Juros Rotativos – O que é e como fugir dessa armadilha

Os juros rotativos é certamente uma das coisas que mais causam dor de cabeça para as pessoas que acabam se enrolando com o cartão de crédito.

Anúncios

Portanto, se você deseja saber como prevenir essa situação, fique comigo até o final que apontarei tudo o que precisa.

Boa leitura!

O que são os juros rotativos?

Os juros rotativos são aquelas taxas cobradas quando o valor da sua fatura não é pago.

É muito comum as pessoas considerarem as opções de pagamento do valor mínimo ou pagar com alguns dias de atraso com a ideia de se organizar melhor, entretanto, acabam enfrentando problemas já que não considera os juros.

É fundamental saber que os juros rotativos são sempre muito altos, onde é possível chegar com uma média de 318,3%.

Esses tipos de juros acabam subindo de maneira continua durante o ano e, portanto, é fundamental estar atento para não ficar endividado.

Em algumas ocasiões as taxas de juros mensais por atraso ou mesmo o pagamento mínimo é reduzido pelo banco.

Entretanto, ao fazer isso pode esperar que irá acontecer o aumento na taxa de juros, portanto, estar atento a isso é fundamental.

Cinco dias para não cair mais nos juros rotativos

– Planeje as suas compras:

Os gastos impulsivos no cartão de crédito são um grande risco para as pessoas.

Nem sempre utilizar a função de crédito é a melhor ideia para uma compra e saber quais são os seus gastos é fundamental.

Sempre que o valor do produto for baixo e você tem o dinheiro para comprar, faça o pagamento na hora, evitando taxas, juros e uma fatura alta.

Além disso, é interessante que pense em compras futuras que não podem ser evitadas.

Se você sabe e entende que tem gastos grande para ser feito no mês seguinte e que precisa do limite do cartão livre, é interessante que evite utilizar o cartão agora, né?

– Tenha um controle financeiro:

Saber o momento e onde você está utilizando o seu cartão de crédito é fundamental para evitar dívidas ou mesmo situações que resultem em juros rotativos.

Conseguir controlar os seus custos, qual o valor que já está acumulado para a próxima fatura e qual valor você consegue pagar é fundamental.

Além disso, quando você tem um controle financeiro, você consegue identificar possíveis fraudes no cartão, duplicação de cobranças e até mesmo aquelas cobranças indevidas.

Portanto, não esqueça de conferir as compras antes de realizar o pagamento.

– Pense antes de parcelar:

Realmente, o parcelamento é muito bom para você conseguir evitar um valor mais alto no mês seguinte, entretanto, ele significa que você vau passar mais tempo pagando por uma compra.

Evitar o parcelamento da sua fatura, quando possível é sempre a melhor ideia, principalmente quando os juros são cobrados no parcelamento.

O controle financeiro pode te ajudar e muito na hora de decidir isso.

– Atenção com as datas de vencimento:

A data de vencimento do seu cartão, normalmente é decidido por você.

Esquecer de realizar um pagamento no prazo faz com que os juros sejam cobrados e pode gerar dívidas enormes além de fazer você perder o controle financeiro.

Portanto, tome muito cuidado para não atrasar o pagamento e escolha uma data na qual você sabe que vai ter dinheiro.

Não adianta nada você colocar o vencimento da fatura para o fim do mês se você não sabe que o seu salário não vai durar.

Portanto, organize as suas finanças para ter dinheiro e pagar as contas dentro do prazo.

Patrocinados:

Gostou deste conteúdo?

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo