Long & Short – Descubra como executar essa estratégia

Se você é um trader iniciante e deseja saber como executar a estratégia Long & Short, fique comigo até o final, pois, esse post é para você.

Anúncios

Aqui falarei tudo o que você precisa saber sobre o tema e claro, apresentarei a estratégia na prática para que pode compreender melhor como ela funciona no mercado financeiro.

Boa leitura!

Anúncios

Long & Short – O que é?

Long & Short é uma das operações mais populares na bolsa de valores.

Anúncios

No mercado financeiro, long é um sinônimo de compra, já short é o mesmo que venda.

Nesse caso, o investidor “entra comprado” em uma determinada ação e “vendido” em outra.

Detalhe, tudo isso ao mesmo tempo.

Anúncios
Anúncios

A ideia aqui é conseguir equilibrar uma posição para que ela conte com uma assimetria de retorno.

Nesse caso, se as duas ações subirem, é fundamental que aquela que ele comprou suba mais do que a opção que foi de venda.

Assim, somando o que foi ganho e a perda ele ainda consiga obter lucro.

Já se as duas caírem, ele precisa que aquela que ele está vendido, no caso a short, baixe o valor mais do que aquela que ele está comprado, long.

Se isso não acontecer, ele então irá perder.

Long & Short – Como funciona:

Para que você possa executar esse tipo de estratégia no mercado de ações você precisa, antes de mais nada, realizar uma análise.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Nesse caso, quando você, baseado em estudos ou de profissionais que sejam de sua confiança, identifica algum tipo de tendência para ser aproveitado com a estratégia long & short, ele escolhe as duas ações.

O ideal é que elas sempre sejam do mesmo ramo, mas, não é uma obrigação.

Além disso, é bem comum as pessoas operarem a long & short com a ação preferencial (PN) contra a ordinária (ON) da empresa.

Se você não entendeu bem o tema, aqui no site eu tenho um conteúdo onde eu falo sobre os tipos de ações e cito essas duas opções. Dê uma olhada lá para que possa compreender melhor.

Além disso, você consegue escolher uma ação e um índice, como o IBOV ou um índice contra outro índice.

Para que o investidor possa realizar a venda a descoberto, ele paga um valor pelo aluguel da ação que ele não tem para depois conseguir vende-las.

Com esse crédito, ele consegue comprar outro ativo.

Mesmo com o maior cuidado, é fundamental lembrar que o risco de prejuízo é real.

A corretora irá exigir que você dê alguma garantia, que pode variar dependendo da instituição financeira e dos ativos que você dispõe na sua carteira como investidor.

Exemplos de Long & Short

– Correção do mercado:

Vamos imaginar que você detectou no mercado uma diferença incomum entre as ações Azul e as ações da Gol.

Essas são duas companhias aéreas que, por exemplo, tendiam a caminhar sempre na mesma direção.

No exemplo, as ações da Azul dispararam recentemente, mas as da Gol ficaram estagnadas.

Imaginando o cenário de tendência, elas provavelmente irão voltar a seguirem o mesmo rumo.

Portanto, você decide comprar as ações da Gol e vende as ações da Azul, tudo isso ao mesmo tempo.

Nesse caso, você teria lucro caso as cotações das duas ações subissem, entretanto, a Gol precisaria subir mais, que é o que a sua tendência espera.

Além disso, a tendência seria positivo para você caso as suas decidissem cair, desde que a Azul caísse mais.

Assim, o lucro seria dobrado no afortunado caso os da Gol subissem e os da Azul começassem a cair.

– Atuação fora do mesmo setor:

Vamos supor aqui que você viu uma mudança no cenário atual, como uma queda grande sobre as taxas de juros ou uma alta intensa do dólar.

Pode ser também que irá acontecer uma nova apresentação de plano de ação do governo contra a pandemia, por exemplo.

Entendendo que um setor irá se beneficiar da novidade que você tem e o outro setor irá se prejudicar, você precisa fazer uma long na estatal, por exemplo.

Já em short você focaria em uma empresa de outro setor, mas que irá ser afetado da mesma maneira com a notícia que tem.

Enfim, as possibilidades aqui são diversas e esse tipo de atuação no mercado irá exigir de você experiência, conhecimento do mercado e planejamento.

É seguro fazer Long & Short?

Nenhuma e quando eu digo nenhuma é nenhuma mesmo, operação no mercado de renda variável é 100% segura.

O long & Short é uma opção muito interessante para aqueles que desejam aumentar o repertorio de um investidor que está familiarizado com a bolsa de valores, por exemplo e deseja diversificar as chances de ganho.

Portanto, é essencial que faça um estudo sobre estratégias de redução de perdas.

Um bom exemplo é o stop loss, que é a ferramenta que te limita automaticamente o tamanho do seu possível prejuízo na operação.

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima