Saiba como efetuar o cadastro no CadÚnico de forma simples e rápida!

Veja neste artigo como é possível efetuar o cadastro no CadÚnico e descubra quais são os documentos necessários para efetuar a sua solicitação.

Anúncios

O Brasil conta com uma série de programas sociais que visam melhorar a vida de famílias que se encontram em situação de pobreza. Mas, para que isso funcione de forma correta, é necessário que se possa identificá-las.

Criado em 2001, por meio do Decreto no 3.877, o CadÚnico veio se desenvolvendo e se aprimorando para conseguir alcançar todos os brasileiros. De lá pra cá muita coisa mudou.

Vamos entender agora um pouco mais do que é e para que serve o Cadastro Único, além de aprender o básico sobre como fazer o cadastro no CadÚnico. Acompanhe.

O que é o CadÚnico?

Com a intenção de mapear as famílias brasileiras e identificar quais são as que vivem em situação de baixa renda, o governo criou o sistema de Cadastro Único.

Ele permite que os cadastrados participem de programas sociais que os beneficiam de formas variadas, sempre de acordo com a regras de cada um.

Atualmente a ferramenta é operacionalizada pelas prefeituras, apesar de ter sido idealizado pelo Governo Federal, e seu cadastro é feito de forma completamente gratuita.

Manter sempre o cadastro no CadÚnico atualizado é o primeiro e mais importante passo para todos que desejam ou necessitam fazer parte de qualquer um dos programas ofertados.

Como efetuar o cadastro no CadÚnico?

Atualmente já está em funcionamento o aplicativo do Cadastro Único. Nele, as famílias fazem uma espécie de pré-cadastro onde colocam os dados necessários e agilizam boa parte do processo.

A quem não desejar ou não puder baixar o app, também é disponibilizado esse passo via web, acessando diretamente o site. Mas, lembrando: essa etapa é opcional. Quem desejar pode fazer tudo diretamente no posto, sem nenhum cadastro prévio.

Apesar disso, ainda se faz necessário o comparecimento em um posto de atendimento municipal. A etapa presencial precisa ser feita até 120 dias após o pré-cadastro para que ele seja finalizado e oficializado.

Durante a presença no posto de atendimento, é necessário levar os documentos pessoais requeridos da família para fins de comprovação.

Também é necessário fornecer os demais dados que serão solicitados no, até que se finalize o processo e, assim, saber para quais benefícios estão aptos.

Além do cadastro no CadÚnico, é necessário também que se mantenha todos os dados sempre atualizados.

As atualizações referem-se a nascimento ou morte de membros da família, endereço, vida escolar das crianças (entrada ou mudança), mudança de salário (para menos ou para mais) e alteração de município.

Conheça a quais programas o CadÚnico dá acesso

Após o registro no CadÚnico estar completo, cada família poderá ter acesso aos programas para os quais se enquadrar como apta. Isso significa que será necessário observar as regras de cada um deles para, então, poder se inscrever.

No ano corrente, os programas sociais que estão disponíveis no cadastro do CadÚnico são:

  • Programa Auxílio Brasil;
  • Programa Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Isenção de Taxa em Concurso Público;
  • ID Jovem;
  • Carteira do Idoso;
  •  Programa Casa Verde e Amarela;
  • Programa Bolsa Verde.

Lembramos ainda que, para que as famílias estejam sempre regulares, especialmente dentro de inscrições de programas sociais, é necessário atender os requisitos e manter o cadastro no CadÚnico atualizado sempre que houver qualquer tipo de mudança.

Dúvidas? Deixe abaixo nos comentários!

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

Aguarde…