Operar vendido – Descubra tudo o que você precisa saber sobre

Operar vendido é uma das maneiras mais práticas de se ganhar dinheiro no mercado financeiro no curto prazo.

Publicidade

Assim, se você deseja saber como isso pode acontecer, fique comigo até o final que contarei como ele funciona e claro, quais são as vantagens de se dar muito bem.

Publicidade

Boa leitura!

O que é operar vendido?

A lógica para os investidores que desejam operar vendido é aproveitar a desvalorização ou a queda do valor de um ativo e assim, pode lucrar.

Nesse caso, aqui vale o inverso também, pois, se o ativo for valorizado depois da venda, o investidor pode perder dinheiro.

O que você procura?

CARTÃO DE CRÉDITO
   
APROVAÇÃO NO CARTÃO
   
CARTÃO PARA NEGATIVADO
   
CARTÃO SEM ANUIDADE

Ou seja, isso significa vender uma ação, por exemplo, por um preço determinado, assim, se espera que ele se desvalorize.

Publicidade
Santander BR

Quando chegar a posição encerrar, nesse caso, quando chegar a data da venda e a ação ter sido desvalorizada, o investidor compra novamente com uma cotação menor.

Vamos dar um exemplo mais prático?

Bom, suponhamos que você comprou uma ação por R$ 100 e vai operar vendido, esperando então que em um curto prazo, a cotação caia para R$ 90 ou menos.

Essa queda de dinheiro representa um retorno de 10% para você.

Quanto maior for a quantidade investida, a diferença monetária acaba sendo maior também.

Ou seja, se a cotação de fato acabar caindo para R$ 90, você vai acabar lucrando.

Mas, se o ativo se valorizar, ele vai acabar perdendo dinheiro, afinal de contas, se você vender por R$ 100 e o valor subir para R$ 120, ocorre um prejuízo.

Como funciona de maneira prática o operar vendido?

Assim como já mencionei, quando você operar vendido você está vendendo uma ação imaginando que haverá uma queda do seu preço.

É importante destacar que a tendência de uma ação, seja ela subir ou cair, pode ser observado a partir de gráficos e diversos dados que o próprio mercado acaba oferecendo.

Vale lembrar que todas as suas decisões ao operar vendido precisam ser baseadas em informações concretas.

Outra coisa que você precisa saber é que a venda e a compra de ações precisam ocorrer no mesmo dia.

Nesse caso, você consegue negociar ações que nem estão em sua carteira, já que o mercado ainda não fechou.

A importância de você determinar o quanto de risco deseja correr

Assim como qualquer investimento, aqui existem riscos que você irá correr e é preciso ter em mente o quanto você deseja obter de lucro e o quanto está disposto a perder em uma operação.

Essa é uma ótima maneira de você conseguir controlar o seu risco na Bolsa e construir uma estratégia que seja sólida.

Aceitar perder dinheiro parece ser algo bem ruim, não é mesmo?

Mas, essa atitude diante de uma operação que acabou não dando certo é fundamental para que você entenda que o mercado é dinâmico e que há riscos.

Quais são as vantagens e desvantagens de operar vendido?

Certamente as maiores vantagens é lucrar com a queda de um ativo ou mesmo da bolsa de valores.

Além disso, você consegue proteger os seus ativos de um risco sistemático ou mesmo não sistemáticos.

Mas, nem de coisas boas vivem os investimentos, não é mesmo?

Aqui, você deve fazer operações de alto risco, dado o seu caráter especulativo.

Por fim, não podemos esquecer que as chances de prejuízos também são altíssimas.

Se manter com ações vendidas por mais de um dia é interessante?

Existem algumas situações onde o investidor fica com as ações vendidas de um dia para o outro.

Esse tipo de situação acontece quando você vende as ações que não estão na sua carteira e decide não comprar de volta no mesmo dia.

Mas, para que isso possa acontecer você precisa alugar essas ações de pessoas que possuem em suas carteiras.

Na prática, quem busca por essas ações no mercado, para que você possa alugar é a sua própria corretora.

Quando você envia a ordem de vendas das ações, de maneira automática, a equipe da sua corretora faz a busca da quantidade de ativos que você deseja para que possa tomar essas ações emprestadas e assim, realizar o seu investimento.

Obviamente que, assim como qualquer aluguel, você deve pagar por elas e assim, se ganha o nome de tomador e quem aluga para você, de doador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.