Conheça as 5 principais desvantagens do cartão pré-pago

Recentemente falamos aqui no site sobre as vantagens, mas agora chegou a vez de listar as desvantagens do cartão pré-pago.

Anúncios

Se você está com dificuldade para conseguir um cartão de crédito, o modelo pré-pago pode ser uma boa opção. Porém, é preciso saber que seu uso pode se tornar limitado em algumas situações.

Por isso, vale a pena continuar lendo este artigo e descobrir as 5 principais desvantagens do cartão pré-pago. Vamos lá?

Anúncios

Diferenças entre cartão pré-pago, cartão de crédito e cartão de débito

Antes de listarmos as desvantagens do cartão pré-pago, precisamos entender a diferença entre ele e os demais tipos de cartão.

No cartão de crédito, as compras realizadas são pagas depois (na fatura). Isso permite ao cliente fazer compras parceladas. Além disso, existe um limite mensal preestabelecido pela administradora para realizar compras, o qual você não deve ultrapassar.

Por outro lado, no caso do cartão pré-pago, você precisa recarregar uma quantia em dinheiro na conta vinculada a ele para conseguir utilizá-lo. 

Esse valor de recarga vai funcionar como o seu limite, ou seja, é você quem define o crédito que terá disponível.

Anúncios

Outra diferença é o fato de o valor das transações ser descontado automaticamente do seu saldo, o que significa que as compras são feitas somente à vista e não há fatura ao final do mês.

Entretanto, ao contrário do cartão de débito, as maquininhas aceitam que você passe o cartão pré-pago na função crédito.

Neste outro artigo, explicamos detalhadamente as diferenças entre cartão pré-pago, cartão de crédito e cartão de débito. Vale a pena dar uma conferida.

As 5 principais desvantagens do cartão pré-pago

É importante ressaltar que não estamos dizendo que o cartão pré-pago não vale a pena, pois tudo vai depender das suas necessidades.

Se você estiver negativado, por exemplo, o modelo pré-pago não exige análise de crédito, o que torna a aprovação muito fácil.

Inclusive, neste outro artigo, mostramos as 5 vantagens de se ter esse tipo de produto.

Porém, chegou a vez de mostrar o outro lado, ou seja, as 5 principais desvantagens do cartão pré-pago:

  • Você precisa recarregar antes de usar

Ao contrário do cartão de crédito – que basta ativá-lo, sair usando e só se preocupar com a fatura depois -, os cartões pré-pagos exigem que você recarregue o dinheiro na conta para conseguir utilizá-lo, de forma parecida com os créditos de um celular.

Isso pode virar um incômodo em situações na qual você precisa utilizar o cartão com urgência, mas está sem saldo. 

Se for fazer a recarga por boleto bancário, o dinheiro pode levar até 3 dias úteis para aparecer na conta, e o cliente acaba perdendo uma promoção relâmpago que eventualmente surgir.

  • Não é possível parcelar com um cartão pré-pago

Uma das maiores vantagens do cartão de crédito é poder parcelar as compras. Isso faz com que o consumidor sinta menos no bolso, pois pode pagar aos pouquinhos.

Entretanto, apesar de conseguir usar o cartão pré-pago na função crédito, o valor das compras é descontado automaticamente do saldo da conta vinculada a ele, o que impossibilita fazer compras a prazo. 

Dessa forma, se você quiser comprar algo mais caro, pode acabar tendo que usar todo o dinheiro disponível no cartão e depois precisar fazer uma nova recarga. 

  • Taxas por recarga e manutenção

Apesar de usualmente não cobrar anuidade, os cartões pré-pagos possuem, sim, algumas taxas.

É comum cobrarem, por exemplo, taxas para emissão do cartão, além de tarifas por recarga e manutenção.

O cartão pré-pago Acesso Card, por exemplo, cobra R$2,50 por cada recarga abaixo de R$ 500 feita no boleto bancário. Caso o cliente tenha saldo, também há uma tarifa de manutenção de R$ 5,95 por mês. 

Sendo assim, vale ficar atento às taxas que cada um cobra, para saber se realmente compensa ter um cartão pré-pago.

  • Cartões pré-pagos não acumulam milhas

Para quem curte acumular milhas no cartão de crédito e trocar por passagens aéreas, os cartões pré-pagos não são uma boa escolha.

Aliás, eles raramente possuem algum tipo de programa de recompensas que realmente valha a pena.

No caso do cartão RecargaPay, o cliente até consegue receber 1% de cashback por compra. Mas, para isso, é necessário assinar um plano mensal que custa R$ 19,99.

  • Cobrança por saque e transferência

Para finalizar as 5 desvantagens do cartão pré-pago, falaremos sobre a cobrança por saques e transferências.

Ao contrário dos cartões de débito, os cartões pré-pagos geralmente cobram por esse tipo de serviço.

Isso é algo um pouco irritante, já que, além de geralmente ter que pagar para depositar o dinheiro na conta, o cliente também vai precisar pagar se quiser retirá-lo em espécie.

Aliás, também é comum existir cobrança para transferência de dinheiro para outros bancos.

Podemos citar como exemplo o cartão pré-pago da Superdigital, que cobra R$ 6,40 por saque nos caixas eletrônicos do Banco24Horas e R$ 5,90 por transferência para outras instituições bancárias.

Gostou do artigo?

E aí, conseguiu entender as principais desvantagens do cartão pré-pago? 

Aqui no Dinheiro Bem Cuidado, temos outros artigos sobre cartões de crédito, investimentos e bancos digitais. Vale a pena conferir!

Rolar para cima