Recurso para receber PIS/Pasep começa em 15 de fevereiro; veja como fazer

O prazo para os trabalhadores fazerem o saque PIS/Pasep (Programa de Integração Social/ Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) referente ao ano de 2022 acabou no dia 29 de dezembro. Contudo, ainda é possível tentar receber, caso não tenha feito o pedido antes.

Segundo o TEM (Ministério do Trabalho e Emprego) quem ainda não sacou o PIS/Pasep precisa fazer um chamado recurso administrativo, a partir do dia 15 de fevereiro. Assim, com esse processo burocrático poderá ter a chance de tirar um dinheiro que deixou escapar em 2022.

Até porque, de acordo com a legislação, o recurso do PIS/Pasep para o saque tem validade de até cinco anos. Desse modo, quem não retirou o dinheiro em 2022, tem até o final de 2027 para fazer.

Como dar entrada para recebe o PIS/Pasep

Neste caso, o trabalhador que não retirou o dinheiro do PIS/Pasep e vai fazer o recurso administrativo, deve procurar uma sede da Superintendência Regional do Trabalho. Neste caso, para saber qual a unidade mais próxima, o trabalhador pode entrar no link do Ministério e fazer a consulta.

Além disso, existe atualmente outro canal que também serve para dar entrada no recurso: a carteira de trabalho digital. Assim, basta baixar o aplicativo no telefone celular e fazer o pedido.

Inclusive, neste caso, é possível pedir o PIS/Pasep dos outros quatro anos anteriores. Caso tenha deixado para trás valores anteriores a isso, não terá mais direito a receber e o valor vai para o governo.

Portanto, quem tem direito ao PIS/Pasep sempre deve requerer o recebimento do mesmo para não ter depois que buscar por outros meios. Além disso, para receber esse abono, existem uma série de regras criadas pelo governo.

Entre elas, tem direito ao PIS/Pasep apenas quem receber até dois salários mínimos como pagamento médio nos anos anteriores, além de ter ao menos cinco anos de registro em carteira de trabalho.

 

 

 

CAIXA TEM - INFORMAÇÕES: