MEI precisa de contabilidade? Saiba quando é interessante!

MEI nada mais é do que um profissional autônomo

Anúncios

Com a crise atual e as pessoas cada vez mais procurando empreender, vemos um número cada vez maior de microempreendedores individuais (MEIs) no país, empresas que não têm obrigação. Tenha uma conta, mas se isso não acontecer, eles correm sérios riscos.

Para melhor entendimento, o MEI nada mais é do que um profissional autônomo. Dessa forma, o profissional conta com um CNPJ, ou seja, a facilidade de abertura de conta bancária, solicitação de empréstimo e faturamento, além das obrigações e direitos de pessoa jurídica.

Para se tornar um MEI, o empreendedor deve seguir algumas regras, dentre as quais a atividade deve estar na lista oficial da categoria; não pode ganhar mais que R﹩ 81.000,00 por ano ou R﹩ 6.750,00 por mês, e não deve possuir outra empresa como um sócio ou proprietário de ações da empresa.

Um ponto importante do MEI está relacionado à contribuição, se você é contribuinte deste imposto, o cálculo corresponde a 5% do salário mínimo mensal e mais R﹩ 1,00 a título de ICMS, se você é contribuinte deste imposto ou R﹩ 5,00 como ICMS ICMS. ISS, se você for o contribuinte deste imposto.

Quando olhamos para a simplicidade desses pontos e questões, rapidamente se avalia que a contabilização do MEI não é necessária, embora não seja obrigatória por lei, pois os impostos serão cobrados em valores fixos e mensais (DAS-PGMEI) e Notificados. pela Declaração Anual do MEI.

No entanto, nesta simples avaliação, o empresário enfrenta um risco significativo, pois se não houver livros, o empresário será tributado sobre qualquer valor que exceda 32% do seu lucro MEI por Serviços. , 16% para transporte e 8% para comércio. E esse imposto não é baixo, chega a 27,50% na tabela progressiva do IRPF.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

Para evitar esse alto imposto, a MEI contrata um contador e mantém uma escrituração que poderá distribuir todos os lucros apurados durante o ano sem nenhum imposto de renda sobre pessoas físicas.

Portanto, essas empresas, obviamente, precisam se planejar e buscar apoio contábil, o que proporcionaria uma total distinção em relação à carga tributária caso o microempreendedor individual tivesse que declarar o imposto de renda da pessoa física.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo