Se preparar para morar sozinho – Entenda o lado financeiro

Se você deseja se preparar para morar sozinho, esse post é para você.

Anúncios

Aqui falarei tudo o que você precisa saber sobre o tema e claro, darei o caminho das pedras para que possa entender melhor como funciona e o que é necessário para morar sozinho.

Vamos nessa? Boa leitura!

Como se preparar financeiramente para morar sozinho

– Quite as dívidas e crie uma reserva:

Só pense em morar sozinho quando você estiver com as suas dívidas pagas e com uma reserva de emergência formada.

Digo isso porque tenho certeza que você não vai querer comprometer a sua renda com todas as contas para pagar, muito menos correr o risco de se endividar.

Assim, a sua reserva financeira deve ser suficiente para cobrir entre seis e doze meses de gastos fixos para que possa se mudar com tranquilidade.

Se você não tem esse dinheiro, é melhor passar mais alguns meses poupando do que assumir os gastos altos.

Faça como mais de 143.907 pessoas
Cadastre-se e Receba nossos conteúdos diretamente no seu E-MAIL.

– Se preparar para morar sozinho – Calcule todos os seus gastos:

Agora é interessante você colocar todos os seus gastos fixos no papel e descobrir assim qual será o seu custo de vida morando sozinho.

Ou seja, aqui você via precisar definir qual será o seu padrão de vida que irá bancar de acordo com a sua renda, pesquisando preços e estabelecendo limites.

É aqui que tem gente que atrapalha, pois é comum acontecer os gastos invisíveis e é impossível você manter o padrão de consumo das casas dos pais pagando aluguel e todas as suas contas.

Assim, some contas como:

  • Aluguel e condomínio;
  • Telefone, internet e televisão;
  • Plano de saúde;
  • Serviços por assinatura;
  • Supermercado;
  • Serviço de limpeza;
  • Faculdade, etc.

– Faça uma estimativa das suas despesas variáveis:

Além dos gastos fixos, é fundamental considerar também as despesas variáveis na hora de se planejar para morar sozinho.

Ou seja, coisas ligadas a transporte, farmácia, vestuário, eletrônicos e educação.

– Se preparar para morar sozinho – Planeje o orçamento de acordo com a renda:

Com os seus gastos fixos listados você já tem a base para começar a planejar o seu orçamento de acordo com a sua renda mensal.

Existem diferentes métodos de composição de orçamento que você pode utilizar, veja:

  • 50-30-20: 50% para os gastos essenciais, 30% para momentos de lazer e desejos pessoais e 20% para prioridades financeiras;
  • 60-20-10-10: 60% para gastos essenciais, 20% para prioridades financeiras, 10% para investir e 10% para lazer e outros gastos.

Existem alguns especialistas em finanças que costumam recomendar que você não comprometa mais de 50% da sua renda com os gastos fixos ou mais de 30% com o aluguel.

Entretanto, essas porcentagens são referências, já que você pode determinar o que é melhor para você.

Fique tranquilo, é totalmente possível morar sozinho com pouco dinheiro, desde que você aceite uma vida mais simples.

– Escolha o novo imóvel com inteligência:

Um dos itens principais na hora de você planejar para morar sozinho é escolher muito bem e imóvel, já que o aluguel será a despesa mais pesada do seu orçamento.

Na hora de você pesquisar imóveis, é fundamental avaliar se vale a pena ou não pagar um pouco mais para morar perto do trabalho e gastar menos com o transporte, melhorando a qualidade de vida.

– Não tenha pressa para decorar o seu lar:

Depois de você organizar as suas finanças, planejar o seu orçamento e escolher o novo endereço, você já está pronto para realizar a mudança.

Nesses momentos, é interessante você segurar a sua empolgação e não sair por aí comprando todos os moveis de decoração dos seus sonhos de um a vez.

Se isso acontecer, você cai começar a sua vida nova com dívidas consideráveis de cartão de crédito.

Inicialmente é importante ter o essencial, como cama, fogão, geladeira, máquina de lavar e micro-ondas.

Os itens mais caros como sofá, estante, tapetes luminárias e objetos de decoração podem ser comprados aos poucos, sempre dentro do orçamento que você tem.

– Se prepare para um novo estilo de vida:

Agora que você já seguiu todos os passos para morar sozinho no sentido prático, mas também precisa se preparar psicologicamente.

Afinal de contas, ter seu próprio espaço e pagar as suas contas é um grande passo e a adaptação pode ser difícil nos primeiros meses.

Claro que as vantagens de morar sozinho são enormes como:

  • Privacidade;
  • Autonomia; para fazer o que quiser;
  • Liberdade para gerenciar as suas escolhas e o seu dinheiro, etc.

Mas, ainda assim você terá que abrir mão de vários hábitos para economizar, se tornar muito mais responsável e resolver tudo no seu dia a dia.

Gostou deste conteúdo? Siga-nos no Google Notícias:

COMPARTILHAR
COMPARTILHAR
TWITAR

VEJA TAMBÉM:

Copyright © 2019 – 2021 Dinheiro Bem Cuidado CNPJ: 23.654.977/0001-28

0

Aguarde… Carregando Conteúdo