Stop Loss – O que é e como você pode utilizá-lo no mercado financeiro

Se você deseja ter um conteúdo avançado sobre o mercado financeiro e entender o que é Stop loss esse post é para você.

Anúncios

Aqui falarei tudo o que você precisa saber sobre o tema, fique comigo até o final pois apresentarei o que é o termo e claro, darei exemplos práticos.

Boa leitura!

Anúncios

Stop Loss – O que é?

Vamos imaginar que você comprou ações de uma empresa e acredita que os papeis devem se valorizar nas próximas semanas.

Anúncios

Entretanto, acontece um contratempo na companhia ou reviravolta no mercado e os preços da suas ações começam a cair.

É justamente diante desses cenários que surgem o stop loss.

O Stop Loss é uma ordem de venda disparada de maneira automática quando os ativos atingem um limite de perda.

Anúncios
Anúncios

Nesse caso, você precisa deixar pré-determinado no início.

Esse é um comportamento fundamental para impedir que você tenha prejuízos incalculáveis e para te manter no controle da situação mesmo quando os ventos não estão soprando ao seu favor.

Ou seja, a ideia do Stop Loss é te ajudar a parar a perda antes que a ação caia mais.

Como funciona o Stop Loss de maneira prática?

O Stop Loss funciona da seguinte maneira: Quando você lança uma ordem de compra no home broker, você pode estipular um prejuízo máximo até o qual a ação pode cair antes de ser vendida.

Assim, quando o papel atingir o papel que você estipulou, ele será vendido de maneira automática pelo melhor preço que tiver no mercado.

Como o mercado oscila muito rapidamente, quando você programa o seu stop loss, você consegue definir o preço de disparo e o preço de limite.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

CONTA + CARTÃO DE CRÉDITO PAN
   

Se você compra uma ação de R$ 100 e o seu stop loss seja de R$ 45, ao atingir esse valor a ordem de venda da ação é realizada de maneira automática.

Quanto é o limite ideal para colocar?

Agora que você entendeu como funciona stop loss, você pode estar se perguntando: Qual é o limite ideal para colocar de perda?

É muito comum ver os investidores discutirem sobre uma regra ou o percentual mais adequado para utilizar nessa estratégia, entretanto, não existe um consenso.

Esse valor é muito subjetivo e variável, dependendo de cada ação e das oscilações que elas podem ocorrer, assim como a sua tolerância ao risco.

Portanto, para estabelecer o seu limite de perda, leve em consideração dois itens:

  • Relação de risco vs retorno compatível;
  • Acompanhamento da Análise técnica de ações.

Se você não está disposto a correr riscos, provavelmente você vai ter que se conformar com resultados menores ou ficar no zero a zero.

Mas, se você tem uma relação de risco e de retorno equilibrada, você vai conseguir alcançar os seus objetivos.

Além disso, é fundamental que o seu limite de perda esteja de acordo com os padrões de como aquela ação se comporta, ok?

Existem algumas corretoras, por exemplo, que recomenda em tempo real aos clientes o melhor momento para comprar e o de vender ações.

Portanto, busque sempre uma corretora que possa te ajudar ao máximo.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima