50.

MEIs podem encerrar conta mesmo endividado

Uma das maiores vantagens do MEI é que a chance de encerrar a sua atividade e dar baixa no CNPJ mesmo que ele esteja com dívida.

A maior desvantagem, obviamente, é que o débito não vai deixar de existir por conta disso.

Portanto, uma vez feita a baixa da sua empresa, você também não vai mais conseguir reativá-la.

Nesse caso, o CNPJ vai continuar ali para a consulta de dívidas e pagamentos que se manterão permanentes antes de fechar totalmente.

Quem são as pessoas que podem ser MEI?

Para que você se torne um microempreendedor individual você vai precisa ter uma empresa que seja independente e que tenha um faturamento que chegue até R$ 81 mil anualmente.

Vale lembrar que o empresário aqui não pode ter nenhuma participação em outros negócios como sócio ou mesmo uma nova empresa.

Além disso, você só vai poder contratar, no máximo um empregado.

No ano de 2020, o Brasil registrou mais de 2,6 milhões de novos empreendedores, a maior adesão que já aconteceu em cinco anos, segundo o Sebrae.

Atualmente, o Brasil contém mais de 11,2 milhões de MEIs em atividade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.